Raimundo Penha propõe frente parlamentar de defesa do sistema único da assistência social

A Câmara de Vereadores de São Luís realizou audiência pública para debater o possível corte no orçamento da Assistência Social do país prevista para o ano que vem. A proposição foi de autoria do vereador Raimundo Penha ( PDT) e objetivou debater os possíveis impactos para a cidade de São Luís, caso o governo federal não restabeleça o orçamento. A audiência aconteceu ontem e contou com a presença de profissionais usuários do SUAS, representantes de entidades e gestores, que lotaram o plenário e a galeria da Câmara Municipal de São Luís.

Penha retratou os efeitos negativos para capital maranhense dos cortes no orçamento federal para a assistência social. “O objetivo da audiência, além de discutir a proposta como um todo é de também debater a assistência e o serviços prestados para a sociedade que são fundamentais para a cidade. Estamos falando sobretudo de crianças, adolescentes e idosos, que poderão ser afetados, caso o governo mantenha o corte orçamentário”. Além da audiência, o vereador propôs também a criação de uma Frente Parlamentar em defesa do Sistema Único de Assistência Social.

Essa Frente tem como estratégia mobilizar de forma permanente os parlamentares da capital para congregarem forças na defesa de matérias pertinentes à causa da Assistência Social, visando contribuir com a criação de políticas públicas e normas que promovam o serviço como asseguradora direitos. “Nossa mobilização está surtindo efeito. Já temos sinalizações do relator do orçamento no Congresso Nacional que o orçamento será integralmente reposto, no entanto, precisamos ficar atentos para que não haja nenhum retrocesso”, relatou a secretária Andrea Lauande.

A cidade de São Luís tem previsto de orçamento de verba federal para o ano de 2017 aproximadamente 15 milhões. O governo prôpos um orçamento de pouco mais de R$ 78 milhões para todo Brasil no ano de 2018, inviabilizando assim a execução de vários projetos e programas.

Serão impactadas com a medida mais de 30 milhões de famílias referenciadas com mais de oito mil Centros de Referência de Assistência Social e Centros Especializados de Assistência Social. São mais de 70 mil pessoas acolhidas e protegidas por uma rede pública e complementada por organizações de assistência social,que atende crianças e adolescentes em risco, pessoas idosas e com deficiência, mulheres em situação de violência, população LGBT, adolescentes em conflito com a lei, população em situação de rua, migrantes e famílias.

Weverton Rocha faz a entrega de equipamentos agrícolas em Codó

O deputado federal Weverton Rocha (PDT) entregou ao município de Codó, neste sábado (11), equipamentos agrícolas e kits de irrigação, adquiridos por meio de emenda individual de sua autoria ao Orçamento da União. A entrega foi feita em um evento realizado pelo prefeito Francisco Nagib, que contou com grande participação popular.

“É uma satisfação ser recebido nessa festa cívica. Quero parabenizar o prefeito, jovem e promissor, que está fazendo um grande trabalho. A gente tem orgulho de ter um prefeito jovem do PDT que está fazendo história em Codó”, afirmou Weverton.

Além dos kits de irrigação, foram entregues uma patrulha agrícola mecanizada, que inclui trator e carreta agrícola, grade aradora de controle remoto, bombas d’ água elétricas submersas, caixa d’ água de 500 litros, tanques de resfriamento de leite e um caminhão F-400 com carroceria de madeira, que vão auxiliar o município na agricultura familiar e na produção local. A aquisição foi feita por meio da Companhia de Desenvolvimento dos Vales do São Francisco e do Parnaíba (Codevasf), órgão ligado ao Ministério da Integração Nacional.

Participaram da entrega o secretário estadual de Articulação Política e Comunicação, Márcio Jerry, o deputado César Pires e o prefeito Zito Rolim.

Saúde

Weverton Rocha também acompanhou o prefeito Francisco Nagib em uma visita ao hospital da cidade, que recebeu R$ 350 mil de recursos de emenda individual do parlamentar para custeio da saúde. “Se o Legislativo e os Executivos Federal, Estadual e Municipal fizerem a sua parte, não tenho dúvida que conseguimos melhorar as condições de vida da população”, ressaltou Weverton.

Outras agendas

O deputado cumpre uma intensa agenda de visitas ao Maranhão neste final de semana. No sábado pela manhã ele esteve em Trizidela do Vale, onde foi recebido pelo prefeito Fred Maia e o vice-prefeito  Davison Bale, em evento do qual participaram também os deputados Vítor Mendes, e Vinícius Louro.

