Feirinha São Luís movimenta pré-carnaval no Centro Histórico

A Feirinha São Luís, que tem como mote fortalecer a agricultura familiar na capital e também fomentar a economia criativa, trouxe para a Praça Benedito Leite mais uma edição recheada de atrações com a temática carnavalesca. Uma realização da Prefeitura por meio da Secretaria Municipal de Agricultura, Pesca e Abastecimento (Semapa), a iniciativa ocorre sempre aos domingos, de 7h às 15h e vai continuar durante todo o ano de 2018 no mesmo formato, agregando economia criativa com venda de produtos agrícolas, artesanato, e gastronomia tem ainda apresentações culturais no centro histórico.

A nutricionista Priscila Alcântara, trabalha em um restaurante e aproveitou para comprar matéria prima na feirinha, para desenvolver novas receitas. “É uma excelente oportunidade pra quem gosta de produtos regionais, vir aqui no domingo, encontrar tanta variedade agroecológica da nossa terra, com um preço ótimo e ainda cair na folia. Ainda não conhecia o evento e já estou encantada”, disse a nova freguesa da feirinha.

Nessa 32ª edição da Feirinha São Luís a programação cultural foi recheada de atrações carnavalescas como Bloco Tradicional Especialistas do Ritmo, Elilma Vasconcelos, Bloco do Nina e Bloco Bicicletinha, que alegraram o público durante o domingo na praça.

O titular da Semapa, Ivaldo Rodrigues ressalta que até o carnaval os domingos na feirinha serão no ritmo carnavalesco. “Por determinação do prefeito Edivaldo, vamos manter a ideia de edições temáticas ao longo de 2018, trazendo sempre inovação para chamar o público, como nas edições anteriores. Durante esse período de folia, as atrações carnavalescas maranhenses que são fortes e diversas serão evidenciadas na Feirinha”, disse o secretário.

Além do carro chefe da feirinha, que tem foco na venda dos produtos da agricultura familiar produzidos na capital, a gastronomia é outro ponto forte e, a cada edição, um novo comandante na Barraca do Chef traz diversas delícias. Dessa vez, o convidado foi Anastácio Washington, especializado em comida típica regional. A proposta da Barraca do Chef é que a cada edição, seja apresentado um cardápio com a marca de cada profissional.

Nas edições anteriores, passaram pela Barraca do Chef nomes de peso como Melquiades Dantas, Cila Brandão, Juja, Danilo Dias, Thiago Ogro, Felipe Marques, Giuseppe Rocha e Paulo Coimbra, Murylo Luna, Rosângela Roxo, Suely Almeida, Adriana Saulnier, Danilo Sousa, Warwick Trinta, Delmo Junior e Ormilo Neto, que conquistaram o público pelos sabores de seus pratos.

A Feirinha São Luís reúne 29 barracas para venda de produtos oriundos da agricultura familiar, 30 destinadas ao artesanato, 22 para alimentação e ainda 12 food trucks. Quem vai à Feirinha pode adquirir produtos agroecológicos diretamente dos produtores.

Jovem morre atropelada quando saía de bloco no bairro Alemanha em São Luís

Na madrugada deste domingo (14), uma jovem ainda não identificada morreu atropelada na Avenida dos Franceses, no bairro Alemanha na capital maranhense. Segundo informações à mulher estava no bloco do próprio bairro, quando atravessou a avenida pela faixa de pedestre em frente ao Centro de Ensino Margarida Pires Leal, quando um carro em alta velocidade atingiu a vítima. O motorista fugiu sem prestar os primeiros socorros. O corpo da jovem ainda vai ser submetido ao exame de necropsia no Instituto Médico Legal (IML). Aguardem mais informações..

