Agricultores de assentamento estadual destruído por incêndio no ano passado clamam por ajuda do governo

Durante visita ao município de Governador Luiz Rocha, quando fez a entrega de uma patrulha mecanizada para a Associação Cocin, no último final de semana, o deputado federal Hildo Rocha foi convidado por trabalhadores e trabalhadoras rurais do município para uma reunião que teve como pauta principal a situação de calamidade dos moradores do Povoado Boca da Mata. Há mais de ano, a comunidade sofre as consequências de grande incêndio que destruiu praticamente tudo que era produzido no assentamento: gado; pasto; lavoura e algumas casas.

Abandonados pelo governo comunista

As lideranças informaram que um secretário de Estado, acompanhado de auxiliares do governador Flávio Dino estiveram no local, mas nenhuma providência concreta chegou à localidade. Diante do abandono, por parte do governo estadual, a comunidade pediu ajuda ao deputado.

“Por se tratar de assentamento estadual, preciso verificar se existem meios de conseguir algum tipo de ajuda do governo federal. Portanto, não posso prometer soluções, mas, irei buscar alternativas para amenizar o sofrimento das famílias”, declarou Hildo Rocha.

Legado do governo Roseana

O deputado lembrou que o assentamento foi implantado pela ex-governadora Roseana Sarney, por meio de ação do Instituto de Terras do Maranhão (Iterma), órgão que também foi criado durante a gestão da sua ex-governadora para cuidar da regularização fundiária no Maranhão.

“Já entrei em contato com a superintendência do Incra, no Maranhão, para agendar reunião na qual daremos os primeiros passos na busca de alternativas. Precisamos fazer algo para que que essas famílias voltem a ter condições de produzir”, enfatizou Hildo Rocha.