Rosário: Projeto que visa tratar usuários de álcool e drogas completa um ano

O projeto “Casa Acolhedora” é um espaço que oferece tratamento a pacientes em situação de abandono causada por álcool e outros entorpecentes em Rosário. Foi uma inciativa da Prefeita de Rosário Irlahi Moraes e se baseia no principio do resgate e da ressocialização de pessoas que vivem atualmente em situação de vulnerabilidade social.

casa acolhedora 1

A Casa Acolhedora festejou seu primeiro aniversario com eventos esportivos e religiosos. A Prefeitura Municipal juntamente com as igrejas evangélicas, católica, empresários, políticos e principalmente as famílias dos internos promoveram varias atividades recreativas com a participação intensa das comunidades vizinhas.

Na manhã do dia 18 de Abril, sábado, o dia começou com um grande torneio de futebol e festival de louvor organizado pelas igrejas evangélicas e a terapeuta Corporal Conceição Mateus, centenas de pessoas participaram das programações.

No domingo, dia 19 de Abril, dia oficial do aniversario, aconteceu um culto e varias atividades religiosas e contou com a participação da Prefeita Irlahi Moraes, pastores e a equipe que organizou a 1°Copa Rosariense de Futebol Sub – 19, entre eles destacam-se Alexandre Aquino, Dimas Tinoco, Zé Valdo e Neto do Zico. Neste dia também, houve testemunho dos internos, entrega das cestas básicas que foram arrecadadas nas competições através dos atletas, organizadores e o publico.

Segundo Jenisvaldo, 45 anos, interno ha 7 meses, este projeto dar oportunidade para as pessoas que não tem condições financeira e psicológica para um tratamento adequado e digno. “Agradeço muito a prefeita e a todos que ajudam a casa de forma financeira ou solidaria, através de alimentos, roupas, tratamentos, aulas entre outras coisas. Hoje sou uma nova pessoa, conquistei novamente minha família, o amor dos meus filhos, tenho trabalho, vivo outra realidade”, afirmou Jenivaldo.

Diferentemente da alternativa de tratamento, a casa é um lugar onde eles voltam a construir valores, fazer novas descobertas e trabalhar novas aptidões. Existe na casa a pratica da agricultura, piscicultura, criação de galinha caipira, entre outras atividades que são estimuladas por meio do treinamento e cursos oferecidos pelo Serviço Nacional de Aprendizagem Rural (Senar) e a Secretaria Municipal de Educação.

A prefeita de Rosário, Irlahi Moraes (PMDB), disse que, a equipe responsável pelo projeto fez acompanhamento de jovens em situação de vulnerabilidade social, causado pelo abandono provocado pelo vicio das drogas, visando a ressocialização dessas pessoas. “Temos que cuidar da nossa gente e agir como sociedade, aceitando e tentando resolver o problema, lutar contra o mal deste século que é geral”, disse a prefeita Irlahi Moraes.

Zé Inácio defende licitação para Ferryboat em audiência pública

O deputado Zé Inácio participou na manha desta sexta-feira (24) da audiência pública que tem como proposta a realização da licitação do serviço público de transporte aquaviário no trajeto ponta da Espera/Cujupe. 

O evento foi promovido pelo Governo do Estado e pela Agencia Estadual de Transporte e Mobilidade Urbana (MOB). 

Zé Inácio (PT) que é da Baixada Maranhense e usuário frequente do transporte de ferry boat e por tanto conhece muito bem a realidade, destacou durante audiência a importância de uma licitação em caráter de emergência para que os usuários  desse tipo de transporte possam ter serviço de qualidade.   “A questão central para melhorar o serviço do ferry boat é que se faça a licitação no sistema. Existe um monopólio de duas empresas. E a única forma de melhorar o serviço é que se faça  a licitação no sentido de estabelecer a livre concorrência, de modo que empresas de outros Estados ou até mesmo de outro país que atuam nesse ramo possam concorrer e participar e possam oferecer os serviços de qualidade”, frisou o parlamentar. 

