Conheça os policiais envolvidos em organização criminosa no Maranhão

A Polícia Civil do Maranhão, durante a operação “Diamante Negro”, com ações de combate aos crimes envolvendo policiais militares na região Tocantina, apresentou, no Comando Geral da PM, 13 policiais. Lotados em Imperatriz, os militares são acusados de envolvimentos em crimes de homicídio, tráfico de entorpecentes, extorsão, assaltos à instituições financeiras e caixas eletrônicos. Durante as investigações, a Polícia Civil descobriu que a quadrilha é composta por 17 envolvidos. Os 13 policiais apresentados permanecem detidos e responderão em inquérito policial. Outros quatro acusados foram identificados, mas estão foragidos. São eles: Weverton Oliveira, Mieli Araújo, Raimundo Romulo e Kerbeson Campelo.