Em seguida viajou a Bernardo do Mearim, onde foi recebido pela prefeita Eudina e diversas lideranças locais. Ainda no final de semana estão previstas agendas em Conceição do Lago Açu, e Porto Rico e Pedro do Rosário.

Na sexta-feira, Weverton participou dos eventos de aniversário do município da Raposa, com a prefeita, Talita Laci, e de Alto Alegre do Maranhão, com o prefeito Maininho. Esteve também em Matões do Norte, onde foi recebido pelo prefeito Padre Domingos e diversas lideranças locais.

Weverton Rocha enumera em vídeo os retrocessos da Reforma da Previdência

A Reforma da Previdência penaliza demais os mais pobres, que são justamente os que começam a trabalhar mais cedo, passam mais tempo desempregados e ganham menos. Vejam os retrocessos acima.

Conheça os policiais envolvidos em organização criminosa no Maranhão

A Polícia Civil do Maranhão, durante a operação “Diamante Negro”, com ações de combate aos crimes envolvendo policiais militares na região Tocantina, apresentou, no Comando Geral da PM, 13 policiais. Lotados em Imperatriz, os militares são acusados de envolvimentos em crimes de homicídio, tráfico de entorpecentes, extorsão, assaltos à instituições financeiras e caixas eletrônicos. Durante as investigações, a Polícia Civil descobriu que a quadrilha é composta por 17 envolvidos. Os 13 policiais apresentados permanecem detidos e responderão em inquérito policial. Outros quatro acusados foram identificados, mas estão foragidos. São eles: Weverton Oliveira, Mieli Araújo, Raimundo Romulo e Kerbeson Campelo.

Grupo Bom Gosto se apresenta neste sábado na Casa das Dunas

Grupo Bom Gosto se apresenta neste sábado em São Luís

Um dos grupos de maior sucesso da nova geração do samba e do pagode nacional, Bom Gosto está completando 20 anos de carreira este ano e um dos shows comemorativos acontece neste sábado, em São Luís.

A apresentação acontecerá na Casa das Dunas (Avenida Litorânea), às 21h, dentro da festa temática Samba do Pinto, que reúne os adeptos do samba e do pagode na capital.

Além do convidado especial, a festa receberá ainda os grupos e artistas locais Feijoada Completa, Vamu di Samba, Argumento e Ivan Marques.

Tom Music receberá Roberta Miranda

Muito antes do estouro do “feminejo”, Roberta Miranda já enfrentava e superava o machismo no mundo da música. Foi a primeira artista na história a vender mais de 1,5 milhão de cópias, e a ganhar discos de ouro e de platina. Estourando com a composição “A majestade o sabiá” e cantando “São tantas coisas”, ela se tornou um dos ícones do sertanejo. No dia 11 de novembro, estará em São Luís para show, às 22h, na casa de espetáculos Tom Music, no Turu.

Roberta Miranda (nome artístico de Maria Albuquerque Miranda) lançou seu primeiro disco em 1986. Até 2015, foram vinte e quatro álbuns, e o último, deste ano, conta com a participação das mulheres da nova geração: Marília Mendonça, Naiara Azevedo, Solange Almeida, Maiara & Maraisa, Day e Lara e Simone e Simária. Com 30 anos de carreira, a paraibana está divulgando o CD e o DVD “Os tempos mudaram”.

Em seu Facebook, Roberta resume a carreira: “Depois de tanto me degladiar com o machismo, o venci às custas do meu talento e do desafio de dizer uma frase de extrema simplicidade e de grandes implicações. Não é fácil dizer EU QUERO. A mulher nasceu com todos os requisitos para ser vencedora. Só precisa tomar conhecimento do valor que representa a coragem de querer”.

Júnior Verde destinará emenda para a construção de uma praça em Brejo de Areia

Durante inauguração da Unidade Básica de Saúde Vereador Araquem Vieira, nesta sexta (10), em Brejo de Areia, o deputado estadual Júnior Verde (PRB) anunciou que destinará emenda para a construção de uma praça no município. O parlamentar prestigiou a entrega do posto a convite do prefeito de Brejo de Areia, Chico Eduardo. A nova Unidade foi construída no povoado Brejo Novo, e vai beneficiar centenas de famílias da região.

Acompanhado de vereadores, secretários municipais e líderes comunitários, o parlamentar destacou a gestão do prefeito, que tem investido em áreas como Educação, Saúde, Infraestrutura e Assistência Social.

“Um gestor comprometido, que tem enfrentado desafios mas tem conseguido avanços, como este empreendimento humano que agora entrega aos povoados do município”, destacou.

