Silêncio de Othelino Neto levanta suspeita de recebimento de propina

O presidente da Assembleia Legislativa do Maranhão, deputado Othelino Neto (PCdoB) adotou o silêncio como estratégia após o surgimento de uma carta escrita do próprio punho pelo médico piauiense Mariano de Castro Silva, encontrado morto na quinta-feira (12) em seu apartamento no bairro Ininga, na Zona leste de Teresina (PI).

LEIA TAMBÉM: Em carta, médico afirma que Othelino Neto recebia participação em contratos do Hospital de Monção

Segundo apurou o site Maranhão de Verdade, o que mais incomodou o comunista foi o fato de as revelações terem coincidência com as investigações da Operação Pegadores, deflagrada em novembro do ano passado pela PF.

Na época, o relatório preliminar chegou a apontar para uma espécie de parceria entre o médico e assessor técnico da Secretaria de Saúde, Mariano de Castro e Silva, e um deputado estadual pelo PCdoB. Segundo o inquérito, o parlamentar teria atuado numa rede criminosa de indicações de empresas. Um dos contratos levou a PF numa linha extremamente comprometedora, na qual o médico Mariano acabou sendo descoberto atuando em favor da empresa Quality Serviços Médicos Ltda, registrada em nome de Antônio José Matos Nogueira.

Segundo a Polícia Federal, Antônio Nogueira disse que a empresa foi aberta a pedido de uma pessoa identificada como Thiago, cunhado de Mariano Castro Silva. A empresa recebia dinheiro do Instituto de Desenvolvimento e Apoio à Cidadania (IDAC), investigada em outra operação: a “Rêmora”.

No manuscrito atribuído ao homem apontado como cérebro do esquema que desviou R$ 18 milhões da Saúde do Maranhão foi revelado que o chefe do legislativo estadual recebia uma a ‘participação’ que era dividida com o medico Leonardo Sá, ex-vereador de Pinheiro.

“Naquele momento o pai de Leonardo Sá (Dr. FCO Sá) estava lá na anestesia…. e Leonardo e Othelino receberia mensalmente uma participação… depois de um tempo, Dr. Fco Sá colocou outra empresa… Estava no inicio da inauguração do hospital de Pinheiro e Leonardo pediu para eu encaminhar os dados de uma empresa para ele resolver com a Acqua… abrindo uma ou colocando uma já existente… Lá foi briga demais… não fiquei sabendo como foi… apena mandei e-mail“, disse o médico que foi um dos presos durante a operação Pegadores.

TV JÁ APONTAVA INDÍCIOS
A carta que contém revelações sobre o suposto envolvimento de Othelino com as entranhas da corrupção na Secretaria de Estado da Saúde não causa surpresa, apesar das graves denúncias existentes.

Em novembro do ano passado, uma reportagem da TV Meio Norte, de Pinheiro, já apontava para um elo entre um deputado do PCdoB com Mariano. A divulgação do manuscrito atribuído ao operador do esquema da Saúde serviu para reforçar ainda mais as ligações entre eles. O silencio do chefe do legislativo estadual levanta suspeita para sua participação no esquema.

Weverton diz que Juventude precisa de oportunidades

O deputado federal Weverton participou nesta sexta-feira (13) da inauguração do Centro de Esportes e Lazer Unidos pela Paz, na Jordoa.

O espaço oferecerá práticas esportivas diversas, como jogos em quadras, judô, jiu-jítsu e até zumba para a terceira idade.

Weverton elogiou a iniciativa do governador Flávio Dino que, atuando em parceria com a comunidade e com o prefeito de São Luís, Edivaldo Holanda Júnior, está ampliando serviços em comunidades mais carentes. Ele também disse que “os jovens precisam de oportunidade é isso começa pela educação, esporte e lazer”.

Ruas asfaltadas

Ao sair da inauguração, o deputado foi abordado por moradores que pediam que o Mais Asfalto, iniciado no bairro, chegasse também às Travessas I, II e III da União.

Weverton voltou ao local com o secretário estadual de Infraestrutura, Clayton Noleto, que anotou as demandas e se comprometeu a asfaltar as rua.

Luis Fernando assina ordem de serviço para a reconstrução do Parque da Campina

Dando sequência ao processo de reconstrução dos aparelhos públicos que foram destruídos em São José de Ribamar, na gestão anterior, o prefeito Luis Fernando Silva, assinou na última sexta-feira (13) Ordem de Serviço para reconstrução do Parque da Campina. O equipamento, que compreende um terminal de ônibus, quadra esportiva, praças e outros aparelhos públicos, será totalmente reconstruído e ganhará uma academia da Saúde.