O presidente da MOB, José Arthur Cabral fez uma exposição do critério que será adotado para a concessão do serviço público e o  modelo de contratação que será adotado pelo Estado para a contratação deste serviço. Atualmente, as empresas que realizam o transporte via ferry-boat operam com base em permissão precária e a prestação de serviços tem sido motivo de reclamações por parte dos usuários. 

Ano passado, o Ministério Público cobrou das empresas que operam os ferry boats, a melhoria na qualidade do serviço oferecido à população.  A partir da licitação, o Estado tem como objetivo definir critérios que garantam à população a prestação de serviço de qualidade.

“O autismo não pode mais ser tratado como algo desconhecido”, destaca deputado Wellington em Audiência Pública

Atendendo ao requerimento do deputado Wellington do Curso (PPS), a Comissão de Direitos Humanos e das Minorias da Assembleia Legislativa realizou, na tarde desta quinta-feira (23), no Auditório Fernando Falcão, uma Audiência Pública em defesa dos direitos dos autistas.

A reunião contou com a participação do presidente da Comissão de Direitos Humanos da AL, deputado Zé Inácio (PT); do secretário de Estado dos Direitos Humanos, Francisco Gonçalves; do promotor de Infância e Juventude, Márcio Thadeu; da presidente da Associação Brasileira de Autismo, Marisa Fúria, além de representantes de órgãos públicos municipais e estaduais e pais de crianças espectro autistas, que discorreram sobre os desafios da convivência com pessoas autistas e forneceram informações sobre a síndrome.

Ao fazer a abertura da reunião, o vice-presidente da Comissão de Direitos Humanos, deputado Wellington do Curso (PPS), reafirmou que continuará empenhado na defesa pelos direitos sociais e das minorias e será a voz no parlamento dos menos favorecidos.

“Não me calarei diante das mazelas e anseios da população. Como defensor da dignidade humana, quero destacar que o autismo não pode ser mais tratado como algo desconhecido. Cabe a todos nós essa união na busca por políticas públicas em defesa das pessoas com deficiência e, ao parlamento, que não nos omitamos de nossas responsabilidades enquanto deputados. Destaco o meu apoio, minha voz, minha energia e minha defesa a todos vocês, pais e defensores dos autistas”, ressaltou.

Na ocasião, os organizadores exibiram um vídeo-documentário apresentando depoimentos e histórias de vida de pais com filhos autistas. Em seguida, a representante das mães, Telma Sá, e o presidente da Associação dos Amigos dos Autistas (AMA), Iomar da Silva, explicaram sobre o transtorno espectro autista e as condições vivenciadas por eles na realidade atual, e destacaram a importância de cada município do Estado disponibilizar um Centro de Assistência ao Autista.

Também presente na audiência, a promotora da Educação, Luciane Belo, fez referência à última pesquisa do IBGE que somou mais de 1 milhão de autistas só em São Luís, o que levou o Maranhão a ser o segundo estado com o maior número de pessoas com a síndrome.

No encerramento da audiência pública, conduzido pelo deputado Zé Inácio, a Comissão encaminhou as seguintes proposições: reunião de trabalho para a primeira quinzena de maio com representantes das secretarias de Educação, Saúde e Direitos Humanos e a presença de associações representativas do Autismo. Foi registrada, ainda, uma audiência na qual será entregue uma carta proposta ao Governo do Estado solicitando urgência em políticas públicas e projetos voltados para a Educação, Saúde e Assistência Social em defesa dos autistas.

