Em parceria com o Governo, Semapa fortalece reinserção de detentos no mercado de trabalho

Programa Rumo Certo amplia parceria entre Governo e Prefeitura na capacitação de detentos. Foi realizado na manhã dessa segunda-feira (11), no Palácio Henrique de La Rocque, a cerimônia solene de lançamento do programa Rumo Certo, do Governo do Estado, que tem como um dos parceiros a Prefeitura de São Luís. O programa tem o intuito de beneficiar pessoas presas, seus familiares e egressos, proporcionando capacitação profissional e potencializando a alfabetização e a ampliação da educação formal no sistema penitenciário do Maranhão. Assim, caberá à gestão municipal, por meio da Secretaria de Agricultura, Pesca e Abastecimento (Semapa), dar continuidade e ampliar as capacitações que já são ofertadas aos detentos.

O programa possibilitará também a implantação de hortas nos presídios da capital, com assistência técnica e acompanhamento especializado dos engenheiros de produção agrícola da Semapa em parceria com a Secretaria de Estado de Administração Penitenciária (Seap). Os órgãos já ofertam, periodicamente, cursos de capacitação na área alimentar voltados para internos das unidades de ressocialização da capital.

Durante a cerimônia, Flávio Dino falou sobre a relevância do programa e destacou os avanços no âmbito prisional do Maranhão. “Essa iniciativa, de promoção da profissionalização e educação, sem dúvida, é um enorme avanço para o sistema prisional do estado. Além disso, demonstra a preocupação dessa gestão com a plena reinserção social da pessoa presa. Muito já foi feito, mas sabemos também que ainda temos que fazer bastante”, disse o governador.

“A Prefeitura de São Luís entende a importância de propiciar a todos os cidadãos a oportunidade de aprender um ofício, de ter crescimento profissional e de integração social. Esta é uma ação efetiva, orientada pelo prefeito Edivaldo, para ressocialização dos internos e reinserção deles no mercado de trabalho, após pagarem sua dívida com a sociedade”, disse o titular da Semapa, Ivaldo Rodrigues.

SERVIDORES

Os servidores penitenciários também serão beneficiados com o programa Rumo Certo com cursos de extensão, qualificação e pós-graduação. “O Rumo Certo veio para aumentar a oferta de escolaridade e profissionalização no âmbito penitenciário. Ao todo, serão mais de 45 mil vagas ofertadas, das quais mais de 41 mil são para cursos de capacitação profissional; 2.500 voltadas a cursos preparatórios de pré-vestibular; 400 vagas para pós-graduação; e 1.500 vagas para alfabetização, isso conforme a necessidade de cada público-alvo”, explica o titular da Seap, Murilo Andrade Oliveira.

Por meio da parceria entre Governo do Estado e Prefeitura, são realizados cursos de capacitação de internos da unidade prisional do Olho d’Água, como também na Penitenciária Feminina. Os detentos aprendem a fazer compotas e geleias de abacaxi, goiaba, mamão, banana, além de doce de leite e licores de jenipapo, maracujá e abacaxi, bolos, doces e salgados. O trabalho é executado pela Superintendência de Produção da Semapa, via Coordenação de Transformação de Alimentos.

Murad lança pré-candidatura ao governo

Em reunião da Comissão Executiva do Partido Republicano Progressista (PRP), nesta terça-feira (12), foi lançada a pré-candidatura de Ricardo Murad ao governo do Maranhão, nas eleições 2018. Na oportunidade, o ex-secretário e ex-deputado apresentou a carta de compromisso com o povo maranhense, destacando os principais projetos, ações e eixos de um programa de governo para os próximos quatro anos.

“Quero ser governador para que o Maranhão tenha um tempo de paz, de solidariedade, de desenvolvimento. Quero por fim ao fisiologismo e à cooptação política com o uso do dinheiro público. Quero um tempo de oportunidade para todos, em que o mérito irá substituir a “camaradagem” e a competência a ineficiência. Quero ser governador porque me sinto preparado para isso. Quero ser governador porque o povo maranhense quer um governo de resultados, que saiba olhar para os mais frágeis e construir um futuro forte, solidário e marcado pelo desenvolvimento. Quero ser governador, porque acredito que chegou a minha vez e estou preparado!”, declarou Ricardo.

