Diretores usam alunos para abafar o caso na Faculdade Pitágoras

Após assalto, troca de tiros e arrastão dentro da Faculdade Pitágoras, localizado na Avenida São Luís Rei de França, 32, Bairro Turu na capital maranhense na noite da última terça-feira (14).

LEIA TAMBÉM: Alunos são feitos reféns em assalto a faculdade em São Luís

Vários diretores da instituição de diversos setores, estão fazem campanha através de grupo de WhatsApp (veja o print abaixo) de alunos para abafar o caso ocorrido pela falta de segurança da instituição de ensino.

LEIA TAMBÉM: Assalto, troca de tiros e arrastão dentro de faculdade na capital

“Meus líderes é fácil criticar. Vocês acham que falar mal da sua instituição é legal?”, afirmou um diretor da instituição.

Paulo Marinho Júnior mostra força política em Caxias

O atual vice-prefeito do município de Caxias (cidade a 363 quilômetros de São Luís), Paulo Celso Fonseca Marinho Júnior, mais conhecido como Paulo Marinho Júnior (PMDB), recebeu na manhã do último domingo, 12, a visita de uma comitiva de  autoridades do estado, dentre eles: o deputado federal Waldir Maranhão, o deputado estadual Alexandre Almeida e o ex-deputado Zé Genésio. 

O encontro teve o objetivo apresentar aos líderes políticos, as ações realizadas pela prefeitura nos últimos meses e as eleições do próximo ano. O jovem Paulo Marinho Júnior já anunciou sua pré-candidatura e deve buscar vaga na câmara federal.

Durante a visita, as autoridades aproveitaram para visita a feirinha da gente, que acontece todos domingos na praça de São Benedito, região central da princesa do sertão.

Já na segunda-feira (13), Paulo Marinho Júnior recebeu a visita do ex-prefeito do município de Codó, Biné Figueiredo e do atual presidente da câmara, Expedito Carneiro em Caxias. Paulinho foi bastante receptivo e se mostrou muito aberto a realizar parcerias.

Ele acredita que um ambiente harmonioso com cidades vizinhas sempre reluz em coisas boas para as comunidades de ambas as partes. Estes dialogaram com o vice-prefeito sobre o modelo de administração realizado na princesa, acompanhando as principais ações realizadas pela atual gestão no município.

Estiveram pela princesa do sertão dias atrás, foi o senador Roberto Rocha (PSDB) e o suplente de senador Lobão Filho (PMDB), além de outras lideranças políticas estaduais.

Após denúncia do blog, faculdade é notificada e terá que esclarecer incidente com elevador

O Procon-MA notificou a Faculdade Pitágoras para prestar esclarecimentos, sobre o incidente ocorrido com um elevador da Instituição na noite da última quinta-feira (9). O órgão oficiou também o Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (SAMU) e o Corpo de Bombeiros para melhor subsidiar as ações e garantir segurança aos alunos, professores e funcionários da IES.

Segundo o presidente do Procon-MA, Duarte Júnior, a proteção à vida além de fundamental, é resguardada por lei. “É direito do consumidor a proteção à vida, saúde e segurança, conforme o artigo 6º, inciso I, do CDC. Não podemos permitir afrontas desse nível,” pontuou.

Em nota à imprensa a Pitágoras respondeu que a parada de um dos elevadores da instituição ocorreu por conta da tentativa abrupta de abertura da porta em um dos andares do prédio e que avalia, junto à empresa responsável pela manutenção, medidas adicionais para minimizar riscos de incidentes futuros.

LEIA TAMBÉM: Alunos são feitos reféns em assalto a faculdade em São Luís

Na ocasião, boatos de que um dos elevadores havia caído e deixado feridos se espalharam pelas redes sociais mas logo foram desmentidos.

LEIA TAMBÉM: Assalto, troca de tiros e arrastão dentro de faculdade na capital

Vilson Dias recebe apoio dos profissionais do sistema da regional de Chapadinha

Na tarde desta terça-feira (14), Vilson Dias realizou reunião de adesão com profissionais da engenharia, agronomia E técnicos agrícolas que atuam na regional de Chapadinha. Durante encontro Vilson Dias apresentou seu plano de trabalho aos profissionais do sistema demonstrando seu compromisso com a categoria caso venha ser eleito presidente do CREA/Ma.

“Queremos fortalecer a categoria e valorizar o nosso Sistema com uma entidade representativa e que todos os profissionais se sintam contemplados. Para isso, elaboramos um plano de trabalho com ações e metas que irão fortalecer aqueles que acreditam no Sistema Confea/CREA”, afirmou Vilson Dias.

Fizeram-se presentes Engenheiros civis, Agrônomos, Técnicos Agrícolas, da iniciativa privada e do setor público. As eleições para o Sistema Confea/CREA/Mútua acontecem há exatamente 30 dias.  Dia 15 de dezembro.

