Ministério do Esporte e Governo do Estado trabalham no combate à exclusão e vulnerabilidade social

Foto 4 - Ministério do Esporte e Governo do Estado em prol do combate à exclusão e vulnerabilidade social (1)O desenvolvimento integral de crianças e jovens passa pela prática desportiva, que contribui com a formação da cidadania e garantia de melhorias na qualidade de vida. Oficializado, na quarta-feira (21), no auditório do Centro Pedagógico Paulo Freire, na Ufma, o Programa Segundo Tempo (PST) é uma iniciativa do Ministério do Esporte, em parceria com o Governo do Estado, e tem como principal finalidade promover o acesso à prática do esporte para os alunos da rede pública estadual de ensino. 

No Maranhão, o Programa beneficiará 15 mil crianças e adolescentes, entre 6 e 17 anos da Educação Básica das escolas públicas e de áreas em vulnerabilidade social dos municípios que integram a Região Metropolitana de São Luís. 

Por meio de núcleos, os estudantes participam de atividades desportivas no contraturno escolar. Ao todo, serão implantados 150 Núcleos Esportivos, sendo 101 em São Luís, 32 no município de São José de Ribamar, seis na Raposa  e 11 em Paço do Lumiar. Os espaços educacionais funcionarão como lugar para a prática do esporte, cultura e lazer, sob orientação de professores e acadêmicos prioritariamente de Educação Física. 

Para a secretária de Educação, Áurea Prazeres, a escola é espaço de formação e aprendizagem, por isso, todos têm direito de uma formação na integralidade com cultura e esporte. Para ela, o programa ‘Segundo Tempo’ vem com o objetivo de democratizar o esporte, sendo uma ferramenta de inclusão. “O ‘Segundo Tempo’ é um programa de vocês, esta é uma ação para os estudantes. Entendemos que esporte e educação são duas importantes ferramentas para o desenvolvimento dos jovens”, pontuou. 

“O Governo do Maranhão, por meio da Seduc, está acreditando no esporte como meio de transformação social. Esse é só o início de parceria com o Maranhão e será a primeira de muitas outras”, assegurou o chefe de gabinete da Secretaria Nacional de Esporte, Educação, Lazer e Inclusão Social, Célio René Trindade Vieira. 

Sob orientação dos professores e estudantes de Educação Física, os estudantes contarão com o suporte pedagógico e técnico de 310 profissionais da área, selecionados pelo Processo Seletivo Simplificado.  O secretário de Esporte de São Luís, Júlio França reforçou a importância do programa como instrumento para democratizar a prática e a cultura do esporte.

O Maranhão recebeu investimento de R$ 5 milhões para a instalação do Programa Nacional de Esporte Segundo Tempo. A Seduc encaminhou o cronograma de atividades do PST, que foi aprovado pelo Ministério do Esporte. A previsão é de que as atividades do projeto comecem em novembro deste ano. 

Estiveram presentes ao evento, os secretários de Estado, Áurea Prazeres (Educação) e Marcio Jardim (Esporte); o chefe de gabinete da Secretaria Nacional de Esporte, Educação, Lazer e Inclusão Social do MS, Célio René Trindade Vieira; o presidente do Sindicato dos Trabalhadores em Educação Pública do Maranhão (Sinproesemma), Júlio Pinheiro; secretário de Desportos e Lazer de São Luís, Julio França, representando o prefeito da cidade, Edivaldo Holanda Junior; o secretário de Cultura de Paço do Lumiar, Fernando Muniz; o secretário municipal de Governo de São José de Ribamar, Alberto Franco, representando o prefeito Gil Cutrim; representando o Legislativo Municipal, o vereador Ivaldo Rodrigues; além dos estudantes participantes do Programa Segundo Tempo.

Deixe uma resposta