Fórum debate rumos da qualidade na educação em São José de Ribamar

Com o tema, “A consolidação do Sistema Nacional de Educação (SNE), e o Plano Nacional de Educação (PNE): monitoramento, avaliação e proposição de políticas para garantia do direito à educação de qualidade social, pública, gratuita e laica”, a Prefeitura de São José de Ribamar, por meio da Secretaria Municipal de Educação do Município (SEMED), promoveu na manhã desta sexta-feira (12), o Fórum Municipal de Educação. O evento foi realizado no Liceu Ribamarense I.

O Fórum, que tem entre os principais objetivos, possibilitar o encontro entre sociedade civil e o poder público, coordenar as conferências municipais de educação e fazer o acompanhamento e execução das metas do Plano Municipal de Educação (PME), também promoveu a participação nos processos decisórios e na gestão de políticas públicas educacionais.

Durante o evento, a secretária de educação, Carla Verás, destacou a importância em reunir os profissionais da classe, para que fosse discutida a educação no âmbito municipal.  “O Fórum Municipal de Educação é um momento ímpar na comunidade escolar. É o momento de chamar a educação para os segmentos da sociedade, a fim de que possa ser feito uma avaliação e para medir o trabalho que está sendo realizado”, destacou a gestora.

Reconhecendo a importância dos fóruns permanentes de educação, como espaço de participação da sociedade para a formulação e acompanhamento da política educacional do município, o prefeito Luis Fernando Silva destacou que o fórum é mais um passo no avanço cada vez maior da oferta do ensino de qualidade.

“O diálogo é um instrumento fundamental para a participação de todos os envolvidos, pautado na realidade, sobretudo, que contribua para a melhoria da qualidade da educação e na ação transformadora em busca de oportunidades para todos”, completou o prefeito.

O evento contou com a participação dos vereadores Professor Cristiano, Professor Cássio Salis, Moisés Gama, secretários municipais, diretores, professores, reitor do IFMA-SJR, Marco Torreão, Diretor da Unidade Regional de Educação – São Luís, José de Ribamar Portela e demais servidores da educação municipal.

Raimundo Penha vistoria obras no bairro da Liberdade

Acompanhado do secretário municipal Antônio Araújo (Obras) e de lideranças comunitárias, o vereador Raimundo Penha (PDT) vistoriou, nesta última sexta-feira (12), obras de infraestrutura e de saneamento básico que estão sendo executadas pela prefeitura de São Luís na Vila Sésamo, no bairro da Liberdade.

No local, está sendo realizada a concretagem de vias e os serviços de recuperação de galerias antigas que absolvem as águas pluviais. Raimundo Penha, durante a visita, conversou com os moradores e ouviu suas reivindicações, que serão defendidas pelo parlamentar na Câmara Municipal de São Luís.

Atendendo pedido do vereador, Antônio Araújo anunciou que irá determinar a recuperação de um outro trecho das galerias, serviço, este, que não estava previsto no projeto inicial. “Assim que concluirmos esta primeira etapa, iniciaremos a recuperação do outro trecho em atendimento ao pleito feito pelo amigo Raimundo Penha e pelas lideranças comunitárias do bairro”, disse o secretário.

É importante destacar que o vereador, desde o início do seu mandato, vem tendo forte atuação na Liberdade e destinou, por exemplo, recursos financeiros – via emenda parlamentar – que foram empregados na recuperação da Feira do bairro. “As demonstrações de carinho que recebo dos moradores é que me motivam e me dão energia para continuar trabalhando no sentido de garantir os direitos de nossa população”, afirmou Penha.

Wellington é o parlamentar com maior número de projetos e ações na Assembleia Legislativa do Maranhão

Mais de mil proposições! Essa é a expressão que sintetiza a atuação parlamentar do deputado estadual Wellington do Curso em apenas 03 anos na Assembleia Legislativa do Maranhão. Já são 1.024 proposições apresentadas, entre elas 491 indicações; 386 requerimentos; 110 Projetos de Lei; 6 projetos de Decreto Legislativo; 6 projetos de Emenda Constitucional. Todas as propostas foram encaminhadas ao Governador Flávio Dino (PC do B), que é quem possui a competência para executar.

