Quem fala o que quer, ouve o que não quer […]

Enviada especial do blog, Franciane Araújo.

Toda ação provoca uma reação e muitas vezes ela não é do nosso agrado. Há um ditado popular bem conhecido que exprime bem essa verdade: “Quem fala o que quer, ouve o que não quer”. Porque a verdade em algumas circunstâncias dói. Principalmente quando ela é dita em resposta a alguma acusação e pega de surpresa. Isso mesmo!

Outro ditado que cai como uma luva para o que aconteceu no Sindicato dos Trabalhadores e Trabalhadoras Rurais de Caxias na tarde da última Terça-feira (29) é aquele “Roupa suja se lava em casa”. Pois bem meus amigos, com aproximidade da eleição para Presidência do Sindicato a troca de farpas foi intensa entre os candidatos a presidência. Segundo pessoas que presenciaram o fato, houve até agressões físicas. Pasmem! Tapas e mordidas não faltaram.

Há bocas que dizem que um dos candidatos baixou a cabeça de tanto ouvir o que não queria. O fato é que um dos membros da Chapa 2 sabe demais. Ou melhor, rasgou o verbo em alto e bom tom. Os que passavam a quilômetros de distancia puderam ouvir. Berros, ameaças e até as “verdades secretas”. Uma novela que está longe de terminar. Walcyr Carrasco, Glória Peres e Gilberto Braga não tem noção da trama que ocorre na pequena Caxias.

03Se antes a disputa era apenas pela cadeira da presidência, agora é questão de honra. Até por que o resultado desta eleição interfere diretamente no pleito de 2016. O candidato opositor a atual diretoria conhecido popularmente como “Bodozinho” ganhando ou perdendo ameaça diretamente a reeleição do Vereador Neto do Sindicato (PT). Porque todos sabem que lá é um de seus redutos. Mesmo Neto do Sindicato conseguindo dar sequencia ao poderio de 20 anos terá sérios problemas. O fato é que a Oposição cresce a cada dia. O que pode enfraquecer o Parlamentar nas eleições do ano que vem.

Façam suas apostas. Quem leva a melhor? O oligarca ou o “sangue novo”?

Deixe uma resposta