Chico Eduardo agradeceu a presença do deputado, que recentemente destinou emenda ao município para a área da Cultura. Na ocasião, Verde anunciou a destinação de mais emendas para o município. Desta vez, para a construção de uma praça.

“Brejo de Areia comemora 20 anos de emancipação política e seu povo ganha em realizações. E nós continuaremos contribuindo, somando, sendo parceiros para o desenvolvimento de Brejo de Areia, por isso, a pedido do prefeito, a emenda que destinaremos será para a um espaço digno de lazer para as famílias do município”, garantiu o deputado.

Relatório mostra linhas de ônibus com mais assaltos

Dados do Relatório Quantitativo de Criminalidade do 1º semestre de 2017, do Centro de Apoio Operacional Criminal, do Ministério Público do Maranhão, indicam as linhas de ônibus da região metropolitana de São Luís com maiores números de assaltos nos primeiros três meses do ano. Além disso, o relatório mostra os números de Crimes Violentos Letais Intencionais que, na visão estatística, indicam os bairros mais perigosos da capital.

De acordo com dados do Sindicato das Empresas de Transportes de Passageiros de São Luís, Sindicato dos Trabalhadores de Transportes Rodoviários do Estado do Maranhão e do Ministério Público do Maranhão, que compuseram o relatório, o mês de março de 2017 teve a taxa mais alta de assaltos a coletivos: uma média 87 assaltos.

As 5 linhas de ônibus que mais registraram assaltos foram Vicente Fialho, BR-135, Distrito Industrial-Ipase, Habitacional Turu e Estiva.

O Relatório Quantitativo de Criminalidade do 1º semestre de 2017 também indica a quantidade de Crimes Violentos Letais ocorridos durante o período. Na Grande Ilha, foram 357 crimes dessa natureza, a maioria cometido com armas de fogo (78,71%) e armas brancas (16,25%).

Em análise, os números indicam que grande parcela dos crimes é efetuado por jovens do sexo masculino (95,52%), de 18 a 29 anos (45,38%).

Ainda segundo dados do Instituto Médico Legal, que foram averiguados pelo relatório, os bairros mais violentos de São Luís, levando em conta as CVLIs são: Cidade Olímpica, Coroadinho, Fátima, Liberdade e Anjo da Guarda.

Já na observação dos CVNLIs, os Crimes Violentos Não Letais Intencionais, o número sobe para 20.207 e, em sua maioria, são roubos (82,74%). O relatório ainda indica os horários de maior incidência desses crimes e os bairros onde há mais casos: 36,72% deles ocorreram entre 18h e 00h. Os mais com maior número de CVNLIs são: Centro, Cidade Operária, Maiobão, São Cristovão e Monte Castelo. Os dados copilados são da Secretaria de Segurança Pública do Maranhão.

Wellington cobra bom senso do governador e solicita que provas da PM continuem sendo em janeiro

Sem justificativa alguma, o Governo do Estado do Maranhão, por meio das instituições competentes, retificou, mais uma vez, o edital de concurso da Polícia Militar do Maranhão. As provas, antes previstas para o dia 28 de janeiro, agora acontecerão no dia 17 de dezembro. Foi contra essa situação que o deputado Wellington do Curso (PP) recebeu centenas de reclamações e se posicionou ao cobrar “bom senso” por parte do Governador Flávio Dino (PC do B).

Ao encaminhar a solicitação, que foi feita em caráter de urgência, o deputado Wellington mencionou inúmeros fatores que mostram que a alteração de data prejudicará muitas pessoas.

“Aja com bom senso, Governador! Primeiro: por que mudaram a data agora de forma repentina? Onde  está o planejamento do Governo do Estado? Vocês não o fizeram antes de lançar o edital? Por que tanta desorganização? Segundo: mudaram e não deram justificativa alguma para a população. As provas, agora, acontecerão 43 dias antes do previsto. Foi feita uma mudança, mas, mudança para prejudicar? Como fica a situação dos homens e mulheres que programaram seus estudos para a prova que seria em janeiro? Terceiro: entre as fases de inscrição e aplicação de provas os candidatos terão  apenas 21 dias. Onde está a razoabilidade? Quarto: por que tanta pressa? Não quero acreditar que querem fazer desse concurso um objeto eleitoreiro. Senhor Governador, Vossa Excelência prejudicará homens e mulheres que sonham em ingressar na Polícia Militar do Maranhão. Em nome dos candidatos, solicitamos que mantenha a data da prova em janeiro, conforme divulgação inicial no edital. Seja coerente, já que não tem planejamento! Não prejudique a população”, disse o professor e deputado Wellington.