Rose Sales deixa o PC do B

Em respeito a todos vocês e à história política que tenho construído em nosso Estado, esclareço que:

– O PCdoB é um partido que tem a minha aprovação, considerando que em seus 93 (noventa e três) anos tem um compromisso real com o povo brasileiro e maranhense, com a democracia e a soberania popular, construindo um projeto político socialista, a fim de consolidar a igualdade e a justiça social, de modo consistente e progressivo;

– A minha filiação ao PCdoB em 2007, se deu por convicção à sua ideologia e à sua história em prol do povo e dos trabalhadores. Por uma questão de identidade, me filiei ao Partido e fui calorosamente bem recebida, oportunidade em que agradeço aos dirigentes, aos militantes, àqueles que nutriram respeito à minha forma de fazer política em São Luís, de estar fazendo a luta social com os menos favorecidos e em favor deles, de assumir a luta dos/as trabalhadores/as, realizando enfrentamento responsável às gestões municipais com base na garantia de direitos do nosso povo;

– Ao longo desse tempo sinto-me acrescida pela força da história e pelo ensinamento do Partido, como de igual modo, sei que somei para credibilidade e aprovação popular cada vez mais intensa por parte do povo de São Luís e do Maranhão ao PCdoB; e, fui eleita Vereadora de São Luís, em 2008, a primeira mulher comunista a assumir a vereança na capital, com 2.118 (dois mil, cento e dezoito) votos, a única mulher naquela Legislatura, composta por 20 (vinte) homens e ao lado dos movimentos sociais, do povo e dos trabalhadores comprovamos que lugar de mulher é também na política, ocupando os espaços de poder; e, no pleito eleitoral de 2012, por reconhecimento popular, por exercer um mandato livre, sem amarras, íntegro e de permanente trabalho, fui reeleita com 7.977 (sete mil, novecentos e setenta e sete) votos, contribuindo decisivamente para eleição à Câmara de Vereadores de mais um membro do PCdoB;

– No meu mandato, diferenciadamente, consegui revelar o viés de governar, que tinha a gestão anterior, combati de forma incessante, sem tréguas, os abusos e descasos para com o povo de São Luís, construindo caminhos para a alternância natural do Executivo Municipal, que ora governa;

– Reeleita, tenho mantido a mesma coerência de quem sabe por quem fui chamada e por quem fui eleita, defendendo com a mesma intensidade a população de São Luís, cumprindo o meu dever fiscalizador, de mediadora do interesse popular, cobrando e propondo as ações e as políticas públicas devidas por parte do Executivo Municipal;

– Em 2014 tive a rica experiência de disputar o cargo de Deputada Federal, visando contribuir muito mais com o povo de São Luís e do Maranhão, e obtive uma grande vitória política, mesmo sem recursos e grandes apoios, onde a população de São Luís me concedeu mais de 25.000 (vinte e cinco mil) votos, e a Ilha, mais de 28.000(vinte e oito mil) votos, num total de cerca de 34.000 (trinta e quatro mil) votos – uma grande resposta da aprovação popular;

– Apesar de haver afinidade político-programática entre Rose Sales e o PCdoB, em razão de uma questão pontual em relação à política de São Luís, o PCdoB e a Vereadora tem olhares diferentes quanto à gestão municipal;

– Em razão disso, do olhar diferente, o PCdoB marcha numa linha de apoio e de sustentação ao atual governo municipal, enquanto a Vereadora Rose Sales entende que o caminho deva ser outro. Desse modo, HÁ UM ENTENDIMENTO MADURO E AMIGÁVEL DE QUE CADA UM PERCORRA O SEU CAMINHO;

– Independente dessa separação partidária, a relação entre Rose Sales e o PCdoB se manterá respeitosa e de proximidade, considerando a minha aprovação e o meu apoio ao governador Flávio Dino e ao modelo de governar o Maranhão, onde se implanta uma gestão de resgate de direitos e de justiça social em favor dos maranhenses;

– Tranquilizo os ludovicenses e os maranhenses de que na sigla que escolher para militar, continuarei com o mesmo compromisso político e a mesma intensidade de conduta na construção de um mandato combativo ao lado dos movimentos sociais, do povo e dos trabalhadores, enfim, fazendo política com autonomia e por convicção.