Ao abordar o grande número de proposições, Wellington disse que é graças à população, que é quem participa diariamente do mandato.

“Nosso mandato tem a cara do povo do Maranhão. É natural que tenhamos muitos projetos. Afinal, se a população solicita; a gente formaliza. É simples! Não há barreira entre o povo e nosso mandato. Fazemos isso desde o início e continuaremos. Afinal, fomos eleitos para defender a população e cumprir as ordens dela”, disse Wellington.

Além da atuação incessante na Assembleia Legislativa, o deputado Wellington também é reconhecido por sua atuação nas ruas, com o contato direto com a população.

“Temos o projeto do ‘Ouvindo o Maranhão’, que consiste em visitar os municípios e ouvir a população. Nosso mandato é das ruas. Não se limita à Assembleia Legislativa. Aliás, a Assembleia é apenas um dos pontos. Para nós, o mais importante é a participação popular. É sentir o povo, conhecer a realidade e ser grato pela confiança de quem acredita em nós”, pontuou o parlamentar.

Wellington também é o deputado que já mais realizou audiências públicas, com servidores públicos, concursados, minorias, em defesa dos animais, entre outros.

“A audiência pública é o momento em que reunimos população e autoridades. Se alguém tem que fazer algo, o fará nesse momento. Como deputado estadual, não posso efetivar ação alguma. Por isso, temos a audiência: momento em que reunimos a população e as autoridades. Após, temos inúmeros encaminhamentos, a fim de solucionar os problemas”, esclareceu Wellington.

Entre as propostas de autoria do deputado Wellington, há aquelas que já foram aceitas e implantaras pelo Governo do Estado, a exemplo do Programa de Alfabetização “Sim, eu posso!” , e, ainda, o que impõe gratificação aos policiais militares por apreensão de arma de fogo no Maranhão.

Atualmente, tramitam na Assembleia projetos de grande relevância, de autoria do deputado Wellington, a exemplo do PL 99/2017, que proíbe a apreensão de veículos por IPVA atrasado; e o PL 357/2017, que prevê o percentual de 10% nas notas finais dos maranhenses em concursos públicos realizados no Maranhão.

Eliziane Gama e vizinhos mandam construir guarita irregular na própria rua

Na tarde desta sexta-feira 12, o Blog Jamys Gualhardo foi in loco verificar uma denúncia no bairro do Araçagy em São José de Ribamar.

Em 2017, inúmeros moradores da região do Parque Vitória foi notificado para retirar construções irregulares, treilleres e bancas. Mas vemos que a medida não seja para todos, pois no Araçagy , como mostra a imagem , um grupo de moradores mandaram construir uma guarita no meio da rua, isso mesmo, desrespeitando totalmente a sociedade.

O desrespeito continua quando há um possível beneficiamento no asfaltamento da rua em sua totalidade, isso sem falar do meio-fio, e coincidentemente há uma deputada que mora neste logradouro. Aguardamos um posicionamento da blitz urbana de São José de Ribamar, saber qual a justificativa da não isonomia entre os cidadãos do município.

Levi Pontes visita novo Diretor do Complexo de Comunicação

Deputado Levi Pontes visita novo Diretor do Complexo de Comunicação

O deputado estadual Levi Pontes (PC do B), visitou o novo Diretor de Comunicação da Assembleia Legislativa do Maranhão, Edwin Jinkings, na manhã desta sexta-feira (12), em seu gabinete no Complexo de Comunicação. Na oportunidade, o parlamentar destacou o brilhante trabalho que o ex-diretor Carlos Alberto Ferreira realizou durante anos e desejou boas vindas ao novo diretor.