A solicitação do deputado Wellington foi encaminhada, em caráter de urgência, e deve ser respondida ainda nos próximos dias.

DESORGANIZAÇÃO 

Inicialmente, as inscrições do concurso estavam previstas para começarem no dia 16 de outubro, o que não aconteceu. Posteriormente, a data da prova foi definida para o dia 21 de janeiro. Por meio de outra retificação, alteraram a data para o dia 28 também do mês de janeiro. Agora, de forma repentina e já na 4ª  retificação do edital, as provas serão aplicadas com 43 dias de antecendência, isto é, no dia 17 de dezembro, prejudicando inúmeros maranhenses que programaram seus estudos de acordo com o Edital divulgado e todo remendado.

Semapa apoia destinação responsável de embalagens vazias de agrotóxicos

Com o apoio da Prefeitura de São Luís, por meio da Secretaria Municipal de Agricultura, Pesca e Abastecimento (Semapa) e do Governo do Estado, via Secretaria de Agricultura, Pecuária e Pesca (Sagrima) e Agência Estadual de Defesa Agropecuária (Aged), foi realizada nesta quinta-feira (9), uma ação de recebimento itinerante de embalagens vazias de agrotóxicos na zona rural de São Luís. A ação contemplou os pequenos produtores agrícolas e foi realizada pelo Sistema Campo Limpo, do Instituto Nacional de Processamento de Embalagens Vazias (Inpev).

“Mais uma ação com a parceria da Prefeitura de São Luís e Governo do Estado, contemplando os agricultores familiares e pequenos agricultores da capital, mostrando a preocupação com o meio ambiente e a saúde da população que consome os produtos agroecológicos da nossa terra”, destacou o titular da Semapa, Ivaldo Rodrigues.

O Sistema Campo Limpo tem como base o princípio das responsabilidades compartilhadas entre todos os elos da cadeia produtiva (agricultores, fabricantes e canais de distribuição, com apoio do poder público) para realizar a logística reversa de embalagens vazias de defensivos agrícolas.

O Brasil é referência mundial na destinação ambientalmente correta do material, encaminhando 94% de embalagens plásticas primárias para reciclagem ou incineração. Já o Maranhão é o segundo estado do Nordeste em destinação adequada desse material.

Para o secretário da Sagrima, Márcio Honaiser, a ação conjunta reforça a preocupação do Governo do Estado com a produção agropecuária sustentável. “Nós temos incentivado, não só no agropolo da Ilha, como nos demais agropolos, a produção agroecológica, com menor uso de agrotóxicos. Colaborar com uma iniciativa como esta, que trabalha mais uma etapa da cadeia produtiva, só reforça a intenção de termos uma produção cada vez mais sustentável”, afirmou o gestor da Sagrima.

APOIO

A Prefeitura de São Luís e o Governo do Estado vêm apoiando a iniciativa, em parceria com associações e sindicatos de produtores, mobilizando os agricultores a comparecerem às centrais e postos de recebimento de embalagens, e nas ações itinerantes de recebimento. Só em 2016, os produtores maranhenses devolveram mais de 780 mil kg de embalagens vazias de agrotóxicos para uma destinação ambientalmente correta.

“O recebimento itinerante é uma ferramenta que foi criada para inserir o pequeno agricultor em todo o processo de destinação ambientalmente correta das embalagens de agrotóxicos, que são agentes contaminadores que podem trazer riscos à saúde deles e do meio ambiente”, explica o presidente da Aged, Sebastião Anchieta.

Ao agricultor compete devolver a embalagem tríplice lavada e perfurada, no prazo de um ano a contar da data da compra do produto, no local indicado na nota fiscal. Ao comerciante cabe disponibilizar ao agricultor um local para a devolução das embalagens vazias e indicá-la na nota fiscal.

O fabricante do produto deve encaminhar as embalagens devolvidas pelos agricultores ao seu destino final, que é a reciclagem ou incineração. A competência do poder público é fiscalizar todo o processo e implementar ações educativas junto a todos os envolvidos da cadeia.

Edivaldo Rocha Araújo é produtor agrícola do assentamento Cinturão Verde, e diz que esse ano utilizou ¼ da quantidade de agrotóxicos do ano passado. “Graças ao trabalho do poder público, com os cursos preparatórios junto à comunidade produtora, vamos reduzindo essa quantidade. A nossa vontade é poder produzir a zero o uso de agrotóxicos em nossas plantações”, disse o produtor.