maranhão

Roberto Rocha quer recuperar a Lagoa da Jansen pela Codevasf

O Governo Federal deve editar, nos próximos dias, uma Medida Provisória contendo uma emenda do senador Roberto Rocha (PSDB-MA)...

O Governo Federal deve editar, nos próximos dias, uma Medida Provisória contendo uma emenda do senador Roberto Rocha (PSDB-MA) para incluir a Ilha de São Luís na área de atuação da Codevasf. Na última quarta-feira,16), o parlamentar maranhense esteve em audiência com o ministro da Integração Nacional, Antônio de Pádua, e avançou sobre o assunto. O texto da emenda está previsto para ser entregue à Casa Civil do Palácio do Planalto hoje, 21.

“Assim que a legislação se adequar, a Codevasf poderá também atuar na capital, e eu e os demais colegas parlamentares, tanto da Câmara quanto do Senado, teremos condições reais de viabilizar recursos federais, por exemplo, para elaborar projetos e promover ações e obras de revitalização da Lagoa da Jansen, que deixou de ser um cartão postal já algum tempo e se transformou em águas poluídas e impróprias”, afirmou o senador.

Além de obras para recuperar a lagoa em São Luís, a empresa pública também realiza a implementação de infraestrutura de irrigação, apoia produtores de pesca e aquicultores, monitora ações de preservação ambiental, recuperação dos rios e bacias, protege nascentes, constrói barragens, controla processos erosivos, além de realizar a compra de equipamentos e maquinários pesados.

“Desde o ano passado, a Codevasf já está operando em praticamente todo território maranhense, graças a uma lei federal aprovada de nossa autoria. E por causa disso, já consegui distribuir uma série de veículos, tratores e maquinários de todo tipo a diversas associações rurais pelo interior do Maranhão”, destacou o senador Roberto Rocha.

DIQUES DA BAIXADA 

A implantação de diques na Baixada Maranhense, ao longo da Baía de São Marcos, também foi tema da audiência do senador o ministro. O parlamentar solicitou que sejam realocados os projetos e as execuções das obras no Programa de Aceleração do Crescimento (PAC).

“Essa obra gigantesca vai beneficiar diretamente milhares de maranhenses na região mais pobre do estado e do Brasil. Vamos transformar os trabalhadores que moram na Baixada em um dos maiores produtores de alimentos do Maranhão”, disse o senador.

O sistema de diques vai proteger os campos e os lagos, impedindo que a água do mar penetre nas áreas de água doce. Assim, ele pretende melhorar a atividade econômica da região, gerando milhares de empregos às famílias da baixada e, principalmente, mudando o quadro social da região mais carente do estado.

VER COMENTÁRIOS

Artigos relacionados