Ficou decidido ainda, no encontro, que o partido não terá candidato ao Senado e que vai priorizar as chapas dos candidatos estaduais e federais nas Eleições 2018. Nos próximos dias, a Comissão vai elaborar o calendário de visitas a todas as macrorregiões do Estado para apresentar pessoalmente a carta proposta do candidato aos maranhenses.

“É a primeira candidatura a governador lançada pelo PRP no país. Vamos trabalhar a candidatura do Ricardo e dar apoio aos pretensos candidatos a deputados estaduais e federais, focando junto aos membros do nosso partido. Temos 108 vereadores e queremos a adesão de todos para que nossa campanha cresça. A chegada de Ricardo ao nosso partido foi muito bem recebida e deu uma envergadura ao partido”, ressaltou Severino Sales, vice-presidente nacional do PRP.

Estiveram presentes os deputados estaduais Andrea Murad e Sousa Neto; a ex-prefeita de Coroatá, Teresa Murad; o senador Lobão Filho; o presidente do PRTB, Márcio Coutinho; lideranças políticas e membros da imprensa maranhense.

Eixos centrais

Na carta de compromisso, Ricardo Murad apresentou alguns pontos do seu projeto de governo focados em dois eixos centrais, o dos Direitos Sociais e o da Economia e Meio Ambiente, que serão operacionalizados através da criação do Fundo de Garantia para a Universalização dos Direitos Sociais (FGDS), a Agência Estadual de Infraestrutura Digital e o Programa “Itaqui 2018: Maranhão de Portas Abertas ao Mundo”.

Um dos grandes projetos apresentados é a construção da ponte rodoferroviária, que liga São Luís à Baixada Maranhense, onde será criada uma nova zona portuária, possibilitando terminais das ferrovias da Vale, Norte Sul e CFN,  implantação de empresas e outros empreendimentos, acabando com o isolamento de quase uma centena de municípios maranhenses, além de oferecer uma nova via de acesso para a capital.

“A ponte de São Luís à Baixada Maranhense é essencial para alavancar o desenvolvimento do nosso estado. O nosso projeto também visa construir vias expressas e modernizar as rodovias federais, estaduais e municipais, como disse, melhorando plenamente o fluxo de rodovias, ligando São Luís às capitais Belém, Fortaleza, e aqui, incentivando a Rota das Emoções; ligando Teresina, ligando também as regiões Tocantina e Sul, passando por Açailândia e Imperatriz, chegando a Carolina e Balsas, e, claro, melhorando a Rodovia da Produção entre Grajaú e Alto Parnaíba”,  ressaltou Ricardo Murad.

Saúde é vida

O ex-secretário falou ainda dos resultados alcançados e do trabalho realizado à frente da pasta da Saúde, em que destacou o avanço na assistência e no atendimento à população através do Programa Saúde é Vida.

“Em um curto período, oferecemos aos maranhenses atendimento igual aos melhores serviços de saúde públicos e privados do país. Foram 113 novos hospitais, 11 UPA’s, 7 Centros de Hemodiálise, vários Centros de Medicina Especializada e muitas outras unidades que revolucionaram a medicina maranhense. E pretendo dar continuidade a esse grande avanço, universalizando a saúde pública no estado. E como a mesma visão e empenho, tratarei as demais áreas”, concluiu o pré-candidato ao governo, Ricardo Murad.

Trajetória política

Ricardo Murad já foi deputado estadual, presidiu a Assembleia Legislativa, deputado federal, prefeito de Coroatá, Gerente Metropolitano de São Luís, Secretário de Estado da Saúde e Secretário de Estado da Segurança.