Este ano, os eleitores do sistema terão à disposição para votação seis (6) urnas instaladas no Multicenter SEBRAE, no Cohafuma. Além de São Luís, também serão disponibilizadas urnas das inspetorias nas regionais de Açailândia, Bacabal, Balsas, Barra do Corda, Barreirinhas, Caxias, Chapadinha, Codó, Grajaú, Imperatriz, Pedreiras, Pinheiro, Presidente Dutra, Santa Inês, Timon.

Em Santa Quitéria, funcionários da prefeitura têm salários atrasados há meses

Os salários de parte dos funcionários da prefeitura municipal de Santa Quitéria do Maranhão (cidade a 347 quilômetros de São Luís), estão com salários atrasados em até três meses. A cidade é administrada por Norberto Moreira Rocha, o Alberto Rocha do PDT.

A maioria dos trabalhadores com vencimentos atrasados tem vínculo com a secretaria de educação. Motoristas de transporte escolar da zona rural estão sem pagamento e ainda com despesas dos veículos a pagar. Com parte dos servidores da prefeitura sem salários, o comércio do município também sofre.

Blog Maranhão de Verdade tentou entrar em contato com o prefeito Norberto Moreira Rocha, mas, não foi possível. O blog tentou também o telefone da prefeitura municipal, porém, sem sucesso. O blog tentou ainda contato em dois telefones de uma secretária da gestão, mas também não obteve êxito.

Projeto de Wellington do Curso já tirou mais de 7 mil maranhenses do analfabetismo

“Sim, eu posso!”. Esse foi o projeto encaminhado pelo deputado estadual Wellington do Curso (PP), por meio da Indicação 777/2015, solicitando que o Governador implantasse o programa que visa combater o analfabetismo no Maranhão. A proposta foi aceita pelo Governo do estado ainda em 2015 e já resulta em mais de 7 mil maranhenses alfabetizados.

Ao fazer referência ao dia da alfabetização, celebrado na última terça-feira, 14, o deputado Wellington destacou o importante papel da educação.

“A educação é o único meio capaz de transformar sonhos em realidade. É com muita alegria que destacamos que mais de 7 mil maranhenses já saíram do analfabetismo graças ao Programa ‘Sim, eu posso!’. Projeto nosso que foi encaminhado em 2015, logo no início do nosso mandato. Ao apresentarmos essa solicitação, em 2015, o nosso objetivo foi (e é) combater o analfabetismo no Maranhão, tendo em vista os inúmeros casos de jovens, adultos e idosos analfabetos. O passo inicial já foi dado. Agora, precisamos ampliar o Programa, a fim de que o número de pessoas contempladas seja cada vez maior. Acreditamos que o desenvolvimento de um estado está intimamente relacionado ao desenvolvimento de seu povo. E tal desenvolvimento só será plenamente possível quando a educação alcançar os mais humildes e o conhecimento for bem comum entre ricos e pobres. “, disse o professor e deputado Wellington.

Faculdade Pitágoras responde ao blog…

Blog Maranhão de Verdade recebeu, por e-mail, o esclarecimento da Faculdade Pitágoras de São Luís sobre a postagem Assalto, troca de tiros e arrastão dentro de faculdade na capital. Esta página publica na íntegra a resposta da instituição de ensino.

Leia abaixo: 

A Faculdade Pitágoras repudia qualquer ato de violência praticado dentro ou fora de suas dependências. Para zelar pela segurança no  campus, a instituição possui equipamentos de monitoramento, equipe de vigilância, que é  responsável por rondas periódicas no entorno, e mantém contato com representantes da Polícia. A instituição está  à disposição das autoridades para contribuir com quaisquer esclarecimentos.

Zé Inácio é recebido pelos moradores do Residencial Nova Era

Os moradores do Residencial Nova Era, em São José de Ribamar, que estavam sendo ameaçados de despejo, no último domingo 12/11, receberam a visita do Deputado Estadual Zé Inácio (PT) na comunidade.


Durante a visita, foi realizada uma reunião para tratar da situação das mais de duzentas famílias que seriam retiradas de suas moradias. No encontro, os moradores aproveitaram para tirar diversas dúvidas quanto ao andamento do processo, que teve a liminar de reintegração de posse suspensa pelo juiz de São José de Ribamar. A suspensão foi motivada pelas diversas nulidades apontadas no processo.

Durante a visita, os moradores mostraram a área que as casas foram construídas, bem como as ruas do conjunto, as moradias das famílias e algumas que foram demolidas pelos moradores que ficaram com medo de serem expulsos “coercitivamente”. “O nosso mandato é em defesa da classe trabalhadora, e esses moradores lutam por uma causa digna que é o direito à moradia, por isso acreditamos na causa e na concretização da regularização da área em nome dessas famílias”, disse o Deputado.

Com o apoio do parlamentar que deu visibilidade à causa dos moradores do Residencial Nova Era, agora o processo será conduzido pela Vara de Interesses Difusos e Coletivos de São Luís, bem como ainda, judicialmente, solicita a manifestação da Caixa Econômica Federal, em 15 dias, sobre a construção das unidades habitacionais e seus respectivos beneficiários.

