Hildo destaca ações em benefício de Matões do Norte

O deputado se reuniu com o prefeito Solimar, secretários e vereadores.

Em visita ao município de Matões do Norte, neste fim de semana, o deputado Hildo Rocha participou de reunião com o prefeito Solimar Alves, secretários municipais, vereadores e lideranças políticas da região. O parlamentar fez um relato das ações realizadas durante o ano de 2015 que beneficiarão diretamente o município e cidades vizinhas. 

MATÕES_DO_NORTE_REUNIÃO_COM_SOLIMAR_cel_26_02_2016_3

Barragem do Jundiaí – O deputado destacou a ação por meio da qual foi possível incluir no PPA – Plano Plurianual 2016/2019 recursos para a construção da Barragem do Rio Jundiaí. “Essa é uma grande conquista para Matões e outros municípios da Região”, declarou. 

Ações da bancada maranhense – Hildo Rocha destacou ainda uma iniciativa que contou com a participação dos 18 deputados federais e três senadores do Maranhão. “Cada Estado da federação teve direito a indicar uma emenda impositiva para o ano de 2016. A bancada maranhense decidiu priorizar a segunda etapa da duplicação BR-135, no trecho compreendido entre Bacabeira e Miranda do Norte. Por se tratar de uma emenda impositiva o governo é obrigado a investir os recursos previstos. No caso do Maranhão, a estimativa é de que sejam investidos R$ 150 milhões de reais na obra”, explicou. 

Benefícios – O deputado ressaltou que os benefícios que a obra irá gerar para os municípios localizados no eixo da rodovia serão extensivos a Miranda do Norte, Matões, Cantanhede e Pirapemas. “O tráfego de veículos ficará mais seguro. Os deslocamentos serão mais rápidos. Os municípios ficarão ‘mais perto’ da capital do nosso Estado, contribuindo para a implantação de empresas, aumento da renda e maior geração de empregos em toda região”, destacou.  

Novas ações – Hildo Rocha anunciou que irá destinar recursos para melhorias de estradas vicinais; para iluminação do novo estádio de futebol; e implantação de um sistema de abastecimento de água no povoado Palmeiral. “O prefeito Solimar apresentou diversas demandas que precisam de recursos federais para que possam ser realizadas e nós assumimos o compromisso de continuarmos colaborando com a o governo municipal”, declarou o parlamentar. 

Planejamento – Após a reunião, o parlamentar visitou o prédio da Câmara Municipal que recentemente foi reformado e ampliado. Rocha destacou a qualidade da obra, elogiou os vereadores, pela harmonia política existente no município, e fez questão de reconhecer o bom desempenho do prefeito Solimar e sua equipe de governo. “O prefeito continua investindo no planejamento. Matões do Norte está com o Plano Diretor atualizado; tem um Plano de Resíduos Sólidos; Plano de recursos Hídricos; e de Saneamento Ambiental. Dessa forma, o município está apto a continuar se desenvolvendo com sustentabilidade”, destacou. 

Compromisso – O prefeito Solimar Alves disse que Hildo Rocha é um parlamentar que tem compromisso com o desenvolvimento do Maranhão. “Nós precisamos de políticos assim, que pensem na qualidade de vida do seu povo para que a gente possa vislumbrar dias melhor. Estamos passando por dias difíceis, na política e na economia do nosso país. Mas nós temos, na Câmara Federal, um representante que tem voz ativa, que está lutando por todos nós, está honrando o mandato e tem conseguido benefícios para o nosso Estado”, declarou. 

Participantes – A vice-prefeita Luza e os secretários municipais Joaquim (Agricultura); José João Rabelo (Infraestrutura); e Max (Meio Ambiente) participaram da reunião. O assessor especial da prefeitura José Carlos; a primeira dama do município, Vânia; e o ex-vereador, ex-vice-prefeito e empresário Ademar Paiva também prestigiaram o evento. O encontrou contou ainda com a participação dos vereadores Bugi; Jardel Fonseca; Kênia Rocha; Nilson Grande; Roque Nunes; Valdenê (presidente da Câmara); e Wallas.