Respeitosamente,

Rose Sales
Vereadora de São Luís

Astro de Ogum deve se filiar ao PR

A pedido do seu presidente nacional, senador Alfredo Nascimento (AM), ex-ministro dos Transportes, o Partido Republicano (PR), está sendo organizado pelo ex-deputado estadual Hélio Soares e deve ganhar reforço com a filiação do presidente da Câmara Municipal Astro de Ogum, ainda filiado ao PMN. O PR é um partido de faixa intermediária, que conta em seus quadros com cinco senadores e 34 deputados federais, o que é uma considerável força no Congresso Nacional.

No Maranhão, além do deputado estadual mais votado na última eleição, Josimar de Maranhãozinho, que obteve quase 100 mil votos, o partido conta com 14 prefeitos e dezenas de vereadores. “Estamos organizando o PR. O deputado Josimar de Maranhãozinho deverá ficar com o comando da Executiva Estadual, enquanto eu fui convidado para dirigir a Municipal. Formulei convite ao presidente da Câmara, porque vejo no Astro de Ogum uma grande liderança política, que, com certeza irá somar conosco na jornada eleitoral de 2016”, afirmou o ex-deputado Hélio Soares.

Coligação

De acordo com Hélio Soares, ainda é prematuro se falar em definições partidárias para o pleito do próximo ano, por força da reforma política que está em votação no Congresso Nacional. Para o ex-parlamentar, é essa reforma que irá decidir como os partidos irão se comportar nas eleições municipais do próximo ano.

“Uma coisa posso falar com toda a certeza: O PR está pronto para a disputa. É uma sigla de considerável musculatura eleitoral, tanto a nível federal como estadual. Se o Congresso decidir que não haverá mais coligações majoritárias ou proporcionais, temos condições de laçarmos candidatura própria para o Executivo e temos um bom quadro para disputar vagas na Câmara Municipal”, revelou Hélio Soares.

Sobre a provável filiação de Astro de Ogum, Hélio Soares foi bastante enfático: “O Astro de Ogum é uma liderança política comprovada. É o único vereador da capital remanescente do pleito do ano 2000 e sua trajetória é interessante, já que, além de líder espiritual e político, tem um grande trabalho social e na área da cultura popular. Ele vem fortalecer os quadros do PR, com toda certeza”, frisou o ex-deputado Hélio Soares.

Conforme o ex-parlamentar, o partido está organizando uma grande festa política para receber Astro de Ogum, com as presenças do seu presidente nacional, o senador Alfredo Nascimento e diversos deputados federais. O objetivo, afirma Hélio Soares é mostrar a força do Partido Republicano, numa grande festa democrática.

Ex-prefeito ficha-suja difama desembargador e ‘enrola’ TRE com avalanche de agravos para manter filha na prefeitura da Raposa

Antônio Martins – O ex-prefeito ‘ficha-suja’ da Raposa, José Laci de Oliveira, que “governa” como uma marionete a atual prefeita do município, sua filha Talita “Tapetão” Laci, está pensando que o Tribunal Regional Eleitoral (TRE) é como na Raposa, onde suas mentiras e “articulações alcoólicas” ainda enganam alguns eleitores menos informados. Cheio de dívidas e completamente desesperado, o ex-prefeito ficha suja e Raposa Velha, usa alguns blogs para tentar manipular os experientes, honestos e honrados desembargadores da Corte Eleitoral Maranhense.

Laci, orientado ou desorientado pelos advogados da prefeita “TAPETÃO” da Raposa, tem como alvo o vice-presidente e corregedor do Tribunal Regional Eleitoral do Maranhão (TRE-MA), desembargador Lourival de Jesus Serejo Sousa, que foi denunciado na Polícia Federal, por ele o pai da atual prefeita da Raposa .

A denúncia, que mais parece uma brincadeira de criança, diz que“cópias de um áudio indica uma conversa para tentar reverter a decisão do TRE”, para retornar o prefeito eleito Clodomir de Oliveira dos Santos, que está afastado do cargo desde fevereiro deste ano.

Laci, que tem tomado muitas garrafas de whisky da marca Teacher`s, para tentar acalmar os nervos, já que sabe que o mandato de sua filha será derrubado em Brasília, no Tribunal Superior Eleitoral, quer intimidar o desembargador, plantando suas mentiras arquitetadas em mesas de bar.