Câmara aprova contas de quatro ex-prefeitos

As contas do Executivo referentes a 1988, de responsabilidades de Gardênia Gonçalves; de 1989, 1997, 1999, 2000, 2001, de responsabilidade de Jackson Lago; de 2002 e 2004, de Tadeu Palácio; e 2013, do atual prefeito Edivaldo Holanda Júnior, foram aprovadas pela Câmara Municipal de São Luís (CMSL) na sessão ordinária desta terça-feira, 12. Diante do parecer favorável do Tribunal de Contas do Estado (TCE), era necessário quórum qualificado de 2/3 do plenário para a rejeição, mas os pareceres dos exercícios financeiros foram aprovados por unanimidade, assegurando a vitória dos gestores.

A aprovação dos balanços pela Câmara era meta do presidente Astro de Ogum que garantiu em entrevista à imprensa que pretende zerar o julgamento das contas pendentes até o final desta legislatura. Algumas análises destes processos, por exemplo, ocorrem 30 anos depois de chegar ao Legislativo.

Os pareceres das nove contas aprovadas foram colocados para apreciação após análise das Comissões de Constituição, Justiça, Legislação, Administração e Assuntos Municipais; e Orçamento, Finanças, Planejamento e Patrimônio Municipal que deliberaram tanto a respeito do parecer quanto do balanço financeiro. O entendimento dos dois colegiados seguiu a decisão do TCE (Tribunal de Contas do Estado) que encaminhou à Casa contas aprovadas com ressalvas como é o caso do exercício financeiro de Edivaldo Júnior.

Astro comentou a felicidade em poder votar contas do Executivo em sua gestão. “Eu não estou aqui administrando por mim, mas sim pelas pessoas que aqui me colocaram e por todo o povo ludovicense que sempre espera cada vez mais por uma atuação forte desta Casa”, afirmou. Segundo ele, os políticos devem representar interesses da população, e não interesses próprios.

Além de Gardênia, Jackson, Tadeu e Edivaldo, o Plenário Simão Estácio da Silveira deve votar também as contas de Conceição Andrade, João Castelo e do próprio Edivaldo relacionadas aos demais exercícios. Conforme o Tribunal de Contas do Estado do Maranhão (TCE-MA), as prestações de contas só são encaminhadas ao Legislativo após o esgotamento de todos os recursos.

O QUE DIZ A LEI?

A prestação de contas à Câmara atende o artigo 45, inciso 8º da Lei Orgânica do Município de São Luís e ao artigo 2º, parágrafo 2º, alínea “c”, do Regimento Interno da Câmara de São Luís (CMSL). A obrigação privativa das Casas Legislativas realizarem a análise das contas do Poder Executivo após o parecer do Tribunal de Contas do Estado (TCE) também é prevista nos artigos 58 e 59 da Lei Complementar Federal 101/2000.

Candidatos fogem ao debate para eleição do CREA-MA

Rita de Cássia foi uma das únicas a comparecer para o debate que não aconteceu

Cinco candidatos – Berilo Macedo, Paulo Rogério, Eufrázio Bezerra, Rogério Carlos e Walter Sousa – à presidência do Conselho Regional de Engenharia e Agronomia do Maranhão (CREA-MA) fugiram ao debate técnico programado pelo Fórum Nacional da Sociedade Civil nos Comitês de Bacias Hidrográficas (FONASC-CBH).

Na tarde de segunda-feira 11 de dezembro compareceram ao local apenas os concorrentes Vilson Silva e Rita de Cássia Cunha. Os dois, por intermédio de assessores, lamentaram a ausência dos concorrentes e consideraram deselegante o comportamento dos companheiros de pleito.
“Perderam a oportunidade de mostrar que conhecem o sistema e estão preparados para administrá-lo, com métodos e práticas renovadoras”, observou a candidata por intermédio do porta-voz. “É pena que tenhamos perdido a oportunidade de falar a muitos colegas sobre nossos planos e de como podemos resgatar o Conselho”, complementou o candidato Vilson Silva.