Itapecuru-Mirim: Baiano caminha para terceira derrota…

Baiano também tem caído na antipatia popular pelo discurso.

Tje4adT_

Rogério Baiano (PCdoB)

Em Itapecuru-Mirim, pelo que vai se desenhando na conjuntura política local, tudo indica que poderá dar Jaimizinho ou novamente Magno Amorim.Neto Marreca e Jaimizinho atualmente figuram como pré-candidatos a prefeito, Magno Amorim (PPS), disputando a reeleição, Jaimizinho (PSDB), Neto Marreca (PEN) [VEJA AQUI] e Rogério Baiano (PCdoB).

Caso o cenário continue assim até as eleições, há grandes possibilidades do prefeito reeleger-se, mas se houver desistência em prol de alianças, como especula-se que poderá acontecer com Neto Marreca aderindo e compondo como vice de Jaimizinho, a dupla tem tudo pra sair vitoriosa. 

O único que segue sem possibilidade de aliança com demais candidatos é o neo-comunista Rogério Baiano, que segue isolado e pondo medo na população que teme ser “governado” por Larissa Martins, esposa do pré-candidato, que no comando do Hospital regional do estado persegue funcionários, e com sua arrogância e prepotência maltrata a população, além de ter realizado demissões de funcionários para admitir parentes conforme denuncias em outros portais.

Baiano também tem caído na antipatia popular pelo discurso, “falta proposta, iniciativa, interação, ele é o tempo todo só dizendo que é ‘dono’ do Flávio Dino, aí não dar, disse indignada uma eleitora”. Portanto, Rogério Baiano parece caminhar para amargar mais uma derrota, a terceira na carreira política. Com informações Castro.

Bacabeira: Prefeitura presta contas do 3º quadrimestre

Alan reforçou o compromisso da administração em manter a transparência.

Na tarde da última sexta-feira, 26, a Prefeitura de Bacabeira promoveu, no Plenário da Câmara de Vereadores, audiência pública para a prestação de contas do 3º quadrimestre de 2015. A apresentação dos dados contou com a presença de secretários municipais, vereadores, do vice-prefeito – José Benedito Pereira Torres e vários representantes da sociedade civil em geral.

Prefeito Alan Linhares prestando contas na Câmara Municipal

Os dados da Gestão Fiscal do 3º quadrimestre de 2015 foram apresentados pelo contador do município, Domingos Ferreira. Ele destacou que, mesmo com a queda da receita orçamentária da prefeitura, a gestão atual cumpriu com todas as metas necessárias. “Mesmo diante do atual cenário econômico do país, o governo municipal além de investir em infraestrutura, educação, saúde, programas sociais e em vários setores da administração, está em dia com o funcionalismo público e cumprindo todas as metas estabelecidas pela legislação”, ressaltou.

O prefeito Alan Linhares reforçou o compromisso da administração em manter a transparência com os gastos públicos, além da execução de obras importantes. “Acredito na competência da nossa equipe. Estamos mantendo os salários em dia, realizando obras estruturantes, buscando parceria com os governos estadual e federal, projetando Bacabeira para um futuro próximo de muitas realizações”, disse.

A audiência pública é uma determinação legal, instituída pela Lei Complementar 101 / 2000 (Lei de Responsabilidade Fiscal).

Penha tem pré-candidatura lançada em São Luís

O evento aconteceu, na sede do PDT, na rua dos Afogados, Centro.