“O Dr. Carlos Alberto é um homem muito bom e profissional. Fez um excelente trabalho com toda a equipe, mas passou o bastão para o Edwin Jinkings, que, também, tem muita experiência, exercendo cargos importantíssimos em vários órgãos no Maranhão com a comunicação. Agora, irá inovar e continuar um excelente trabalho, melhorando assim, a comunicação da Assembleia que tem investido muito em profissionais e equipamentos de última geração”, destacou Levi Pontes.

Edwin Jinkings agradeceu a visita do deputado, e, afirmou, que irá contribuir com todos os parlamentares da Casa. “Agradeço a oportunidade ao presidente Othelino Neto de chefiar a Comunicação da Assembleia, é um desafio que vamos procurar enfrentar com muita honradez, com ética e com o compromisso e a dedicação que o cargo exige. Nós temos uma boa equipe de profissionais, equipamentos de última geração e vamos continuar investindo e melhorando a nossa comunicação. Estou à disposição de todos os deputados, de todos os servidores para servir e trabalharmos juntos”, destacou Edwin.

Auditoria do TCU aponta rombo de R$ 3,6 mi em órgão indígena do Maranhão

Dsei-MA virou escoadouro de dinheiro destinado à saúde indígena. (Foto: Arquivo/Blog do Antônio Martins)

Auditoria do TCU (Tribunal de Contas da União) concluiu prejuízo potencial de R$ 3,6 milhões em contratos de prestação de serviços pelo Distrito Sanitário Especial Indígena (DSEI) do Maranhão. A investigação foi feita em 2014, um ano depois de Alexandre Oliveira Cantuária, ser nomeado pelo ex-ministro da Saúde, Alexandre Padilha. A auditoria analisou contratos desde 2013.

Além de prejuízos, foram encontrados indícios de irregularidades nas licitações. O rombo seria suficiente para resolver vários problemas nas comunidades indígenas do estado que sofrem, principalmente, com precariedade do atendimento à saúde de seus povos.

De acordo com a suspeita do TCU, a auditoria 14.966, no Dsei-MA, identificou prejuízo de R$ 2.621.479,00, até novembro/2014, relacionado ao contrato 10/2013, com vigência de 15 de maio de /2013 a 14 de maio de 2015, conforme o portal Transparência Pública. Além disso, foi apontado, ainda, prejuízo potencial de R$ 1.069.705,00 até maio/2015.

Auditoria do TCU aponta irregularidades em contratos dos DSEIs

“Para o referido cálculo não foram utilizados os valores indicados pela CGU, mas se tomou como parâmetro a pesquisa de preços realizada pelo próprio Dsei/MA, juntada ao processo de contratação, que se apresentou mais conservadora, conforme explanado à folha 12 do relatório (peça 81). Apontou-se, ainda, débito de R$ 15.915,76 relativo a irregularidades na execução do contrato 10/2013”, diz trecho do relatório anexado aos documentos encaminhadas anonimamente ao blog do Antônio Martins.

Locação de veículos no Dsei-MA foi um dos contratos que o TCU levantou suspeita

O blog apurou que Alexandre Cantuária, foi nomeado coordenador-geral do Dsei/MA, no dia 22 de janeiro de 2013. Desde então, transforma o órgão indígena maranhense num escoadouro de dinheiro público. Nesse período, ele já cometeu várias irregularidades como, por exemplo, a audácia de usar a própria sede do Dsei/MA como escritório do Instituto de Medicina Integral Professor Fernando Figueira (IMIP), ONG que recebe R$ 500 milhões para terceirizar mão de obra para a saúde indígena no país.

TCU constata rombo milionário na gestão de Alexandre Cantuária no Dsei-MA

Além disso, Cantuária usou sua influência para conseguir um contrato com o IMIP, no valor de R$ 84 mil à sua esposa Tacyana Schmidt. O dinheiro repassado pela União, por meio da ONG, deveria ser usado para pagar equipes de saúde indígena no Maranhão. O mais grave é que quem trabalha pela esposa do coordenador do Dsei/MA era uma amiga. Como se não bastasse, farra das diárias para ‘líderes’ indígenas e até vereadores evidenciam ainda mais as suspeitas de corrupção no órgão indígena no estado.