Repúdio – O Coordenador Nacional do FONASC-CBH, João Clímaco Soares de Mendonça Filho, e a chefe do Escritório em São Luís, engenheira civil Theresa Cristina, lamentaram a “indisponibilidade dos ausentes, que deixaram de participar de um momento ímpar da Engenharia do Maranhão”.
Os dois repudiaram o gesto e os argumentos apresentados pelos faltosos, considerando que estes foram “ofensivos e grosseiros à nossa iniciativa”. Entenderam que a ausência foi justificada por explicações “insustentáveis e incompatíveis com o Estado Democrático de Direito” e o cenário de transparência “que a nação brasileira constrói a cada dia”.

Caminhão da Juventude chega à Maiobinha para capacitar 240 jovens para o mercado de trabalho

Em evento realizado no Viva da Maiobinha na noite desta terça-feira (11) foi lançado na comunidade o projeto Caminhão da Juventude.

O Caminhão da Juventude é uma ação pioneira no Maranhão, que funciona como escola itinerante profissionalizante gratuita, promovendo a inclusão digital e capacitando jovens da cidade para o mercado de trabalho em diversas áreas.

A exemplo do que aconteceu nas regiões das Vilas e Sede, cerca de 240 jovens da Maiobinha serão capacitados gratuitamente através de cursos profissionalizantes de Web Design, Edição de Imagens, Fotografia Digital, Impressão 3D, Informática Básica, além de outros dois cursos específicos oferecidos pelo Senac, voltados à Práticas Administrativas e Excelência em Vendas.

O prefeito Luis Fernando destacou a importância de poder ofertar cursos dessa grandeza à população da comunidade, na perspectiva de fomentar a autonomia e emancipação dos ribamarenses, além de reforçar o programa como uma política prioritária da gestão. “O Caminhão da Juventude está dentro das políticas públicas que o nosso governo está desenvolvendo no sentido de capacitar e preparar os jovens de cada bairro para que ele chegue preparado tecnicamente para disputar o mercado de trabalho”, destacou.

Para o secretário Antônio Filho, a ação da gestão é muito importante porque amplia as oportunidades aos jovens e à população em geral de uma melhor qualificação para acesso ao emprego. “A atual gestão do prefeito Luis Fernando tem o foco no treinamento e desenvolvimento da capacidade intelectual dos jovens, por isso ações como esta, visam a questão social, integram, orientam e capacitam cada vez mais a população”, disse Antonio.

“O curso está sendo muito bom. A prefeitura fez um excelente negócio aqui para nós. Nosso objetivo é ganhar mais conhecimento profissional”, comentou o aluno do curso de excelência em vendas, Romilson Mendonça, 18.

Estiveram presentes no evento, o vice-prefeito Eudes Sampaio, os vereadores Cristiano Pinheiro, Paulo Alencar, Nonato Lima, além de secretários municipais e a comunidade em geral.

Júnior prestigia final da 1ª Copa Verde de Futsal, em Caxias

Realizada de 3 a 9 dezembro em Caxias, a 1ª Copa Verde de Futsal foi considerada um sucesso na região. O evento foi patrocinado pelo deputado estadual Júnior Verde, que fez questão de participar do encerramento da competição. No total, 14 equipes, sendo 8 masculinas e 6 femininas, participaram dos jogos.

A organização ficou por conta da Coordenação Municipal de Juventude, com o apoio da Prefeitura de Caxias por meio da Secretaria de Esportes. As finais ocorreram na noite do sábado (9), no Ginásio Mundico Santos, que ficou lotado. Quem primeiro entrou em quadra foram as agremiações Tamarineiro e Geo United, com vitória dos tamarineirenses por 7 a 2. Já no feminino, o Nova Geração goleou o BFC por 4 a 0 e ficou com o título.

As equipes vitoriosas e as que conquistaram a segunda e terceira colocações receberam troféus, medalhas e prêmios em dinheiro. “É gratificante presenciar tudo o que presenciei aqui em Caxias. O esporte como alavanca para política de integração da juventude. Quero parabenizar o coordenador Análio Júnior, o prefeito Fábio Gentil e todos que fizeram desta competição um sucesso absoluto. Que em 2018 nossas ações possam atingir um número ainda maior de jovens no municipal de Caxias e região”, destacou o deputado Júnior Verde.

