Caos na saúde pública do Maranhão: UPA do vinhais tem idosa em condição subumana com AVC sem medicação necessária

A idosa pede socorro precisamos que a justiça faça valer o direito.

Flávio Dino e Carlos Lula tem brincando com a saúde da população maranhense…

Uma idosa de 87 anos, sofreu um acidente vascular cerebral (AVC), está com lado esquerdo todo paralisado e o mais absurdo e essa idosa está sofrendo com o descaso da UPA do vinhais, onde o único medicamento existente em sua prescrição é ranitidina.

Ela se encontra na sala de medicação numa cadeira sentada sem a mínima condições e o seu quadro de saúde e complicado e ainda está exposta num ambiente onde o risco de 100% de pegar uma pneumonia e que seu leito e é considerado uma poltrona de medicação e local que está internada seria a sala de medicação da UPA, entao depois de varias tentativas sem sucesso e cansados de esperar pelo efetivo sistema de saúde do Maranhão temos que obrigar o estado a cumprir um direito essencial que é a saúde.

A UPA do vinhais, solicitou um exame que o estado não tem um em sua oferta da Saúde simples doppler venoso no membro inferior. Porém afirmaram que para procedimento de transferência este essas é fundamental, ora senhores sabemos que o que regula os pacientes e o sistema de regulação e que é diariamente atualizado vale ressaltar que está senhora de 87 anos está desde domingo (15), nessa situação, agora para dificultar colocam este exame como empecilho, sendo que o que regula o sistema é quadro clínico do paciente que é atualizado pelo médico.

Agora o pior que além de não ofertar o exame a UPA nega o direito da paciente em ir a uma clínica particular para resolutividade do seu caso. “Eles afirmaram que a clínica particular não faz parte da rede do estado”, certo mais seu local de origem é uma UPA responsabilidade de transferência e do estado e assegurar a resolução do caso.

A família tenta levar mais necessita de uma autorização para saída e retorno da paciente, porém negada pela UPA pois não quer se responsabiliza pela transferência. Qual desfecho necessário para essa história? Se fosse uma pessoa ligada à política em um minuto até o GTA teria feito essa remoção ou teria entrado no Hospital Carlos Maceira sem nem está no sistema de regulação. A idosa pede socorro precisamos que a justiça faça valer o direito à vida a saúde e o idoso. Agora o que nos deixa revoltado que nem a medicação tem na UPA imagina esse exames.

VER COMENTÁRIOS

Artigos relacionados