SMTT prorroga inicio de fiscalização na capital

Para garantir melhor adaptação da população ao uso das faixas exclusivas, a Prefeitura de São Luís prorrogou por mais 30 dias o prazo para início da fiscalização dessas vias. A Secretaria Municipal de Trânsito e Transportes (SMTT), responsável pelo monitoramento do trânsito, já havia concedido um período de 30 dias de fiscalização em caráter experimental. Com a decisão, a Prefeitura irá intensificar as campanhas educativas para ampliar o alcance das informações.

O objetivo das faixas exclusivas, que integram essa nova configuração do trânsito da capital, é promover maior fluidez ao trânsito, beneficiando especialmente os usuários do transporte coletivo. Com as faixas exclusivas – implantadas nas avenidas Colares Moreira e Castelo Branco e nas ruas Cajazeiras – pelos quais somente podem trafegar ônibus, ambulâncias, táxis com passageiro e viaturas das polícias e da SMTT- os veículos podem circular com maior eficiência e com a vantagem de um menor tempo de viagem.

O secretário municipal de Trânsito e Transportes, Canindé Barros, ressaltou a necessidade de prorrogar o prazo para o início da fiscalização. “A prorrogação é para que a população possa compreender melhor como funcionará essa fiscalização nas faixas exclusivas. Nesse período, estamos à disposição da população para esclarecer quaisquer dúvidas em relação a essa fiscalização. Nosso objetivo é conscientizar as pessoas acerca do uso das faixas exclusivas, que permitem um ganho na velocidade do transporte coletivo”, explicou o secretário.

Desde o início da fiscalização, no último dia 10, nenhuma multa foi registrada pelo sistema. De acordo com o titular da SMTT, a ausência de registro prova que os condutores têm compreendido como funciona a faixa. “Apesar das dúvidas, a população tem utilizado as vias conforme a proposta, respeitando as leis e contribuindo para o melhor funcionamento do fluxo de veículos nas principais avenidas”, disse Canindé.

Fotossensores

A fiscalização através dos fotossensores, já habitual aos condutores, continua a valer. Em funcionamento desde a última sexta-feira (10), a fiscalização através desses equipamentos confere maior segurança ao trânsito da capital, tendo em vista que controlam o limite de velocidade em trechos estratégicos, a fim de evitar acidentes e reduzir os índices de mortes no trânsito. Equipamentos como barreiras eletrônicas, para redução de velocidade em trechos específicos, também estão integrados ao sistema de monitoramento do trânsito da capital.

O recado certeiro do deputado Raimundo Cutrim

O deputado Raimundo Cutrim (PCdoB) condenou, na sessão desta segunda-feira (13), a agressão à advogada Ludmila Ribeiro, mas recriminou a exploração política em torno do episódio, por conta do agressor, Lúcio André, ser irmão do prefeito de Pinheiro, Luciano Genésio.  “Não podemos responsabilizar terceiros”, disse Cutrim, referindo-se ao caso de violência contra a advogada, noticiado na imprensa local no final de semana.

“É um fato realmente que deixou a gente triste tendo em vista que em pleno século XXI ainda se ouve, ainda se assiste coisas dessa natureza. Mas o que a gente fica mais triste ainda é em vincular um fato com outro. Por que eu digo isso? Em 2008 fui atingido, não da mesma forma, mas de maneira covarde, de maneira muito errada. Então, se o Lúcio André praticou o crime que ele responda; ele é maior de idade, tem suas responsabilidades. Nós não podemos vincular ao irmão, o prefeito de Pinheiro”, lamentou.

Cutrim condenou que o parentesco sirva de ligação para exploração política nos blogs e jornais. “Se tem um fato que ocorra com um irmão meu, um irmão seu, um parente, um filho, um pai, cada um responde pelos seus atos. A imprensa de modo geral tem que ter cuidado quando divulga fatos dessa natureza e em querer vincular um fato com outro. O Lúcio André e o Luciano Genésio são irmãos, agora qual é a culpa que o Luciano Genésio tem com os fatos que o irmão cometeu? Eu paguei, em 2008, muito caro com uma fraude que fizeram, inclusive falei muito disso, um fato que uma pessoa não pode responder por outra, cada um responde por seus atos”, lembrou.

Sobre a atuação do delegado, que inicialmente não prendeu o agressor, Cutrim disse que existe nova legislação. “Eu ouvia alguém falar do delegado, mas pelo que li, me parece que aquelas medidas protetivas, parece que tem uma lei agora nova em que os delegados não podem mais fazer. Antigamente o próprio delegado ou delegada podia aplicar medidas protetivas, agora é só a Justiça”, explicou.

“Para deixar bem claro o que eu penso: Não tenho intimidade nem com um, nem com outro, mas conheço a todos. Mas eu acho que a pena, o crime não pode passar da pessoa e os familiares, qualquer pessoa tem nome e tem sobrenome e não é porque é irmão de A, B ou de C, que acontece um fato com um deputado: “ele é filho do deputado, ou sobrinho do deputado”, não, fulano de tal tem identidade. São esses fatos que nós devemos deixar bem esclarecidos”, ressaltou.