Socialista do PDT. A Juventude Socialista do Partido Democrático trabalhista (PDT), realizou nesta quinta-feira (25), o Lançamento das pré-candidaturas que serão apoiadas pela JSPDT. O evento aconteceu, na sede do PDT, na rua dos Afogados, Centro. O evento teve a participação do presidente nacional do partido, Carlos Lupi, do presidente estadual do partido e deputado federal, Weverton Rocha e várias lideranças do PDT em todo estado.

penha8113grande

A presidente da JSPDT, Idalete Rodrigues, ressaltou a importância da atuação da Juventude Socialista nas eleições e ressaltou a participação de vários pré-candidatos oriundos do movimento. “Esta eleição pra nós da JSPDT-MA, tem um significado todo especial, pois estamos vendo companheiros de caminhada, seguindo em busca de um objetivo, teremos candidatos das fileiras da juventude em vários municípios tanto concorrendo como vereador, como prefeito. Isso pra nós é motivo de orgulho”, frisou.

Um dos lançamentos de destaque no evento, foi a candidatura do presidente municipal do PDT em São Luís, Raimundo Penha. Ex-presidente da Juventude Socialista, Penha, é unanimidade nas fileiras da JSPDT, pelo trabalho que desenvolveu enquanto esteve à frente do movimento. “Coloco meu nome à disposição do meu partido, pra que possamos fortalecer o PDT no nosso Estado, trabalhar na câmara municipal pelas bandeiras do nosso partido, principalmente pelas bandeiras da juventude. Tenho uma história nessa juventude e sou muito honrado de contar com o apoio de todos”, disse Penha.

Raimundo Penha iniciou sua carreira política ainda no ensino médio, como presidente do Grêmio Estudantil do Colégio Nerval Lebre, em 2000 e como presidente da União do Estudantes Secundaristas do Maranhão (UMES), sendo reeleito em 2002, como primeiro presidente reeleito da UMES. Em 2007, assumiu o Conselho Estadual da Juventude, órgão de controle de ações voltadas pra juventude, que é formada pelo poder público e pela sociedade civil organizada. Em 2012, assumiu a presidência da Juventude Socialista do PDT no estado, onde permaneceu até agosto de 2015.

Também em 2012, assumiu a tesouraria nacional da juventude socialista, cargo que permanece até hoje. Assumiu o cargo de secretário de Desportos e Lazer da prefeitura de São Luís, em 2013, cargo que ocupou até julho de 2014, quando assumiu a presidência do Instituto de Previdência e Assistência do Município – IPAM, de onde saiu em fevereiro de 2016, para colocar seu nome à disposição do partido, para a disputa eleitoral de 2016.

Verde solicita à ministra da Agricultura investimentos

O parlamentar participa da V Reunião do Parlamento Amazônico.

O deputado estadual Júnior Verde (PRB) solicitou nesta quinta (25), à ministra da Agricultura, Pecuária e Abastecimento, Kátia Abreu, investimentos em projetos de parques aquícolas, de Carcinicultura, além de uma fábrica de ração e a manutenção do seguro defeso para os pescadores maranhenses. O parlamentar participa da V Reunião do Parlamento Amazônico, que reúne deputados de nove Estados da Amazônia Legal, em Palmas (TO).

Ministra Katia Abreu

Na manhã de hoje, Júnior Verde foi recepcionado pelo governador do Tocantins, Marcelo Miranda, e o presidente do Parlamento Amazônico, Sinésio Campos, no Palácio Araguaia. A programação contou com uma palestra da ministra da Agricultura, Pecuária e Abastecimento, Kátia Abreu, no Plenário da Casa.

“Na oportunidade, aproveitamos para solicitar investimentos na Maranhão para a ministra. Foi um apelo para que o Governo Federal viabilize diversos projetos, como os parques aquícolas nas barragens de Estreito e Boa esperança. Nosso Estado tem todas as potencialidades, entretanto, falta mais atenção. O desenvolvimento deste país passa pelo aumento da produtividade”, informou o deputado.

O Parlamento Amazônico é uma entidade formada por nove Estados que compõem a Amazônia Legal. Dela fazem parte os sete Estados da Região Norte, além do Maranhão e do Mato Grosso. O objetivo é deliberar sobre políticas públicas para a região.