Construído na gestão anterior do prefeito Luis Fernando, o Parque da Campina estava abandonado pelo poder público e apresenta uma série de problemas estruturais, por falta de manutenção. No ano passado, no primeiro ano da gestão atual, alguns pontos receberam manutenção. Agora, com a Ordem de Serviço dada pelo prefeito, o Parque será totalmente reconstruído.

O terminal, quadra, praça, banheiros e quiosques serão reconstruídos. “Infelizmente o dinheiro que vamos investir aqui era para estarmos fazendo outra obra, não reconstruindo. No máximo faríamos uma manutenção. Mas por responsabilidade com o patrimônio público vamos refazê-lo, como já fizemos com muitos outros aparelhos que estavam destruídos por irresponsabilidade e falta de compromisso da gestão anterior”, comentou o prefeito Luis Fernando.

Presente na solenidade, o vereador Osvaldo Brandão, morador da região, elogiou a iniciativa do prefeito Luis Fernando. “A reconstrução do Parque da Campina foi um dos primeiros pedidos que fiz na Câmara para o prefeito Luis Fernando. E hoje fico com muito feliz com o começo definitivo dos trabalhos”, comemorou.

Para o vice-prefeito Eudes Sampaio, “a responsabilidade, o comprometimento e dedicação do prefeito Luis Fernando na reconstrução do município não poderiam deixar de fazer com que ele não olhasse para esta região que tem um aparelho público tão bonito e tão útil para a comunidade. E é nesse ritmo que vamos continuar, reconstruindo e devolvendo o orgulho da população de ter uma cidade bonita, limpa e bem cuidada”.

Participaram ainda da solenidade, além do vereador Osvaldo Brandão (PMDB), os vereadores Professor Cristiano (SD), Nádia Barbosa (DEM), Nonato Lima (PDT) e presidente Beto das Vilas (PV), e  ainda secretários municipais e moradores da região.

Caxias é a cidade que mais investe em infraestrutura no Maranhão

Caxias tem se destacado como o município que mais investe em infraestrutura com recursos próprios no Maranhão. Desde que assumiu a administração em 2017, o prefeito Fábio Gentil imprimiu um ritmo de trabalho com sua equipe de governo para transformar a cidade em um canteiro de obras.

O poder público municipal continua as reformas em todos os prédios públicos municipais: Unidades Básicas de Saúde, escolas, secretarias, praças, terminais rodoviários, mercadinhos, unidades hospitalares, como a UPA e o Hospital Geral, dentre outros.

“Tanto na zona urbana, quanto na zona rural estamos reformando os postos de saúde, muitos deles estão sendo entregues sem inauguração. Gradativamente vamos reformar todos os prédios públicos com recursos próprios”, ressalta Murilo Novais, secretário de Infraestrutura de Caxias.

Além das reformas, 05 grandes obras foram anunciadas logo nos 100 primeiros dias de governo, que aos poucos vão sendo entregues à população. Os recursos investidos ultrapassam R$ 25 milhões. A primeira obra inaugurada foi a Praça Dom Luís Marelim. O logradouro público envolve beleza e tecnológica, transformando-se em uma das mais belas áreas de lazer e entretenimento da cidade, com fonte luminosa tecnológica e musical, academia ao ar livre, anfiteatro, pistas para caminhada, dentre outras novidades.

As demais obras anunciadas estão em pleno andamento; o Shopping da Gente, no Centro de Caxias, vai abrigar mais de 300 permissionários que hoje vendem seus produtos a céu aberto nas vias públicas da cidade; o Mirante da Balaiada, que vai transformar visualmente o Morro do Alecrim, tornando o lugar um grande ponto turístico bem ao lado das ruínas da Balaiada; o Complexo Municipal de Saúde, que vai servir aos mais de 50 municípios que fazem parte da macrorregião de Caxias, além dos Portais de Entrada da cidade, que vão apresentar Caxias para as pessoas que passam pela BR-316. São obras que estão gerando emprego e renda na construção civil, movimentando o mercado local neste setor.

A Secretaria de Infraestrutura, que também congrega as secretarias adjuntas de Limpeza Pública, Urbanismo e Transportes, está entregando obras na área da mobilidade urbana, como a implantação da sinalização vertical e horizontal da cidade, sendo que alguns trechos estão recebendo iluminação moderna em LED, a exemplo da Avenida Alvorada, no Mutirão. Em breve, a avenida do retorno da Volta Redonda à entrada da Vila Paraíso também será contemplada.