É DESESPERO, É DESESPERO!

O desespero é tanto, que além de tentar intimidar um desembargador, Laci tenta prolongar a estadia da filha na cadeira da prefeitura, através das jogadas dos advogados que estão protocolando agravos e mais agravos sem peso jurídico algum, descaradamente, para adiar o retorno do ex-prefeito Clodomir Oliveira dos Santos (PRTB).

Os próprios desembargadores, durante reunião com uma comissão de eleitores da Raposa, admitiram que os agravos protocolados por Talita Laci são meramente protelatórios, ou seja: têm a nítida intenção de retardar o retorno do prefeito de direito, Clodomir dos Santos, ao cargo para o qual foi eleito pela maioria do povo raposense.

Dois agravos já foram arrolados ao processo, um pela Coligação A Esperança Voltou e um outro pelo vice de Talita Laci, os dois agravos buscam o mesmo objeto de um primeiro agravo protocolado por Talita, que já foi julgado improcedente pelo próprio TRE. Resumindo, está mais que evidente que os agravos tendem apenas a retardar a queda de Talita Laci e o retorno do por enquanto ex-prefeito Clodomir.

Será que os experientes desembargadores do TRE do Maranhão se deixarão desmoralizar, pelas mentiras e jogadas de José Laci e seus advogados?

Marco Aurélio quer bônus na nota do ENEM para alunos maranhenses

1950422323-207455744noticiaDurante sessão plenária, realizada na manhã desta quarta-feira (22), na assembleia legislativa do Maranhão, o deputado estadual, Professor Marco Aurélio (PCdoB), apresentou proposição para a criação de um sistema de bonificação para os alunos que cursaram todo o ensino médio em escolas públicas do Maranhão.

O objetivo é facilitar o acesso dos estudantes maranhenses à universidade, bem como reter a mão de obra qualificada, dos profissionais formados na Universidade Federal do Maranhão, no estado do Maranhão. Marco Aurélio destacou que desde que o ENEM passou a ser porta de entrada para a Universidade Federal, em 2009, nota-se uma queda na inserção de maranhenses nos principais cursos da universidade federal do Maranhão.

“Em Imperatriz, por exemplo, na primeira turma de medicina da UFMA, apenas 10% dos alunos são da Região Tocantina. Sem contar que muitos alunos acabam abandonando o curso, depois de passar em outros vestibulares na sua região de origem. Outro ponto negativo para o estado é a evasão dessa mão de obra qualificada, uma vez que após a formatura, grande parte desses profissionais acaba retornando para suas cidades ou estados.” Alertou o parlamentar.

O deputado sugeriu, que a exemplo do que acontece em algumas universidades federais como Universidade Federal do Pará e Universidade Federal de Pernambuco, seja adotado o sistema de bonificação para alunos que cursaram todo o ensino médio em escolas públicas. Pelo sistema, estes alunos teriam uma bonificação de 10% em sua nota final do Enem, aumentando a probabilidade de ingresso.

É de responsabilidade da universidade, durante o credenciamento ao ENEM, a escolha da política afirmativa que será usada pela mesma. O objetivo do deputado é sensibilizar a universidade a implementar o modelo de bonificação aos alunos do Maranhão. “A Universidade Federal do Maranhão deve servir, sobretudo, aos maranhenses.” Ressaltou o parlamentar.

Marco Aurélio informou que irá participar de audiência com o reitor da Universidade Federal do Maranhão, Natalino Salgado, para discutir a implantação desse sistema. “O objetivo não é ferir a isonomia, mas garantir que o aluno formado no Maranhão possa fortalecer a mão de obra de seu estado.” Concluiu o parlamentar.