Deputado Weverton e presidente do PDT, Carlos Lupi, participam de lançamento dos pré-candidatos do partido

Weverton ressaltou a importância da militância estar unida e preparada.

O presidente do Diretório Estadual do PDT, no Maranhão, deputado federal Weverton Rocha, e o presidente nacional do PDT, Carlos Lupi, participaram, nesta quinta-feira (25), do lançamento dos pré-candidatos da Juventude Socialista do PDT, na sede do partido, no Centro. O ato político contou com a presença dos deputados estaduais pedetistas Rafael Leitoa e Fábio Macedo, além de vários dirigentes partidários.

IMG-20160225-WA0007

O evento político teve como objetivo fortalecer o movimento em apoio às candidaturas a prefeito: Edivaldo Holanda Júnior (São Luís – reeleição), Rosângela Curado (Imperatriz), Léo Coutinho (Caxias- reeleição), Francisco Nagib (Codó), João Jorge (Centro Novo do Maranhão), Beto Pixuta (Matinha – reeleição), Amanda Muniz (Morros), Erlânio Xavier (Igarapé Grande- atual vice) e Marcelo Jorge (Godofredo Viana – reeleição); e a vereador: Alex Rocha (Timbiras), Fellip Andrade (Timon), Élcio (Cururupu), Gesse Alves (Trizidela do Vale), Carlos Lelis (Raposa), Raimundo Penha (São Luís), Pablo Lima (Coroatá) e Dennis Ribeiro (Mirinzal).

Na ocasião, o deputado Weverton ressaltou a importância da militância estar unida e preparada para as eleições de 2016. “Tenham coragem, tenham fé, não desistam da luta. A coisa mais importante de um partido é sua militância, unidade e resistência. Nada vem de graça. Quem vem para o PDT, faz parte de um partido político, que tem passado, que tem uma história, que está construindo o seu presente, sabendo qual é o seu futuro. Desejo à todos vocês, sucesso nas eleições”, disse.

Em seu discurso, o presidente Lupi destacou as lideranças que fizeram parte do quadro político do partido, enaltecendo o legado que Jackson Lago deixou no Maranhão. “O Jackson Lago é responsável por essa nova geração. Ele teve coragem e ousadia de desafiar os poderosos, de oferecer o nome dele por uma causa, que era a libertação do Maranhão. Os jovens representam a nossa esperança de que vale a pena a luta, de quebrar essa hegemonia, e decretar o fim daqueles que sufocaram e trouxeram a escravidão do povo do Maranhão. A nossa libertação está só começando”, pontuou.

A presidente da Juventude Socialista do PDT, Idalete Rodrigues, comentou que novas adesões ao partido podem acontecer nos próximos dias. “A nossa lista de candidatos ainda será ampliada após um novo mapeamento em todo o estado do Maranhão”, declarou.

Itinga: Sítio Barreiras recebe licença para dar continuidade

. O fato é motivo de alegria para os proprietários do Sítio Barreira.

Licença de Operação, documento muito esperado pelos proprietários da empresa de fruticultura, Sítio Barreiras, foi substituída provisoriamente pela LUAR – Licença Única Ambiental de Regularização, que autoriza a empresa a dar continuidade ao projeto. O fato é motivo de alegria para os proprietários do Sítio Barreiras e traz boas perspectivas para a comunidade itinguense, já que a continuidade do projeto, sem dúvidas, irá gerar mais empregos para o município.

Sem título

Desde a implantação do projeto no município de Itinga (Cajuapara), que os proprietários vêm lutando junto ao governo do estado pela regularização da documentação perante a Secretaria de Estado do Meio Ambiente (SEMA). O projeto completo consta de sete módulos e deverá gerar cerca de 800 empregos em sua primeira fase. Porém, por falta da LO, apenas um módulo foi implantado até agora, já tendo acontecido a primeira colheita.

