População aponta maior segurança no trânsito com sinalização eletrônica implantada pela SMTT

“A fiscalização eletrônica traz maior segurança ao trânsito, dando tranquilidade tanto para o motorista quanto para o passageiro”, ressaltou o taxista William Abreu, 32 anos. A categoria está entre os beneficiados com a implantação do novo sistema de fiscalização eletrônica no trânsito, já que a instalação de fotossensores nas vias permitiu a criação de uma faixa exclusiva para ônibus, ambulâncias, táxis com passageiro e viaturas das polícias e da Secretaria Municipal de Trânsito e Transporte (SMTT).

Com a fiscalização, que começou a funcionar nesta sexta-feira (10) em caráter definitivo, o poder público municipal monitora o trânsito da cidade através de fotossensores, além de câmeras para detectar, entre outras infrações, o uso de celular na direção, formação de fila dupla, avanço de sinal, estacionamento irregular e o não uso do cinto de segurança. Equipamentos como barreiras eletrônicas, para redução de velocidade em trechos específicos, também estão integrados ao sistema de monitoramento do trânsito da capital.

O secretário municipal de Trânsito e Transporte, Canindé Barros, destacou os benefícios da nova fiscalização eletrônica para a segurança do trânsito. “O cumprimento das leis de trânsito, especialmente a atenção aos limites de velocidade, é uma postura que contribui para a promoção de um trânsito mais seguro para todos. Por isso, estamos estimulando os condutores para esse respeito à sinalização. Essa é uma ação que também faz parte do projeto de reestruturação do sistema de trânsito e transporte da cidade”, afirmou o secretário.

FAIXA

Outras estratégias, como a da faixa exclusiva, que permite que veículos específicos circulem com mais eficiência, também integram essa nova configuração do trânsito da capital. Além de beneficiar os condutores dos veículos específicos, as faixas exclusivas – implantadas nas avenidas Colares Moreira e Castelo Branco e nas ruas Cajazeiras e Rio Branco – favorecem os usuários do transporte coletivo. Para os passageiros, as vantagens incluem a possibilidade de um menor tempo de viagem.

A universitária Lurdiane da Silva, 18 anos, utiliza o transporte público diariamente e confirmou que a proposta da faixa exclusiva beneficia também os usuários dos coletivos. “Dessa forma o ônibus passa menos tempo no engarrafamento. Eu torço para que dê certo e as pessoas respeitem a mudança, pois vai melhorar bastante para quem precisa pegar ônibus todo dia”, reforçou a estudante.

Para Frank Sinatra de Sousa, 36 anos, a fiscalização do uso correto da faixa exclusiva favorece a conscientização dos condutores. “A fiscalização contribui, principalmente, para educar os condutores no trânsito. É assim, com respeito, que a faixa exclusiva terá maior eficácia, favorecendo a fluidez no trânsito”, disse.

Os fotossesores estão localizados em trechos da Avenida Daniel de La Touche, nas imediações do Colégio Adventista, do Bambuzal e da Avenida Principal do Cohajap; da Avenida Colares Moreira, próximo ao Tropical Shopping e Loja da TAM; da Avenida Castelo Branco, nas imediações da Igreja do São Francisco e do Posto Hélio Viana. Também podem ser encontrados na São Luís Rei de França, na altura da Caixa Econômica e da Extrafarma; na Carlos Cunha, próximo ao Fórum de Justiça; na Jerônimo de Albuquerque, nas proximidades da Forquilha, entre outros pontos da cidade.