Prestigiaram também a final da Copa Verde o coordenador municipal de Juventude, Análio Júnior; o secretário adjunto de Esportes, Adelson Pedrosa; o coordenador de Esportes, Edilberto Mathias; e a coordenadora de Esportes Femininos, Gir Rolim.

“Essa é a primeira de muitas competições que a Coordenação de Juventude pretende realizar daqui para frente. Quero agradecer a confiança do prefeito Fábio Gentil e o apoio do deputado Júnior Verde, além claro, de todo o esforço da equipe de organização que contribuíram para o sucesso da competição”, concluiu Análio Júnior.

Hildo Rocha diz que “o sabotador do Italuis foi o próprio governador”

Em pronunciamento na tribuna da Câmara federal, o deputado Hildo Rocha disse que mudanças no projeto, feitas por determinação do governador Flávio Dino são as verdadeiras causas do rompimento da nova adutora do Italuis. “Não havia necessidade de mudar o projeto. O governador mudou para receber aditivos, para faturar mais. Mudou para permitir que empresas de engenharia ligadas ao partido político dele pudessem participar da obra”, declarou Rocha.

Trapalhada e sabotagem

O deputado classificou o episódio como trapalhada. “O que que aconteceu?  A população ficou cinco dias sem água em consequência da trapalhada que o governador fez. Para tentar se justificar disse que houve sabotagem. Levou até polícia para tentar intimidar os operários. Mas, quem fez sabotagem foi ele mesmo. A verdadeira sabotagem ocorreu na mudança do projeto original”, afirmou Hildo Rocha.

Vexame

Segundo o deputado, o governador tentou usar a obra para se promover politicamente, mas terminou passando por novo vexame. “Anunciaram com estardalhaço que nos próximos 100 anos não haveria interrupção no fornecimento de água. Resultado: a cidade voltou a receber água bombeada pela antiga adutora que foi feita em 1982. O racionamento continua”, lamentou.

Atestado de incapacidade

Hildo Rocha disse que o caso denota atestado de incapacidade do governo Flávio Dino. “De 2012 a 2014, a governadora Roseana Sarney fez 90% da obra. Em três anos Flávio Dino não deu conta de terminar o projeto”, criticou.

Fiscalização

O descumprimento do prazo de entrega da obra motivou o deputado Hildo Rocha a requerer fiscalização por parte da Comissão de Fiscalização Financeira e Controle (CFFC) da Câmara federal. A vistoria aconteceu no dia 11 de julho de 2016. Na oportunidade o então presidente da Caema, Davi Teles, garantiu que a obra seria entregue em outubro do ano passado.

“Não conseguiram cumprir o compromisso. Mudaram o projeto, fizeram aditivo sem necessidade e o abastecimento de água continua precário. A obra, orçada em mais de 100 milhões de reais é para acabar com o racionamento de água em São Luis. Se isso não acontecer vou culpar única e exclusivamente o governador Flávio Dino”, garantiu Hildo Rocha.

Site classifica como bom político quem vota contra o povo

Cuidado com o site Ranking dos Políticos, se ele diz que é ruim é porque é bom para o povo. É que a avaliação deles pontua como negativa a posição de quem votou a favor do povo. Foi o que aconteceu com o deputado Weverton, por exemplo, que aparece como um dos piores porque votou CONTRA a Reforma Trabalhista, contra o congelamento dos gastos com educação e saúde, contra a terceirização, a favor do funcionário público e contra a retirada de recursos da Previdência para pagar dívida pública. Se para eles, votar a favor dessas coisas é bom, melhor então ser considerado ruim para eles e bom para o povo.

Concurso do Detran Maranhão tem inscrições abertas

Estão abertas as inscrições para o concurso público do Detran-MA, com 170 vagas para níveis superior e médio/técnico.

Vagas

Analista de Trânsito (nível superior)
2 vagas, com remuneração de R$ 4.400

Assistente de Trânsito (nível médio ou técnico)
168 vagas, com remuneração de R$ 1.400

Inscrição

O candidato poderá se inscrever até as 14h do dia 18 de janeiro de 2018, no site da Fundação Carlos Chagas.