A cidade de Caxias também é conhecida em todo país por ter realizado pela primeira vez o Natal Iluminado, um investimento de mais de R$ 2 milhões de reais que, no mês de dezembro de 2017, foi o centro das atenções no Estado e no Nordeste ao enfeitar a cidade com iluminação especial, encantando turistas e caxienses.

Nas zonas urbana e rural, os trabalhos são percebidos. A primeira das 04 pontes em construção já foi entregue no povoado Usina Velha. As outras três estão em andamento no bairro Raiz; no povoado Esperança, 1º distrito de Caxias, e outra ligando os bairros Pampulha e Luiza Queiróz. Cada obra está orçada em R$ 45.379,64, também com recursos próprios.

“Era um sonho de mais de 30 anos da comunidade. Além de melhorar a trafegabilidade, nós iremos diminuir os índices de acidentes que ocorrem na MA-034. Vamos reduzir a distância para o Centro da Cidade”, afirma Fábio Gentil, prefeito de Caxias.

Ainda na zona rural, quase 200 km de estradas vicinais foram recuperadas no primeiro ano de gestão do prefeito Fábio Gentil, trabalho que será intensificado com o apoio do INCRA e do deputado federal Cleber Verde, a partir de abril, com a recuperação de 100 km de estradas nos assentamentos do Município.

Uma das últimas ações da Secretaria de Infraestrutura, em parceria com o Governo do Estado, é a implantação de R$ 5 milhões em asfalto na cidade, onde a Prefeitura de Caxias está definindo as ruas que serão beneficiadas. Os primeiros 12,5 km de asfalto já foram aplicados nas ruas e avenidas do Residencial Eugênio Coutinho, que recebe pavimentação pela primeira vez após 8 anos de inauguração.

“Aqui não tinha asfalto, tinha sido apenas recapeamento para colocar asfalto. Hoje é uma alegria pra gente. Eu agradeço ao prefeito Fábio Gentil, porque eu tenho certeza que têm outros bairros que precisam, mas ele olhou pelo nosso bairro”, agradece Maria de Lourdes, moradora do Eugênio Coutinho.

O asfaltamento segue a todo vapor no bairro Antenor Viana, que volta a ter as ruas e avenidas asfaltadas após 11 anos; após a finalização no Antenor Viana, as melhorias serão levadas ao bairro Cangalheiro.

“Todos estão trabalhando no mesmo propósito, fazer com que a cidade desenvolva! As novas obras estão acontecendo, os investimentos que o município está fazendo estão mudando a vida de cada caxiense”, diz o prefeito Fábio Gentil.

Hoje, 14 de abril, os caxienses receberam mais um presente da administração municipal. O Mirante da Balaiada será mais um cartão postal da “Princesa do Sertão”, que vai encher os olhos dos caxienses e turistas, seja pela beleza das linhas arquitetônicas, seja pela usabilidade que o Morro do Alecrim terá .

“Eu tenho certeza que nós conseguiremos bem mais ainda, com o amor que a gente tem pelo município, com a dedicação que a gente tem com essas obras, com esse grupo que está trabalhando num mesmo propósito. Temos condições de almejarmos algo maior e nós vamos conseguir”, acredita o prefeito de Caxias.

Justiça suspende eleição da Câmara de São Luís e declara nula emenda que veda reeleição

O desembargador José Jorge Figueiredo dos Anjos concedeu, neste domingo (15), pedido de tutela cautelar formulado pelo Diretório do PSL no Maranhão, comandado pelo vereador Chico Carvalho, para suspender a eleição da Mesa Diretora da Câmara Municipal de São Luís, biênio 2019/20, que deveria ocorrer hoje.

O partido interpôs recurso de Agravo de Instrumento no Plantão Judiciário de 2º grau, com pedido de efeito suspensivo para modificar sentença proferida pelo desembargador Jamil Gedeon que manteve a realização do pleito para este domingo e a proibição da reeleição dos atuais membros do colegiado.

