Assalto aos cofres do Coren-MA

O atual presidente resolveu esvaziar os cofres de forma irresponsável.

Não bastasse uma votação inexpressiva na eleição do Coren realizada no último dia 01 deste ano, o que demonstrou o total descontentamento da classe com a gestão do atual presidente, Jhonny Marlon (ao lado).

Entretanto, apesar da baixa votação e o seu despreparo para conduzir a classe no Maranhão, o atual presidente do Coren até 31 de dezembro de 2016 resolveu esvaziar os cofres do órgão de forma irresponsável.

Na semana passada, ele e outros conselheiros foram para Foz do Iguaçu para realizado curso de pregoeiro, recebendo diárias, hotel e passagem tudo pago pelo COREN e fora isso pasmem o custo da inscrição foi de quase 10 mil reais, conforme publicação do Diário Oficial da União.

Este curso em nada acrescenta a gestão do órgão. Com esse fato gravíssimo, a nova gestão deverá realizar auditorias que deverão ser realizadas visando o reparo a instituição em virtude dos danos gerados de modo impensável.

E não para por aí, este blog recebeu a informação através de um funcionário da atual gestão e bem revoltado com a farra de gastos com o dinheiro dos enfermeiros que o presidente Jhonny Marlon cogita de levar 40 pessoas, tendo todas as despesas pagas ao custo de mais de 200 (duzentos mil reais) para o CBCENF que será realizado no Rio de Janeiro entre 5 e 10 de novembro, com o único objetivo de deixar o órgão sem caixa para a próxima gestão.

Este ato imoral deverá ser investigado e a classe da enfermagem que tanto sofre não vai deixar barato, pois todos os conselheiros que quase nada fizeram, agora irão receber diárias e se divertir às custas do sacrifício de toda uma classe sofre bastante e paga anuidades caras e sem retorno.

VER COMENTÁRIOS

Artigos relacionados