A prefeita Vete deu todo o apoio logístico necessário para a implantação do projeto no município, dando 10 anos de isenção fiscal, já que a empresa deverá gerar 800 empregos diretos em sua primeira fase e deverá gerar cerca de dois mil empregos indiretamente até a conclusão do projeto em 2019.

fff

Juntamente com a deputado Zé Inácio e os proprietários da empresa, ela se engajou na luta junto ao governo do estado pela liberação da licença de funcionamento, já que a atividade trará empregos para o município. Outra ação benéfica foi o investimento em infraestrutura no povoado Cajuapara, onde o Sítio barreiras se instalou. Com a continuidade do projeto, a prefeita acredita que mais empregos serão disponibilizados à comunidade aumentando a renda da população e, consequentemente, gerando um aquecimento na economia local.

Situação dos quilombolas no Maranhão…

É de extrema gravidade e exige solidariedade nacional.

Palmeirândia, município da baixada Ocidental do Maranhão, é um bom exemplo do tratamento que o governo de Flavio Dino (PC do B/PSDB) e o governo Dilma (PT/PMDB) dispensam às comunidades quilombolas. Nesse município, assim como tantos outros do Maranhão, o latifúndio e o agronegócio, amparados pela opção que esses governos fizeram em favor dos ricos, resolveram intensificar os ataques aos quilombolas.  Nesse momento, a situação de dezenas de famílias quilombolas na comunidade Cruzeiro em Palmeirândia é de extrema gravidade.

foto-galeria-materia-620-i92v

Em 2010, no município de São Vicente de Ferrer, nessa mesma região, a liderança quilombola Flaviano Pinto Neto foi assassinado numa emboscada feita por pistoleiros que, segundo investigações, teriam sido contratados pelos fazendeiros Manoel de Jesus Martins Gomes e Antônio Martins Gomes.  Para garantir que o corpo de Flaviano não fosse roubado pelos assassinos e a exumação e a perícia fossem realizadas, moradores da comunidade tiverem que fazer vigília sobre o túmulo da vítima durante duas semanas. Contudo, as investigações não deixaram dúvidas quanto aos autores, intermediadores e mandantes do crime. A Juíza da Comarca do município de São João Batista, com base nas investigações, decidiu que os fazendeiros deveriam ir ao Tribunal do Júri. Porém, para surpresa geral, em novembro de 2015 os desembargadores da 3ª Câmara Criminal do Tribunal de Justiça do Maranhão (TJ-MA) inocentaram os acusados e responsabilizaram Flaviano pelo seu próprio assassinato, alegando que a vítima teria iniciado os conflitos.  

Essa decisão abriria a porteira para que os fazendeiros continuassem a cometer crimes contra os quilombolas da região na certeza da impunidade. Um desses atos foi quando jagunços invadiram as comunidades e atearam fogo nas roças dos quilombolas. Algumas lideranças para não morrer tiverem que abandonar o município, uma ficou sob a tutela da Força Nacional de Segurança, mas a maioria resolveu se organizar. Assim surgiu o MOQUIBOM (Movimento Quilombola do Maranhão) que elegeu o quilombola Flaviano como símbolo de sua resistência.

Semana passada mais uma vez jagunços ligados aos fazendeiros da região invadiram o território quilombola na comunidade Cruzeiro e no conflito um deles morreu. O ocorrido foi utilizado por fazendeiros, políticos tradicionais da região, imprensa e pela polícia para desencadear uma campanha criminosa contra os quilombolas. Como consequência dessa campanha, lideranças inocentes foram presas e quase linchadas, seis casas de quilombolas foram incendiadas, centenas de animais foram sacrificados e dezenas de famílias obrigadas a sair da região. Esses grupos querem a todo custo desmoralizar as lideranças quilombolas para enfraquecer o MOQUIBOM que tem sido um grande exemplo da reorganização da luta negra no campo e um empecilho ao avanço devastador do agronegócio.