PRECEDENTE NO TRIBUNAL

Em sua decisão, o magistrado afirmou que já existe um precedente no próprio tribunal reforçando seu entendimento sobre a “emenda que não cumpre o interstício ela é inconstitucional”. Ou seja, o próprio TJ-MA já entende isso,

Em carta, operador de esquema que suicidou-se pede perdão à mãe

O médico investigado pela policia federal em esquema de corrupção na saúde do Maranhão, Mariano de Castro e Silva, que foi encontrado morto por asfixia em seu apartamento em Teresina na última quinta-feira, deixou um carta escrita do próprio punho pede perdão à mãe.

LEIA TAMBÉM:  Em carta, médico afirma que Othelino Neto recebia participação em contratos do Hospital de Monção

“Peço perdão a todos… Principalmente minha mãe. Eu não preciso e por amizades não adequadas terminei ajudando no erro… Vou pagar pelo erro… É justo… Mas o importante é o aprendizado… Estava vivendo sempre com o coração apertado… Estou melhor”, diz Marino.  Veja abaixo o trecho da carta.

Wellington convoca governador e seus secretários para conhecerem a realidade das escolas do MA

Se de um lado há a publicidade enganosa do governador Flávio Dino e seu secretariado; do outro, há a realidade enfrentada por professores e estudantes de escola pública. Foi essa situação que o deputado estadual Wellington do Curso citou ao convocar o Governador e seus secretários para conhecerem a realidade das escolas do Maranhão.

Um dos motivos da convocação é o projeto “De Olho nas Escolas”, que é desenvolvido por Wellington, que o fez comprovar que, na propaganda, a escola consta como reformada, mas na realidade as escolas receberam, apenas, uma “mão de tinta na parte de fora do muro e pintaram a logomarca do governo”.

“Na última semana, estive no Centro de Ensino Joaquim Gomes de Sousa, localizado na Cohab, em São Luís. O Governador proibiu, inclusive a minha entrada. Sabem por quê? Porque, no papel, na publicidade deles, essa escola sofreu já duas reformas. Isso mesmo: 2 reformas. Governador Flávio Dino, diferentemente de Vossa Excelência, eu não trairei professor e, muito menos, estudante de escola pública. Quem defende o Governo está aí dizendo que é invenção. O próprio Governador, por meio dos seus secretários, vem a me convidar para visitar gabinete. Flávio Dino, respeite! Diferente de vocês, eu não sou de gabinete. Eu sou de rua. Segunda-feira, dia 16, estarei novamente na escola da Cohab. Venha! Venha conhecer a realidade das escolas do Maranhão”, disse Wellington.

Para fins de formalização, Wellington apresentou um requerimento solicitando que a Comissão de Educação acompanhe na visita de inspeção à escola. De imediato, o presidente da Comissão, deputado Roberto Costa (MDB), aprovou a proposta e afirmou que a visita seria acompanhada pela Comissão de Educação do Parlamento Estadual. A visita acontecerá na segunda-feira, dia 16, às 14h.

Caxias presta assistência às famílias que tiveram casas alagadas

O Rio Itapecuru amanheceu em Caxias, nessa quarta-feira (11), com três metros acima do nível normal após forte chuva na noite anterior, levando a cidade a uma situação de emergência. O prefeito Fábio Gentil mobilizou toda sua equipe de governo para prestar total assistência às famílias.

“Nós temos um protocolo da Defesa Civil, estamos agora na situação de emergência, depois passa por uma situação mais crítica, que é de calamidade pública; esperamos não chegar a esse ponto!”, explicou Capitão Malheiros, coordenador da Defesa Civil Municipal.

A forte chuva alagou ruas, invadiu casas e afetou escolas. Os locais mais atingidos estão nos bairros Galiana, Salobro e Ponte, próximo ao Parque da Cidade, na rua Beira Rio. O muro do Ginásio de Esportes Governador João Castelo desabou sobre um veículo, por sorte ninguém ficou ferido.

Os profissionais da Secretaria de Infraestrutura, com máquinas e caçambas, retiraram os escombros e iniciaram os trabalhos de reconstrução. O secretário de Infraestrutura, Murilo Novais, falou sobre os trabalhos de reparação aos danos causados nas zonas urbana e rural.

“Já detectamos com a Defesa Civil os pontos mais críticos, estamos trabalhando; temos máquinas se deslocando para a estrada da Boa Hora, onde caiu uma ribanceira”, ressaltou o secretário.

O período chuvoso vai até o mês de maio, até lá o trabalho de monitoramento e assistência às famílias vai continuar sendo realizado pela Defesa Civil e demais secretarias municipais.

“A Prefeitura está fazendo o que é possível, inclusive a remoção dessas pessoas para um local seguro”, frisou Pedro Marinho, secretário de Meio Ambiente e Defesa Civil.