Os indícios de irregularidades nos DSEIs – incluindo o do Maranhão – motivaram o Ministério da Saúde, responsável pela Secretaria Especial de Saúde Indígena (Sesai), a solicitar da Controladoria-Geral da União (CGU) uma investigação na contratação de empresas prestadoras de serviço. Indícios que levaram a Polícia Federal (PF) a deflagrar, em 2014, a Operação Frota.

No Maranhão, além do rombo de R$ 3,6 milhões em contratos, a auditoria da Secretaria de Controle Externo de Aquisições Logísticas (Selog), do TCU, também detectou prejuízos decorrentes do sobrepreço, principalmente, no contrato 10/2013 que incluiu o período posterior a novembro/2014 até o último pagamento realizado.

Alexandre Cantuária foi nomeado em janeiro de 2013 para coordenar o Dsei-MA

SÉRIE VAI CONTINUAR
Desde a última terça-feira (09), o blog do Antônio Martins mostra, por meio de uma série especial, os indícios de irregularidades e corrupção envolvendo o coordenador do Dsei-MA, Alexandre Cantuária e o Instituto de Medicina Integral Professor Fernando Figueira (IMIP). As pautas bombas deveriam se exaurir hoje, mas em função do calhamaço de documentos enviados anonimamente ao blog, resolvemos esticar a série especial por mais uma semana. Numa dessas matérias, reservamos espaço para revelar a movimentação dos recursos de mais de R$ 10 milhões, viabilizados pelo deputado federal João Marcelo Souza (PMDB/MA), para atender as necessidades de locomoção do Distrito de Saúde Indígena do Maranhão. No total, o valor chega a R$ 10.387.440, 00. Aguardem!

Blog vai revelar detalhes da movimentação das verbas viabilizadas pelo deputado João Marcelo ao Dsei-MA

SAIBA MAIS
Subordinados à Sesai (Secretaria Especial de Saúde Indígena), órgão do Ministério da Saúde criado no fim de 2010 para assumir a saúde indígena no lugar da Funasa (Fundação Nacional da Saúde), os DSEIs são unidades gestoras descentralizadas do Subsistema de Atenção à Saúde Indígena (SasiSUS).

Verde faz balanço de suas ações em programa de TV

Em entrevista ao programa Café com Elda, da TV Assembleia, nesta sexta (12), o deputado estadual Júnior Verde (PRB) fez um balanço das ações que desenvolveu no parlamento estadual, no ano de 2017. Foram proposições e projetos de lei que beneficiaram diversas categorias de trabalhadores.

Um dos projetos importantes que resolveu um problema histórico foi o que consolidou os limites da Região Metropolitana de São Luís, São José de Ribamar, Paço do Lumiar e Raposa. “São leis que vão gerar divisas sociais e dignidade para a região, considerando que hoje as pessoas que lá residem por vezes nem sabem a qual município pertencem”, explicou.

Em 2017, o parlamentar conseguiu mudar a Constituição do Maranhão, aprovando o princípio da Equidade, que garante direitos por meio dos Conselhos Tutelares, algo inédito no Estado. Reforçando a defesa das crianças e adolescentes, Verde conseguiu ainda a criação da Escola de
Conselhos na estrutura do Governo do Estado. A iniciativa vai promover a permanente capacitação dos conselheiros tutelares.

Na área da Segurança Pública, Júnior Verde lutou por meio de diversas Indicações para a convocação de mais policiais. Presidente da Comissão de Segurança, o deputado realizou várias audiências.

“Percorremos o Maranhão colhendo demandas, visitando municípios e trouxemos para esta Casa solicitações de mais asfalto e hoje, muitas cidades receberam esse importante benefício. Também entregamos ambulâncias, viaturas policiais e máquinas motoniveladoras, as chamadas Patrol, a municípios de várias regiões maranhenses”, lembrou.