Diante disso, nós do PSTU exigimos que o governador Flávio Dino (PC do B) intervenha imediatamente no conflito em favor dos quilombolas que são comprovadamente os verdadeiros proprietários dos territórios em disputa e evite que um banho de sangue ocorra na região. O conflito se dá em território maranhense, portanto, a omissão por parte do governador não passará de conivência com os fatos.

Responsabilizamos também o governo Dilma e o Partido dos Trabalhadores por toda essa situação e seus possíveis desdobramentos. Até Novembro do ano passado a presidenta Dilma havia titulado apenas 16 terras quilombolas em todo o Brasil em 5 anos de governo, 15 parcialmente e apenas 1 integralmente. No INCRA existem mais de 1.500 processos de regularização de terras quilombolas tramitando, a maioria destas terras encontra-se no Maranhão. Como se isso não bastasse, a previsão orçamentária do INCRA para titulação de territórios quilombolas para o ano 2016 sofreu um corte de 20 milhões, saindo de 25 milhões destinados em 2015, para irrisórios 5 milhões em 2016. Para efeito de comparação, lembramos que em 2012 esse orçamento foi de 51 milhões (dados da Lei Orçamentária Anual do governo Federal). 

A extinção da SEPPIR em 2015, o pífio orçamento de 2016 e a quantidade insignificante de terras tituladas não passa de um insulto político da presidenta Dilma aos quilombolas do país e as entidades do Movimento Negro, que, em sua maioria, continuam apoiando seu governo. Essa política mostra de que lado o PT está e deixa os povos tradicionais vulneráveis à violência no campo. Dados da Comissão Pastoral da Terra revelaram que de 1985 a 2014 houve 144 casos de assassinatos no campo no Maranhão. Até hoje nenhum mandante foi condenado.

Dilma sabe o que fez quando entregou o Ministério da Agricultura a latifundiária Kátia Abreu (PMDB-TO) que está disposta a passar por cima dos cadáveres dos povos tradicionais para consolidar a nova Fronteira Agrícola do agronegócio do Brasil, o MATOPIBA, que abrange os territórios do Maranhão, Pará, Tocantins e Bahia.  Só do Maranhão o MATOPIBA abrangerá 72% do território. A referida ministra não poupou palavras ao falar que “PARA QUE ALGUNS VIVAM, OUTROS TÊM QUE MORRER”. Infelizmente o PC do B também está dando todas as garantias para que o MATOPIBA se instale no Maranhão e que muitos pobres MORRAM para que alguns latifundiários e empresários do agronegócio VIVAM!  Eis a face mais cruel do “choque de capitalismo” tão anunciado pelo PCdoB! Desse modo, será impossível livrar o Maranhão das mazelas sociais deixadas pelos 50 anos de domínio da oligarquia Sarney quando se governa para os mesmos grupos econômicos que os sarney’s governavam.

 Por fim, entendemos que as entidades do movimento negro do Maranhão como o Centro de Cultura Negra (CCN-MA), a ACONERUQ, o Movimento Negro Unificado (MNU-MA) e o UNEGRO-MA, assim como todas as demais organizações do movimento popular, sindicatos, centrais sindicais e partidos de esquerda de todo o país se posicionem em relação ao caso que requer máxima urgência. É preciso exigir que o governador Flávio Dino e a presidenta Dilma se posicionem no sentido de evitar que uma tragédia ocorra ou serão responsabilizados pela mesma.

                                                                                                     São Luis, 25 de fevereiro de 2016

      Direção Estadual do Partido Socialista dos Trabalhadores Unificado do Maranhão (PSTU-MA).

“Caravana Mais Esporte e Lazer” vai à Paço do Lumiar

A proposta do projeto é levar cidadania e incentivo ao esporte.