O prefeito Fábio Gentil acompanhou de perto os trabalhos e a remoção da primeira família que solicitou ajuda. Esta é a segunda vez que dona Josimar Machado, residente no bairro Ponte, precisa se mudar para casa de parentes por conta da elevação das águas do Rio Itapecuru.

“A água começou entrar em minha casa por volta das 08h da noite; nós começamos a tirar as coisas da cozinha e colocar na sala. Vou pra casa de minha irmã, aqui mesmo no bairro Ponte”, disse Josimar Machado, que foi removida do local de risco com auxílio da Defesa Civil.

A Secretaria de Assistência e Desenvolvimento Social também esteve no local cadastrando as famílias.

“As famílias que têm suas casas perdidas, ou com risco de inundação, nós estamos tirando e fazendo o cadastramento para que elas recebam o apoio das secretarias de Saúde e Assistência Social”, ressaltou o professor Chiquinho, secretário adjunto de Assistência e Desenvolvimento Social.

O prefeito Fábio Gentil garantiu que a Prefeitura de Caxias tomará todas as medidas necessárias para que as famílias atingidas sejam assistidas.

“Veio pra cá a Defesa Civil para emitir um relatório e, através desse relatório, vamos tomar as medidas cabíveis. De imediato, percebemos algumas casas em risco de desabamentos e vamos retirar essas famílias, adequá-las em local específico até que essas águas baixem e elas tenham condições de retornarem às suas casas”, destacou Fábio Gentil, prefeito de Caxias.

Em casos de emergência, a população pode entrar em contato com os seguintes números: Corpo de Bombeiros- 193, Defesa Civil- (99) 34218513/ 999358202/ 981451382 e Assistência Social- (99) 35211100.

Weverton visita cidades atingidas pelas chuvas

O deputado federal Weverton (PDT) esteve, nesta sexta-feira (13), com o governador Flavio Dino (PCdoB) nos municípios de Pedreiras e Trizidela do Vale, dois dos mais afetadas pelas fortes chuvas dos últimos dias no estado. Em conversa com os moradores e políticos da região o pedetista afirmou que a prioridade agora é o restabelecimento dos principais serviços nesses municípios. “No momento difícil que o país atravessa, a solução para resolver os problemas está em estabelecer parcerias. E, neste caso, é uma irmandade mesmo – todo mundo junto pelas famílias que estão precisando muito, neste momento, de apoio e de solidariedade”, disse Weverton. Ele ressaltou que este é um momento de reconstrução, de pedir muita proteção a Deus e, acima de tudo, oferecer a assistência necessária aos municípios e aos desabrigados para o enfrentamento dessas dificuldades.

O parlamentar e a comitiva do governador também participaram de uma conversa que reuniu os prefeitos de Pedreira, Antônio França, e de Trizidela do Vale, Fred Maia, e lideranças locais. Na oportunidade, Flávio Dino anunciou que, além de tudo o que já vem sendo feito para minimizar os danos, os municípios afetados também poderão receber os benefícios do “Cheque Minha Casa”, especialmente estendidos para ajudar aquelas famílias que tiveram suas casas e seus bens destruídos pelas forças das águas. Cada família receberá o auxílio conforme a avaliação dos danos feitas pela Defesa Civil, podendo chegar ao valor de R$ 5 mil.

Liberação de emendas

Na quarta-feira, Weverton defendeu, no Plenário da Câmara dos Deputados, que o Governo Federal libere em regime de urgência as emendas destinadas aos municípios castigados pelas cheias, para que as prefeituras possam realizar ações de apoio às vítimas da enchente.

Em audiência articulada com o também deputado André Fufuca (PP), Weverton esteve com o ministro dos Transportes, Valter Silveira, e o diretor do DNIT, Halpher Rosa, para tratar da situação do trecho da BR-135, cortada entre Presidente Dutra e Dom Pedro. “Saímos da reunião com a garantia de que o problema será resolvido nos próximos dias, restabelecendo a normalidade na rodovia”.

Por fim, em uma reunião com o secretário Nacional de Proteção e Defesa Civil, Renato Ramlow, e o secretário substituto do órgão, Élcio Barbosa, a bancada maranhense, discutiu a situação das regiões alagadas pelas chuvas no Maranhão, em busca de soluções e medidas de apoio às vítimas da enchente.

Desabrigados

Na visita que fez, Weverton teve a oportunidade de conversar com algumas das pessoas que estão em abrigos nos dois municípios. Dona Margarida Lopes, moradora da Trizidela, contou que quando percebeu que o rio já estava chegando em seu quintal, tratou de retirar o que pode de dentro da sua casa e mesmo assim perdeu um guarda-roupas, uma estante e um armário. “Moro com um filho e dois netos – um deles é especial, pois não fala”, relatou a mulher, lamentando que esta seja a terceira vez que precisa sair de sua casa por causa das enchentes. As outras duas foram em 2009 e 2011.

Dona Vanusa Passedônio, também moradora de Trizidela do Vale, está em um abrigo no ginásio esportivo da cidade com o marido e os sete filhos. “Minha maior dificuldade agora é que não estou podendo levar minhas filhas para a escola, pois não tenho dinheiro para nada”, lamentou a mulher. Atento às queixas dos desabrigados, Weverton se comprometeu a falar com o prefeito Fred Maia para que o mesmo disponibilize o transporte das crianças que estão nesses abrigos para a escola.

De acordo com o último levantamento da Defesa Civil nesta sexta-feira, 11 municípios maranhenses foram afetados pelo grande volume de chuvas dos últimos dias, resultando em muitos estragos e centenas de desabrigados.

Em carta, médico afirma que Othelino Neto recebia participação em contratos do Hospital de Monção

Othelino Neto e Mariano de Castro
Othelino Neto e Mariano de Castro

Em carta escrita do próprio punho, o médico piauiense Mariano de Castro Silva que foi encontrado morto nessa quinta-feira (12) em seu apartamento no bairro Ininga, na Zona leste de Teresina, afirma que o presidente da Assembleia Legislativa do Maranhão, deputado Othelino Neto, teria acertado uma participação nas propinas pagas por uma empresa indicada por ele para prestar serviços ao Hospital Geral de Monção.

No documento conhecido nesta sexta-feira, 14, a que o site MARANHÃO DE VERDADE teve acesso, Mariano afirma que a ‘participação’ que o chefe do legislativo estadual recebia era dividida com o medico Leonardo Sá, ex- vereador de Pinheiro.

“Naquele momento o pai de Leonardo Sá (Dr. FCO Sá) estava lá na anestesia…. e Leonardo e Othelino receberia mensalmente uma participação… depois de um tempo, Dr. Fco Sá colocou outra empresa… Estava no inicio da inauguração do hospital de Pinheiro e Leonardo pediu para eu encaminhar os dados de uma empresa para ele resolver com a Acqua… abrindo uma ou colocando uma já existente… Lá foi briga demais… não fiquei sabendo como foi… apena mandei e-mail “, disse o médico que foi um dos presos durante a operação Pegadores.

Na carta, Mariano deletou ainda que esse contrato teria sido submetido à ex-secretária adjunta de Saúde, Rosângela Curado, que também foi uma das pessoas presas durante a Operação Pegadores, deflagrada em novembro do ano passado pela PF. De acordo com Mariano, o aval para o contrato ocorreu depois de uma conversa de Rosângela com o próprio Othelino.

Carta escrita do próprio punho do medico
Carta escrita do próprio punho do médico

“Depois de uma conversa da Rosangela com Otelino (sic) e Luiz, sobre a possibilidade de colocar a empresa em Monção… Aí Otelino (sic) disse que seria (sic) todas as especialidades lá no hospital de Monção… “, declarou.

DIFICULDADE NA CONTRATAÇÃO
O médico também afirma houve uma dificuldade com o esposo [Jesiel Araújo] da então diretora da unidade de saúde e o contrato acabou sendo dividido entre a empresa indicada pelo presidente da Assembleia e outra indicada pela diretora do hospital, identificada por Jane Araújo.

“Houve uma dificuldade com o esposo de Jane (então diretora) e terminou sendo dividido os grupos médicos, sendo metade para uma empresa de Jane e metade para a empresa de Otelino…”, revelou.

No documento bombástico divulgado na imprensa, Mariano conta como se deu sua transferência para Barra do Corda. Segundo o delator, isso ocorrer por conta de uma briga, após a inauguração do Hospital de Pinheiro. Ele não deu detalhes da confusão, mas coincidentemente, a briga deve ter relação com Othelino e Leonardo, ex-aliados que hoje são adversários.

Na próxima matéria, vamos continuar revelando mais detalhes desta delação que atinge em cheio a alta cúpula do Palácio Manuel Beckman.