Outra luta antiga e histórica foi a MA-006, que liga Pedro do Rosário a Zé Doca, entregue no ano passado. Duas importantes regiões, a região do Alto Turi e a Baixada Maranhense, estão hoje interligadas. Também destaca-se o Viva Cidadão de Zé Doca, conquistado por meio de Indicação.

Outro Projeto de Lei obteve isenção de ICMS para os produtores de suínos locais, em detrimento daqueles que comercializam fora do Estado. Para fortalecer a economia maranhense, também foram realizadas reuniões na Secretaria de Estado do Meio Ambiente (SEMA) em defesa da carcinicultura e da aquicultura, para licenciamentos ambientais e renovação de créditos. Pela primeira vez foi realizada uma audiência pública em que foi discutida a apicultura. Agora, busca-se a regulamentação da atividade.

Recentemente, foi aprovado um Projeto que vai permitir a retirada dos animais de todas as BRs e MAs do Estado. Inúmeros municípios, povoados distantes, foram beneficiados com poços artesianos e com o programa “Água para Todos” por meio de Indicações e emendas próprias do deputado. Com emendas parlamentares, Júnior Verde também beneficiou Balsas com a construção de uma praça no povoado Aldeias, que está em fase de conclusão.

“No transporte alternativo, avançamos na regularização do segmento. Diversas reuniões foram realizadas com o presidente Lawrence Melo, da MOB, oportunidade em que também discutimos melhorias para os usuários do serviço”, ressaltou o parlamentar, que aproveitou para agradecer ao ministro Sarney Filho e ao deputado Adriano Sarney, que recentemente, por meio da portaria interministerial do IBAMA, fizeram justiça aos pescadores do litoral maranhense, hoje contemplados pelo seguro defeso.

“Que Deus continue nos abençoando, nos permitindo estar aqui trabalhando, defendendo os anseios populares. Trabalhamos intensamente pelas causas sociais desse Estado e é com esse propósito que vamos continuar”, garantiu.

Ministros dizem que atuação de Hildo Rocha foi importante para a conclusão do primeiro trecho da duplicação da BR-135

A bancada federal do Maranhão está de parabéns por ter contribuído para a conclusão de um empreendimento relevante para o desenvolvimento do Estado. Todos se empenharam, é verdade. Mas é inegável que entre os 18 deputados federais alguns demonstraram mais interesse, mostraram a cara, fizeram insistentes cobranças ao governo, perambularam pelos corredores do ministério dos Transportes e do Dnit em busca de soluções no momento em que a obra estava paralisada e a população achincalhava a classe política pela situação.

Nesta quinta-feira (11), durante a solenidade de inauguração do primeiro trecho da obra, os ministros Maurício Quintela (Transportes) e Sarney Filho (Meio Ambiente) reconheceram a atuação da bancada e destacaram o empenho do deputado Hildo Rocha. Um merecido reconhecimento, afinal, desde o primeiro mês de mandato Hildo Rocha empunhou a bandeira da causa. Em pronunciamento no dia 24 de fevereiro de 2015 Hildo Rocha fez a primeira cobrança acerca da precariedade das rodovias federais do Maranhão. Daí em diante intensificou a sua atuação em defesa da duplicação da BR-135 e demais rodovias federais do Maranhão.

“Para mostrar a importância do trabalho que a bancada federal realizou, em defesa da duplicação da BR-135, nos vinte meses de ministério, realizei vinte e uma audiências para discutir sobre a obra. O nosso deputado federal Hildo Rocha participou ativamente de todas as audiências que fizemos para que essa rodovia fosse hoje uma realidade”, declarou o ministro Quintela.

“Essa é uma luta de toda a bancada., mas, eu me recordo bem do deputado Hildo que se destacou nessa luta”, destacou o Ministro Sarney Filho.