A “Caravana Mais Esporte e Lazer” promove, neste final de semana, 27 e 28 de fevereiro, atividades de esporte recreativo e lazer no município de Paço do Lumiar, região metropolitana de São Luís. A proposta do projeto é levar cidadania, inclusão social, incentivo ao esporte, maior integração e oportunidade de lazer e recreação para crianças, jovens, adultos e idosos luminenses. 

No sábado (27), às 19h, a comunidade recebe sessões do Cine Esporte, com montagem de cinema, que veicula vídeos e filmes sobre temáticas esportivas. No domingo (28), a partir das 8h, acontecem as ações de lazer e práticas esportivas, como caminhadas para idosos, brincadeiras infantis, torneio de futebol para adultos, além de jogos de dama, xadrez, vôlei, tênis de mesa, basquete e diversas modalidades esportivas. 

Foto - Caravana Mais Esporte e Lazer (1)

As atividades de lazer, jogos e recreação da “Caravana Mais Esporte e Lazer” são realizadas no Ginásio Bola Esportiva e na Praça Nossa Senhora da Luz. O projeto conta com 45 colaboradores, sendo 30 do projeto e 15 contratados no município de Paço do Lumiar. 

“Democratizar o acesso à pratica esportiva e de lazer em todo estado é prioridade do governo Flávio Dino, que não mede esforços para investir em projetos que garantam inclusão social e desenvolvimento humano pelo esporte”, disse o secretário de Esporte e Lazer, Márcio Jardim. 

Por meio da Lei Estadual de Incentivo ao Esporte, a “Caravana” é patrocinada pelo Governo do Estado, por meio da Secretaria de Estado do Esporte e Lazer (Sedel), e conta com o incentivo da Companhia Energética do Maranhão – Cemar. 

São contemplados, ainda, nesta edição, os municípios de Alcântara, Alto Parnaíba, Amapá do Maranhão, Anajatuba, Arari, Bacabeira, Bacuri, Balsas, Bequimão, Buriticupu, Carutapera, Cururupu, Caxias, Edson Lobão, Parnarama, Porto Franco, Presidente Dutra, Tuntum e Vargem Grande.

Diante do possível reajuste da tarifa, Wellington solicita informações sobre a “composição de custos de passagem”

O parlamentar protocolou ofício solicitando ao SET.

Na tarde desta quarta-feira (24), o deputado estadual Wellington do Curso (PPS) posicionou-se, mais uma vez, em defesa da população de São Luís. Dessa vez, o parlamentar protocolou ofício solicitando ao Sindicato das Empresas de Transporte de Passageiros de São Luís (SET) um detalhamento da composição da tarifa de ônibus no município com a demonstração dos valores subvencionados pelo Poder Público.

Ao fundamentar a solicitação de informações sobre a composição de custos de passagem, Wellington afirmou que, em hipótese alguma, se pode admitir que a população seja punida pela má administração de recursos por parte da Gestão Municipal e, tampouco, pela ineficaz fiscalização da concessão de transporte público na capital.

IMG-20160224-WA0038

“Estamos em um cenário em que, de um lado, temos a Prefeitura de São Luís e, de outro, a população ludovicense. Entre um lado e outro, tem-se o iminente aumento nas tarifas de transporte público. Mais uma vez, tem-se a tentativa de fazer com que a população pague pela má administração de recursos. Como consequência, cogita-se o aumento da tarifa. Por não identificarmos nada que justifique tal aumento, solicitamos ao SET um detalhamento da composição da tarifa de ônibus de São Luís com a demonstração dos valores subvencionados pelo Poder Público. Só então saberemos se há ou não algo que ‘justifique’, sob o ponto de vista econômico-financeiro, que a população pague tão caro para ter acesso aos ônibus. Independente disso, o que não podemos admitir é que o trabalhador tenha que pagar para ser humilhado nas ruas de São Luís”, ressaltou.