A taxa de inscrição é de R$ 140 para nível superior e R$ 90 para nível técnico.

Podem solicitar isenção candidatos que comprovarem desemprego e renda familiar mensal de menos de R$ 100, doadores de medula óssea e doadores regulares de sangue, e nomeados pela Justiça Eleitoral.

Provas

As provas serão realizadas nas cidades de Caxias, Imperatriz e São Luís. A previsão de aplicação é para o dia 18 de março de 2018.

Os candidatos responderão questões objetivas de conhecimento geral (Língua Portuguesa, Raciocínio Lógico-Matemático e Noções de Informática, de Direito Constitucional e Administrativo e de Administração Pública), e conhecimento específico (Legislação de Trânsito e Institucional para todos os níveis e Engenharia de Tráfego para nível superior).

Saiu o edital do concurso da Saúde do Maranhão. Confira!

O Instituto AOCP divulgou  nesta segunda-feira,11, o edital para preencher as mil vagas oferecidas pela no quadro efetivo da Empresa Maranhense de Serviços Hospitalares (Emserh), responsável pela gestão de 45 unidades de saúde na capital e no interior do estado. As inscrições podem ser realizadas a partir das 08h do dia 15 de dezembro até o dia 09 de janeiro de 2018, às 23h59, por meio do site do Instituto AOCP. Nível médio e técnico custam R$ 80, já o nível superior R$ 120.

Vagas

Das vagas autorizadas, serão ofertadas 60 oportunidades na área médica em diferentes especialidades, 630 vagas para as funções de enfermeiro e de técnico de enfermagem, além de 310 vagas distribuídas para os cargos de biomédico, bioquímico, farmacêutico, fisioterapeuta, fonoaudiólogo, nutricionista, odontólogo, psicólogo, terapeuta ocupacional, técnico em saúde bucal, advogado, analista administrativo, jornalista e assistente administrativo.

Atenção

O candidato deve escolher a Regional de Saúde para a disputa da vaga no ato da inscrição. A distribuição dos candidatos aprovados no concurso será de acordo com a necessidade/conveniência das unidades de saúde nas regionais as quais os candidatos se inscreveram.

Provas 

As provas objetivas referentes ao Concurso Público serão realizadas nas cidades de Balsas (MA), Barra do Corda, (MA), Caxias (MA), Codó (MA), Imperatriz (MA), Itapecuru (MA), Pinheiro (MA), Presidente Dutra (MA), Rosário (MA), Santa Inês (MA), São João dos Patos (MA), São Luís (MA), Timon (MA) e Zé Doca (MA). A aplicação das Provas Objetivas está prevista para o dia 18 de fevereiro de 2018.

CONFIRA O QUADRO DE VAGAS

Médicos especialistas
Médico cardiologista: 8 vagas
Médico – clínica médica: 9 vagas
Médico – endocrinologia: 13 vagas
Médico – ginecologia e obstetrícia: 9 vagas
Médico – ortopedia: 7 vagas
Médico – pediatria: 10 vagas
Médico – psiquiatra: 4 vagas

Enfermagem
Enfermeiro: 30 vagas
Enfermeiro obstetra: 10 vagas
Enfermeiro UTI – Adulto: 10 vagas
Enfermeiro UTI – Pediátrica: 10 vagas
Enfermeiro UTI – Neonatal: 10 vagas
Técnico de enfermagem: 560 vagas

Área médica
Biomédico: 15 vagas
Bioquímico: 10 vagas
Farmacêutico: 60 vagas
Fisioterapeuta: 28 vagas
Fisioterapeuta UTI Pediátrica – Neonatal: 10 vagas
Fonoaudiólogo: 15 vagas
Nutricionista: 20 vagas
Odontólogo: 15 vagas
Psicólogo: 15 vagas
Terapeuta ocupacional: 15 vagas
Técnico em saúde bucal: 26 vagas

Área administrativa da Emserh
Advogado: 2 vagas
Analista administrativo: 44 vagas
Jornalista: 5 vagas
Assistente administrativo: 30 vagas