Acusado de pisotear mulher, Duarte Júnior também foi denunciado por quase agredir idoso

O advogado Hildélis Silva Duarte Júnior, acusado de agredir fisicamente a senhora Maria da Paz Chaves Bertoldo, além desse...

Ex-presidente do PROCON-MA, Duarte Júnior

O advogado Hildélis Silva Duarte Júnior, acusado de agredir fisicamente a senhora Maria da Paz Chaves Bertoldo, além desse caso, também foi denunciado depois de quase agredir um idoso farmacêutico em seu estabelecimento de trabalho. Nos dois casos, a reportagem do site MaranhaodeVerdade.com obteve os documentos para comprovar a delinquência de Duarte Júnior, no passado.

De acordo com os autos obtidos com exclusividades, a acusação de desrespeito e agressões verbais sofridas pelo idoso atribuídas a Duarte Júnior, ocorreu no dia 16 de abril de 2008, no interior do Laboratório Gaspar, da Avenida Jeronimo de Albuquerque.

VEJA TAMBÉM:
Aos 16 anos, Duarte Júnior foi levado à força para depor por agressão

Segundo a polícia, o farmacêutico Antônio Pinheiro Gaspar relata que na data e horário supramencionado, quando foi chamado por uma funcionária em razão de haver a senhora a qual soube tratar-se de dona Edna Mazoro Duarte, com uma requisição de exame, a qual estava vencida.

Ainda segundo relato, Gaspar explicou a mesma que deveria retornar a Unimed e renovasse a referida requisição, mas Edna – que é mãe de Duarte Júnior – disse no momento, que estava se sentindo constrangida com a posição do farmacêutico, se referindo que o tom de voz dele, era alto, momento o qual o profissional desculpou-se de imediato.

No entanto, não satisfeita, Edna liga para o filho o qual ao adentrar ao laboratório chamou a vitima de velho decrepto, ridículo, incapaz de está naquele local, batendo no balcão, ocasião em que a vítima se afastou temendo ser agredida fisicamente.

DOCUMENTO
Baixe aqui o arquivo da acusação de Gaspar contra Duarte Júnior

Constrangido em seu ambiente de trabalho, Gaspar que foi deputado federal entre 1987-1991, resolveu denunciar Duarte Júnior na Delegacia de Proteção ao Idoso.

“(Duarte Júnior) Só não chegou às vias de fato porque o comunicante se afastou em tempo. Ressalta-se ainda que o comunicante ficou abalado tanto física, quanto moralmente, por estar em seu ambiente de trabalho, além de ser portador de gravíssimas enfermidades cardíaca”, informa o Boletim de Ocorrência nº 68/2008.

Novos documentos voltam a mostrar passado de delinquência de Duarte Junior

O caso teve seu despacho no 1º Juizado Especial Criminal no dia 26 de junho de 2008, quando em audiência de transação penal, Duarte Júnior resolveu pedir desculpas a vitima. Diante da retratação, o juiz Lucas da Costa Ribeiro Neto prolatou a seguinte sentença.

“Homologo, por sentença, para que produza seus jurídicos e legais efeitos a retratação do termo de representação e em consequência, determino o arquivamento dos autos, aplicando-se analogicamente o Art.107, VI do Código Penal”, diz o despacho.

Por incrível que pareça, o passado de Duarte, que é pré-candidato a deputado estadual nas eleições deste ano, não causa surpresa. Na verdade, sua ficha na polícia aos 16 anos por agressão, só serve para mostrar um pouco da realidade atual contra o ex-presidente do Instituto de Promoção e Defesa do Cidadão e Consumidor (Procon) do Maranhão que deixou o cargo respondendo na Justiça e no Ministério Público denúncias de possíveis ilicitudes. Mas essa é outra história que iremos abordar na próxima reportagem.

Leia outras notícias em MaranhaoDeVerdade.com. Siga, também, o Maranhão de Verdade no TwitterInstagram e curta nossa página no Facebook. Envie informações à Redação do Site por meio do WhatsApp pelo telefone (98)  992205852 ou através do e-mail: [email protected].

VER COMENTÁRIOS

Artigos relacionados

aplikasitogel.xyz hasiltogel.xyz paitogel.xyz
%d blogueiros gostam disto: