Tecnologia e o futuro do Maranhão

Rubens
Rubens Pereira Jr é advogado, deputado estadual, eleito deputado federal pelo PCdoB

O Maranhão tem um caminho de desenvolvimento a trilhar, no qual a pesquisa científica e a popularização da tecnologia têm papel central. Isso passa pelo aproveitamento dos potenciais já instalados em nosso estado – ou seja, pelo estímulo à agroindústria e pela potencialização da produção industrial já existente. E também pelo aproveitamento do fato de estar em nosso estado o mais bem localizado centro de lançamento de foguetes do planeta.

Nossas vocações agrícolas são por demais conhecidas, bem como o ativo comércio de nossos centros urbanos e a crescente indústria de nosso estado, que no governo de Flávio Dino começa a ter um canal de diálogo direto para buscar formas de apoio. Agora é o momento de aproveitar esses potenciais já instalados para desenvolver nosso estado, gerando riquezas para o povo maranhense.

Além disso, temos a sorte de contar em nosso território com um dos melhores locais do planeta para acessar o espaço sideral. A apenas dois graus da linha do Equador, o Centro de Lançamento de Alcântara (CLA) é um dos mais bem posicionados do mundo, tendo realizado mais de 450 lançamentos de foguetes nos últimos 30 anos.

Mas seu potencial é ainda mais impressionante, apesar de pouco explorado, por razões tecnológicas e logísticas. Para superar essas barreiras, o governador Flávio Dino visitou o centro, acompanhado de secretários do seu governo, tendo sido o primeiro governador do estado a realizar tal proeza, que deveria ser rotineira, diante da importância do CLA. Teve ainda reunião esta semana que passou com o ministro da Ciência e Tecnologia Aldo Rebelo.

Nas próximas semanas, também estarei com o ministro para levar a ele as demandas apresentadas durante o I Debate Tecnológico Maranhense, realizado na Assembleia Legislativa, em parceria com o deputado indicado secretário estadual de Ciência e Tecnologia, Bira do Pindaré, e com participação do deputado federal eleito Julião Amin e do vice-governador Carlos Brandão, bem como do diretor do CLA, coronel aviador Cláudio Olany, prof. Dr. Areolino Almeida, e do reitor do Instituto Federal do Maranhão (IFMA), professor doutor Roberto Brandão Ferreira.

Vamos trabalhar pela articulação com os Ministérios de Ciência e Tecnologia e o de Educação para que o IFMA tenha uma linha de pesquisa ligada à política aeroespacial brasileira, para que a presença do CLA em nosso estado seja uma alavanca para o desenvolvimento da tecnologia. Podemos pensar em pós-graduações stricto sensu ligadas à área, sem deixar de sonhar, por que não, em um departamento do ITA em nosso estado. Hoje, tudo é produzido no interior de São Paulo, para ser lançado por aqui!

Indispensável, de toda forma, que aumentemos o sentimento de pertencimento do CLA. O maranhense deve ter orgulho, como o potiguar tem em relação ao CL da Barreira do Inferno, ou o norte americano de Cabo Canaveral. Imaginemos, por exemplo, o potencial turístico desta visita que começaria pela história nas ruas e casarões de Alcântara e encerra no futurista CLA, tendo como moldura o pôr do sol e os prédios horizontais da Ilha.

Durante o debate também ficou evidente a necessidade de equacionar a maior utilização do Centro de Lançamento com o desenvolvimento da região de Alcântara. Pelas contradições que marcaram os últimos 50 anos da história maranhense, o centro de alta tecnologia que permite enviar foguetes ao espaço sideral está a poucos metros de casas de taipa, sem nenhuma infra-estrutura básica, como água encanada ou tratamento de esgoto.

O desenvolvimento do centro tem de ser equacionado, portanto, com a melhoria da qualidade de vida da população de Alcântara. Principalmente das comunidades quilombolas, que foram retiradas de sua área de ocupação tradicional para instalação do Centro de Lançamento. Nas regiões para onde foram transferidas, têm mais dificuldade de acesso à pesca e precisam do apoio dos governos federal e estadual para encontrar novas formas de desenvolvimento local.

Alcântara é uma região de nosso estado plena de histórias, cultura e beleza natural. Portanto, além de seu potencial para desenvolvimento científico, tem grande potencial turístico, que pode ser um vetor de crescimento econômico e geração de renda para a região. O que nós queremos é que além de sermos o melhor lugar do mundo para se lançar foguetes, possamos ser também o melhor lugar pra se garantir direitos.

Outro desafio citado durante o debate é o da popularização da ciência em nosso estado. Nesse caminho, são essenciais os Centros Vocacionais Tecnológicos (CVTs). O país possui cerca de 500 desses centros, mas apenas um está localizado no Maranhão, o estaleiro escola. Vamos trabalhar em Brasília em parceria com o governo federal e o governador Flávio Dino para expandir esses centros, explorando o potencial de cada região.

Temos convicção que ao final do mandato de Flavio Dino, com apoio decisivo do Ministro de Ciência e Tecnologia, o Maranhão deixara pra trás as marcas do atraso e será um estado pronto para o futuro! (Jornal Pequeno)

MP requer criação do Fundo Municipal da Infância e Juventude de Coroatá

teresamurad-ConvençãoO Ministério Público do Maranhão ajuizou, no dia 22, Ação Civil Pública com pedido de liminar contra o Município de Coroatá, com o objetivo de assegurar a criação e regulamentação do Fundo Municipal da Infância e Juventude. A manifestação é assinada pelo titular da 2ª Promotoria de Justiça de Coroatá, Luis Samarone Batalha Carvalho.

Na ação, foi pedida à Justiça que determine à prefeita Tereza Murad a elaboração e publicação de decreto municipal regulamentando o fundo, no prazo máximo de 30 dias, além da abertura de conta bancária. Nesse caso, o Poder Executivo somente fará a gerência contábil e a aplicação das receitas condicionada à deliberação do Conselho Municipal dos Direitos da Criança e do Adolescente (CMDCA).

Também foi solicitado que seja determinado à Prefeitura de Coroatá, liminarmente, no prazo de 60 dias, a abertura de crédito especial no valor de 100 salários mínimos a serem repassados ao Fundo Municipal da Infância e Juventude. A aplicação dos recursos deve seguir um plano de aplicação a ser elaborado pelo CMDCA. Caso não seja possível destinar o valor integral, a metade deve ser disponibilizada sob pena de bloqueio.

Outro pedido do MPMA é que o Município de Coroatá elabore dotação orçamentária anual, a partir de 2016, para cumprir as finalidades do fundo.

Prefeitura de Imperatriz acumula dívida de R$ 21 milhões

As dívidas da Prefeitura de Imperatriz com o governo federal e instituições financeiras (bancos públicos e privados) somam mais de R$ 21 milhões. Até o mês de novembro do ano passado, a Administração direta devia sozinha R$ 21.066.327,43 (Vinte e um milhões, sessenta e seis mil, trezentos e vinte sete reais e quarenta e três centavos).

dividas

Os dados das dívidas que constam no cadastro de Endividamento de Estados e Municípios, do Banco Central (Bacen), não incluem informações para a dívida externa, mobiliária e junto ao Instituto Nacional de Seguridade Social (INSS), Fundo de Garantia por Tempo de Serviço (FGTS) ou outras instituições não financeiras que não o Tesouro Nacional.

O endividamento do Município são frutos de empréstimos que seriam para recuperar estradas, construir hospitais, escolas, dentre outros projetos. Em 2013, a Câmara de Vereadores aprovou o Projeto de Lei nº 006/13, de autoria do Poder Executivo Municipal, que autoriza a Prefeitura imperatrizense a contrair empréstimo de R$ 50 milhões junto à Caixa Econômica Federal (CEF). Os recursos, de acordo com a mensagem encaminhada pelo prefeito Sebastião Madeira, seriam utilizados em obras de drenagem, canalização de esgoto e pavimentação asfáltica das vias urbanas dos bairros Vilinha e Parque Alvorada I e II.

Mais de mil alunos da rede municipal participam do Festival Maranhão na Tela

Cerca de 1,2 mil alunos da rede municipal de ensino estão participando do 7º Festival “Maranhão na Tela”. Por meio de parceria firmada ente a Prefeitura de São Luís e o governo do estado, estudantes de 34 Unidades de Educação Básica (U.E.B.) estão tendo a oportunidade de ampliar seus conhecimentos sobre a sétima arte, aliando a diversão com o enriquecimento cultural.

Até sexta-feira (30), alunos de 24 escolas de Ensino Fundamental e dez creches assistem às sessões especiais do Festival de Animação Estudantil (Animarte), realizadas às 9h e às 14h30 no Cine Praia Grande e no teatro Alcione Nazaré.

O secretário municipal de Educação, Geraldo Castro Sobrinho, diz que a parceria segue a orientação do prefeito Edivaldo, de promover o regime de colaboração entre as diversas instâncias do poder público e assegurar o acesso à cultura para as crianças e adolescentes de São Luís.

“Além do ensino regular, a garantia de uma educação de qualidade passa pelo acesso a atividades de lazer, esporte e cultura. Assim, amplia-se o conhecimento e vivência dos estudantes para um desenvolvimento mais sadio e que valorize a formação cidadã”, ressaltou o titular da Semed.

Liana Cristina Sousa, gestora adjunta da U.E.B. Zuleide Andrade, localizada no povoado Maracujá, zona rural de São Luís, disse que achou muito interessante a iniciativa de convidar os estudantes para assistir à produção apresentada no festival. “Os alunos ficaram eufóricos e com muita expectativa por causa deste convite. Uma atividade como essa é importante porque representa um incentivo para conhecer os produtos culturais”, destacou a gestora.

Giovanna Santos Aguiar, 11, estudante da U.E.B. Uruati, também na zona rural, disse que os filmes do festival são muito diferentes do que está acostumada a ver, mas que gostou deles. “As animações tratavam de diversos assuntos, envolvendo meio ambiente, reciclagem, lixo… achei legal”, afirmou.

O FESTIVAL

Em sua 7ª edição, o Festival inova trazendo o Anim!Arte, que tem como objetivo incentivar a cultura e o crescimento profissional e artístico na área de animação entre os estudantes. O Maranhão na Tela é um festival de cinema focado no fomento à produção audiovisual maranhense, realizado anualmente pela Secretaria de Estado da Educação com a equipe do Festival. Este ano, a Seduc firmou parceria com o município para ampliar as ações de Formação de Platéia do projeto Núcleo Arte Educação. Toda a programação está disponibilizada no site oficial do Festival: www.maranhaonatela.com.br.

Incra destina R$ 22 milhões para realização de obras de infraestrutura em assentamentos no Maranhão

O superintendente regional do Incra no Maranhão, Jowberth Alves se reuniu nesta última terça-feira (27), com prefeitos de municípios que irão executar obras de infraestrutura em assentamentos de reforma agrária durante o ano de 2015. O encontro ocorreu na sala de reuniões do gabinete, na Superintendência do órgão, no bairro do Anil.

Ao longo do ano serão executados 12 convênios, sendo que 11 são referentes à primeira Chamada Pública de Infraestrutura realizada pelo Incra/Sede em 2014. Um dos convênios é fruto de emenda parlamentar proposta pelo deputado federal Cleber Verde. Todos os convênios visam a implantação, recuperação ou melhoramento de estradas vicinais que dão acesso a projetos de assentamento do Incra.

Os 12 convênios juntos somam um investimento de R$ 22.176.521,73 e atenderão os municípios de Araguanã; Arari; Balsas; Mirador; Presidente Juscelino; Matinha; São Benedito do Rio Preto; Zé Doca; Chapadinha e Vitória do Mearim.

Parceria

Durante a reunião o superintendente do Incra-MA, Jowberth Alves, ressaltou a importância da parceria com os municípios para realização de obras  nos assentamentos com o intuito de melhorar a qualidade de vida das famílias assentadas.

Falando de parcerias, a superintendente substituta do Incra-MA, Fátima Santana, enfatizou a necessidade destas Prefeituras também assinarem o Termo de Cooperação com o Incra-MA para implantação da Sala da Cidadania digital, com o objetivo de oferecer ao cidadão alguns serviços disponibilizados pelo Incra no próprio município.

O prefeito do município de Mirador, Joacy de Andrade Barros, afirmou que o município não conseguiria realizar a recuperação de estradas nos assentamentos sem a parceria com o Incra.           “Recebemos várias demandas para recuperação desta estrada entre os assentamentos Santana Morrinhos e Giki, mas não tínhamos condição de atender. Agora iremos receber cerca de R$ 2,7 milhões do Incra-MA e faremos a obra que vai favorecer a melhoria do transporte e ecoamento da produção”, disse.

Participaram da reunião os prefeitos Valmir Amorim (Araguanã); Djalma Machado (Arari); Joacy Barros (Mirador); Afonso Celso Teixeira (Presidente Juscelino); Marcos Costa (Matinha) e Alberto Gomes (Zé Doca).

Próximas etapas

De acordo com servidor responsável pelo setor de convênios do Incra-MA, George Aragão, as prefeituras precisam realizar licitação para contratação da empresa que executará a obra e, em seguida, lançar toda a documentação do processo licitatório no Sistema de Convênios do governo federal (Siconv). “Depois que o contrato com a empresa for assinado, publicado no Diário Oficial da União e lançado no Siconv, a Prefeitura deposita a contrapartida do convênio e o Incra-MA paga a primeira parcela para início das obras”, detalhou.

George explicou também que depois de realizada a primeira etapa da obra, os engenheiros do Incra-MA farão uma fiscalização do que já foi executado para, em seguida, ser liberado o pagamento da segunda parcela.

Finalizando a reunião, o superintendente Jowberth Alves, informou aos prefeitos que continua aberta até o dia três de março de 2015, a segunda Chamada Pública de Infraestrutura do Incra, visando o recebimento de propostas para implantação de obras de infraestrutura (estrada e poços) em projetos de assentamento. O edital pode ser acessado aqui. 

Prefeito de Santa Rita, Tim Ribeiro é alvo de investigação do Ministério Público

Três meses após denuncia, que uma empresa ‘de fachada’ estava construindo uma ponte de R$ 4 milhões em Santa Rita, o Ministério Público Estadual decidiu investigar o caso. No dia 13 de novembro de 2014, o Ministério Público do Maranhão (MP) decidiu instaurar inquérito para apurar possíveis irregularidades na contratação da empresa, que estaria funcionando no endereço onde, na verdade, existe um imóvel residencial comum.

A promotora Karine Guará Brusaca Pereira, titular da Promotoria de Justiça da Comarca de Santa Rita, determinou a coleta de informações, depoimentos, certidões, perícias e demais diligências para apurar especificamente a prática de supostas irregularidades perpetradas quando da contratação da empresa BFX Construções e Comércio Ltda para a construção de uma ponte sobre o Rio Itapecuru, que irá ligar os povoados de Areia e Porto Alegre, no município santa-ritense.

A verba garantida por meio de convênio, no valor de R$ 4.784.626,79 (quatro milhões, setecentos e oitenta e quatro mil, seiscentos e vinte e seis reais e setenta e nove centavos), beneficiou uma construtora que nunca funcionou no endereço informado à Receita Federal. Na Rua Marechal Dutra, nº 01, no bairro Vicente Fialho, em São Luís, onde deveria funcionar a empreiteira, existe apenas uma casa simples, conforme imagens publicadas na reportagem de O Quarto Poder, do dia 10 de outubro de 2014. Na época, entrevistados pela reportagem, moradores há anos estabelecidos na referida localidade, afirmaram desconhecer a empreiteira.

O acordo entre o prefeito de Santa Rita, Antônio Cândido Santos Ribeiro, o Tim (PRB), e o representante legal da empresa, Gérnedes Getulio Brito Targino, foi assinado no dia 10 de março de 2014 no valor acima citado, com prazo de vigência de 180 (cento e oitenta) dias, com início a partir da assinatura do contrato, conforme extrato do contrato publicado no Diário Oficial do Estado (DOE). A matéria na época foi produzida pelo jornal o quarto poder.

PPS divulga nota em que diz não ser responsável pela Secretaria da Cultura

Em nota distribuída na tarde desta quinta-feira (29), o Partido Popular Socialista (PPS), dirigido no Maranhão pela deputada Eliziane Gama, declara que não é mais responsável pela indicação da jornalista e professora universitária Ester Marques para a Secretaria Estadual da Cultura. A nota traz ainda uma advertência ao atual Governo ao declarar que “o PPS deseja que o governador Flávio Dino promova o diálogo com as forças políticas que contribuíram para sua vitória e que possa realizar as mudanças tão sonhadas pelo povo do Maranhão”. O PPS repedia ainda “veemente a sórdida tentativa de desqualificação intelectual, moral e religiosa de seus quadros e militantes, pois o PPS detém entre seus membros, pessoas com inquestionável formação técnica e política, aptas ao exercício de qualquer função pública, todas comprovadamente qualificadas pelos órgãos de controle”.

Eis a íntegra da nota:

Em razão das informações infundadas e plantadas diariamente na imprensa e nas redes sociais sobre a relação entre o comando do Partido Popular Socialista – PPS, a Secretaria de Estado da Cultura e o Governo do Estado do Maranhão, envolvendo, sobretudo, a sua maior liderança maranhense, a Deputada Federal Eliziane Gama, temos o dever de esclarecer que:

O Partido ao longo de sua trajetória sempre pautou sua atuação na defesa da ética na política, na defesa dos direitos humanos e na luta pela igualdade social.

Nossa bandeira está historicamente registrada com a nossa participação em todas as lutas lideradas por Maria Aragão, William Moreira Lima, o ex-governador Jackson Lago e o atual governador Flávio Dino, em favor de um Maranhão mais justo e igualitário para todos os maranhenses.

O PPS sempre buscou a unidade das forças de oposição, renunciando inclusive a uma candidatura própria no pleito passado em favor da unidade das oposições, por compreender a necessidade de uma ação conjunta de todas as forças políticas progressistas em favor de outro modelo de desenvolvimento que combata o atraso, a corrupção e o “patrimonialismo” que é fruto das velhas práticas políticas entranhadas nas estruturas do Estado.Desse modo, o Partido Popular Socialista repudia de modo veemente a sórdida tentativa de desqualificação intelectual, moral e religiosa de seus quadros e militantes, pois o PPS detém entre seus membros, pessoas com inquestionável formação técnica e política, aptas ao exercício de qualquer função pública, todas comprovadamente qualificadas pelos órgãos de controle.

Os problemas gerados na Secretaria de Estado da Cultura não partiram do PPS. Em momento algum, a direção partidária fez qualquer indicação ou ação que pudesse contrariar o interesse público, a moralidade administrativa e os princípios éticos que são tão combativamente defendidos pelo Partido. Nem tampouco, se tentou aparelhar a instituição pública ou mesmo se utilizar de suas estruturas em favor de qualquer segmento religioso. Não é da tradição do PPS o aparelhamento da máquina pública, prática que sempre combatemos de modo veemente.

Diante da evidência de uma orquestração que tenta desqualificar o Partido Popular Socialista junto à opinião pública, fato este até criminoso, que esconde interesses não revelados que estão para além do presente, o PPS mesmo tendo feito anteriormente a indicação da titular da Secretaria de Estado da Cultura, declara não ser mais responsável por esta.

O PPS deseja que o Governador Flávio Dino promova o diálogo com as forças políticas que contribuíram para sua vitória e que possa realizar as mudanças tão sonhadas pelo povo do Maranhão. (Executiva Estadual do PPS)  (Aquiles Emir)

Deputados tomarão posse e elegerão nova Mesa Diretora neste domingo

A posse dos candidatos eleitos para ocupar as 42 cadeiras da Assembleia Legislativa do Maranhão, ocorre neste domingo, dia 1º de fevereiro, às 9h30, em sessão preparatória no Plenário Nagib Haickel. O deputado Rigo Teles (PV) – o mais antigo na Casa e com maior número de mandatos, proclamará o nome dos eleitos e diplomados e, em seguida, será tomado o compromisso solene dos empossados.

De pé, todos os presentes, o Presidente proferirá o seguinte compromisso: “Prometo manter, defender e cumprir a Constituição do Brasil e a Constituição do Estado; observar as Leis, desempenhando com lealdade, dedicação e ética o mandato que me foi confiado pelo povo do Maranhão”. Feita a chamada nominal, cada deputado, de pé, ratificará o compromisso, com estas palavras: “Assim o prometo”.

Neste mesmo domingo (dia 1º), às 11h30, será realizada a sessão preparatória para a eleição da nova composição da Mesa Diretora da Casa, atualmente presidida pelo deputado Arnaldo Melo (PMDB). As duas sessões serão presididas pelo deputado Rigo Teles (PV), decano da Assembleia Legislativa, com seis mandados consecutivos.

ABERTURA DOS TRABALHOS

A abertura dos trabalhos legislativos ocorre no dia 2 de fevereiro (segunda-feira), em sessão solene no Plenário Nagib Haickel, marcada para as 16 horas. Antes, às 15h30, haverá a cerimônia de praxe de hasteamento das bandeiras e desfile de tropa.

A sessão solene será iniciada com execução do Hino Nacional, seguida do pronunciamento do governador do Estado (leitura da mensagem governamental). Em seguida, será proferido o discurso do novo presidente da Assembleia Legislativa e, no encerramento da sessão, haverá a execução do Hino Maranhense.

DEPUTADOS ELEITOS E DIPLOMADOS

Eleitos nas urnas de 5 de outubro de 2014, os 42 deputados estaduais do Maranhão foram diplomados, em 19 de dezembro do ano passado, em solenidade realizada em São Luís, pelo Tribunal Regional Eleitoral (TRE-MA). São estes os parlamentares que serão empossados no próximo dia 1º de fevereiro:

– Pela coligação Pra Frente Maranhão 2 (PMDB, DEM, PTB, PV, PT do B, PSC, PRTB e PR – 16 diplomados): Josimar Cunha Rodrigues, Andréa Trovão Murad Barros, Antonio Pereira Filho, Roberto Costa Santos, Edilázio Gomes da Silva Júnior, Nina Ceres Couto de Melo, Leo Túlio de Sousa Cunha, Max Pereira Barros, José Adriano Cordeiro Sarney, Stênio dos Santos Rezende, Rigo Alberto Teles de Sousa, Rogério Rodrigues Lima, César Henrique Santos Pires, Marcus Vinícius de Oliveira Pereira, Fábio Henrique Ramos Braga e Hemetério Weba Filho.

– Pela coligação Todos Pelo Maranhão 4 (PSB, PDT, Pc do B, PSDB – 9 diplomados): Humberto Ivar Araújo Coutinho, Ubirajara do Pindaré Almeida Sousa, José Arimatéa Lima Neto Evangelista, Fábio Henrique Dias de Macedo, Raimundo Soares Cutrim, Valéria Maria Santos Macedo, Marco Aurélio da Silva Azevedo, Sérgio Barbosa Frota e Othelino Nova Alves Neto.

– Pelo Partido Republicano Brasileiro (PRB – 3 diplomados): Glalbert Nascimento Cutrim, Ana de Nazaré Pereira Silva Macedo Mendonça e Jesuíno Cordeiro Mendes Junior.

– Pela coligação Força Jovem (PRP, PSDC e PTN – 3 diplomados): Francisco de Sousa Dias Neto, Alexandre Vicente de Paula Almeida e Paulo Roberto Almeida Neto.

– Pela coligação Vamos Juntos Maranhão (PEN, PMN, PHS e PSD – 3 diplomados): Eduardo Salim Braide, José Carlos Nobre Monteiro e Ricardo Tadeu Ribeiro Pearce.

– Pela coligação Mudança Para Um Novo Maranhão (PP, PROS, SD e PPS – 3 diplomados): Carlos Wellington de Castro Bezerra, Levi Pontes de Aguiar e Roberto Campos Filho.

– Pelo Partido Social Liberal (PSL – 2 diplomados): Edson Cunha de Araújo e Maria da Graça Fonseca Paz.

– Pelo Partido dos Trabalhadores (PT – 2 diplomados): José Inácio Sodré Rodrigues e Francisca Ferreira.

– Pelo Partido Trabalhista Cristão (PTC – 1 diplomado): Edivaldo de Holanda Braga.

   

Giselle Velloso a Revolução Feminina no Maranhão

Empresária Giselle Velloso

A jovem empresária Giselle Velloso, residente da cidade de Bacabal tem despontado como a mais nova liderança do interior maranhense, por sua articulação com a sociedade, talento e disposição às causas dos menos favorecidos, detentora de grande carisma tem arregimentado uma legião de seguidores sem precedentes no médio Mearim. Além de docente conceituada, é empresaria , pecuarista e cantora ecumênica. Ensina a todos, grandes e pequenos as lições elementares de amor e solidariedade.

Giselle Velloso é Doutora em Educação, e igual aos poetas que estudou ela traz consigo a sensibilidade, o olhar fraterno ao próximo, a indignação por condições de fome, miséria, violência e desejo de realizar ações por um mundo mais justo e humano. Atualmente exercendo suas atividades na área da educação, automobilística, moda e beleza, nunca se esquece de promover a filantropia, sempre se dedica a parcerias para que jovens possam seguir carreira como modelos, estilistas, designer de moda e etc. Seu foco profissional não visa apenas lucros e tem ajudado muitos jovens, que inclusive hoje se destacam na área, na capital e também em outros estados.

Mas falar de Giselle Velloso é focar principalmente na revelação política que ela tornou-se, quando necessário, ela está sempre presente junto à comunidade, associações de mães, de bairros, com os deficientes, agricultores, quebradeiras de coco, professores, jovens e idosos, enfim, ela tem buscado atender às demandas de todas as classes, tem sido uma interlocutora das causas sociais do médio Mearim, tem imprimido uma dinâmica que cativa a todos e tem um poder de resolutividade fantástico, hoje é uma referência incontestável do mundo político maranhense.

É importante ressaltar os depoimentos públicos da ascensão politica de Giselle Velloso, pois hoje os políticos escondem-se do povo, maltratam, elegem-se e esquecem das usas missões, de forma uníssona e inequívoca, o nome dela é uma aposta de transformação, embora o trabalho que ela está desenvolvendo, seja antes de qualquer outra coisa, a sua forma de ser gente, pois ela é muito humana, simples e de uma dignidade ímpar, traços marcantes que direcionam constantemente, traduzindo assim uma grande mulher.

Hoje sabemos que a mulher na conjuntura política, tem o seu espaço e Giselle Velloso dá o tom nesse discurso juntando a sua voz, às vozes de todas as mulheres que visam lutar,ousam participar da vida politica, da vida profissional e assim conquistam seus espaços de poder, pois Bacabal, o Médio-Mearim, precisa ampliar a participação da mulher politicamente, Giselle Velloso é a coragem, o desafio, a competência de acontecer um novo momento, tem representatividade e reconhecimento político.

As mulheres sempre foram força e perseverança em todos os processos revolucionários, que mudaram as relações sociais, as lideranças politicas afirmam categoricamente que Giselle Velloso é, e será, uma lutadora intransigente dos direitos dos menos favorecidos, revertendo muitos quadros de desigualdade, de tantas classes historicamente excluídas, acima e tudo com ela não tem desconhecimento do metier político, condicionamentos culturais de preconceitos contra pobres, negros ou homossexuais e é Bacabalense nascida e criada, portanto tem excelentes requisitos, e como ela é uma mulher que inspira poesia, à lá Victor Hugo dizemos que o futuro tem muitos nomes para os fracos, é o inalcançável, para os temerosos e desconhecido, mas para os valentes é sempre oportunidade.

A representatividade feminina ainda é acanhada, muito embora aqui no nosso País tenhamos uma presidente no comando do País, ainda precisa-se de muitas e muitas mulheres. O impacto proporcionado pelas ações politicas de Giselle Velloso, tem trazido uma nova esperança aos bacabalenses, seu trabalho tem processado uma nova mentalidade de que os jovens, as mulheres, são capazes, ela tem contribuído com a transformação da condição social de centenas de pessoas, um reflexo de que que juntos, podemos mais.

Flávio Dino anuncia investimentos em Imperatriz

A primeira visita do governador Flávio Dino à Região Tocantina foi marcada pela promoção de melhorias na cidade de Imperatriz, que foi o primeiro município a ser visitado pela nova administração. O lançamento do Programa Estadual ‘Mais Asfalto’ foi uma das principais ações levadas pela equipe do Governo do Estado para a segunda cidade mais populosa do estado. Junto à equipe de secretários, Flávio Dino anunciou ainda o início do fornecimento de serviços públicos de radioterapia em Imperatriz.

governador-flavio-dino-vistoria-obras-em-imperatriz-11

A agenda de trabalho da equipe do Governo do Maranhão na cidade de Imperatriz começou pela visita à Avenida JK, que há muitos anos necessita de recuperação asfáltica para contribuir na mobilidade urbana do município. Acompanhado pelo secretário de Infraestrutura (Clayton Noleto) e do prefeito Sebastião Madeira, om governador assinou ordem de serviço para o asfaltamento de 17,5 km de asfalto nas principais vias do município.

Em seguida, junto ao secretário de Saúde Marcos Pacheco, Flávio Dino assinou autorização de celebração de convênio para o fornecimento de serviços de radioterapia em Imperatriz. Com o novo serviço ao público que mais precisa, o atendimento de pacientes portadores de câncer que necessitam de radioterapia como tratamento será pela primeira vez descentralizado na capital. No prazo máximo de 30 dias, os maranhenses poderão buscar em Imperatriz o tratamento em radioterapia. A cidade terá capacidade de atendimento de 50 pacientes por mês.

Fazer com que o governo chegue a todas as regiões do Maranhão é uma das prioridades da nova administração, que já no primeiro mês à frente do Governo do Estado concedeu benefícios ao servidor público e cumpriu extensa agenda de trabalho na segunda maior cidade do Estado.

“O nosso compromisso fundamental é romper a inércia nos serviços públicos. E é neste sentido que afirmamos que esta não é uma ação isolada. Vamos visitar periodicamente os municípios para levar melhorias e fiscalizar a execução de obras,” disse o governador, ao referir-se a ações concretas que o Governo consegue realizar antes de completar 30 dias.

A iniciativa do Governo do Maranhão foi elogiada pelo prefeito da cidade, que estava acompanhado ainda do vice-prefeito Pastor Porto, vereadores da cidades e dos deputados Marco Aurélio, Leo Cunha e Valéria Macedo. “É muito gratificante acompanhar o ritmo com que as ações em prol do Maranhão estão sendo imprimidas, em todas as regiões do Estado,” avaliou Madeira.

A comitiva vistoriou ainda obras na Rodoviária de Imperatriz, na construção do Hospital Regional de Imperatriz e a Delegacia Regional, a Polícia Militar e o Corpo de Bombeiros.