Câmara aprova emendas que alteram projeto de terceirização

A Câmara dos Deputados aprovou, por 230 votos a 203, nesta quarta-feira (22), emenda do relator do projeto de lei sobre terceirização, Arthur Oliveira Maia (SD-BA), e do PMDB, que muda pontos do texto. O projeto 4.330/04, que regulamenta as terceirizações, será votado ainda hoje.

A emenda determina que, nos contratos de terceirização não sujeitos à retenção na fonte de 11% da fatura –-prevista em lei para serviços de limpeza ou segurança, por exemplo-– ou às alíquotas relativas à desoneração da folha de pagamentos, a contratante será obrigada a reter o equivalente a 20% da folha de salários da contratada, descontando da fatura.

Outra mudança prevista na matéria aprovada diminui o recolhimento antecipado do IR (Imposto de Renda) na fonte de 1,5% para 1% para empresas de terceirização dos serviços de limpeza, conservação, segurança e vigilância.

A emenda aprovada nesta quarta altera um ponto que trata da sindicalização. Fica mantido o trecho aprovado no dia 8 que prevê a filiação dos terceirizados ao mesmo sindicato da contratante apenas se ambas as empresas pertençam à mesma categoria econômica. Entretanto, a emenda retira a necessidade de se observar os respectivos acordos e convenções coletivas de trabalho.

Quanto à responsabilidade da contratante, a emenda torna solidária a responsabilidade da contratante em relação às obrigações trabalhistas e previdenciárias devidas pela contratada.

Nesse tipo de responsabilidade, o trabalhador pode processar tanto a contratada quanto a contratante.

Os parlamentares aprovaram o texto-base do projeto em 8 de abril, mas pontos principais do projeto, como a terceirização ou não de atividades-fim, a sindicalização dos terceirizados e a responsabilidade da contratante ainda dependem de definição.

* Com Agência Câmara

“Um descaso com o bem público”, afirma deputado Wellington sobre o cancelamento da Refinaria Premium

Deputado Wellington do Curso (PPS)
Deputado Wellington do Curso (PPS)

Durante a sessão desta quarta-feira (24) na Assembleia Legislativa, o deputado Wellington do Curso (PPS) afirmou ser “um descaso com o bem público” o cancelamento da Refinaria Premium de Bacabeira.

Para o parlamentar, que destacou sua visita na última sexta feira (17), com a Comissão Externa da Câmara Federal às obras, se faz necessário encontrar uma solução para o problema, considerado por ele como um “tapa na cara” de milhares de maranhenses que sonharam em um dia ter um emprego digno sem precisar sair do Estado.

“É estarrecedora a situação em Bacabeira. É um descaso e uma falta de respeito com o bem público. Foram enterrados mais de 2 bilhões de reais nesta obra que mudaria a vida dos maranhenses que sonharam e acreditaram em dias melhores e que, por descaso político e falta de comprometimento, tiveram seus sonhos frustrados. É de extrema urgência que nós, enquanto representantes do povo, nos posicionemos na busca pela retomada deste sonho maranhense. Não queremos compensação, lutaremos pela retomada da instalação
da Refinaria Premium”, afirmou.

Vereador Pereirinha reivindica melhorias para o Sacavem

Para garantir maior comodidade aos frequentadores da quadra de esportes “Raimundo Chaves”, no bairro Sacavem, o vereador Antônio Isaías Pereirinha (PSL) está solicitando ao prefeito Edivaldo Holanda(PTC), que autorize a Secretaria Municipal de Desportos e Lazer (Semdel), a realizar estudos técnicos que viabilize a construção da cobertura da quadra de esportes.

Vereador Pereirinha reivindica melhorias para o Sacavem

O vereador está atendendo uma reivindicação dos moradores do bairro, pois os mesmos deixam de utilizar a quadra como espaço de lazer durante o período chuvoso. Durante esta época, explica Pereirinha, a quadra fica ociosa. “A quadra com cobertura, além de garantir lazer durante o ano inteiro aos frequentadores, fica protegida dos danos gerados pela chuva”, salientou.

Outra solicitação do parlamentar, diz respeito a realização de serviços de recapeamento asfáltico nas Ruas 03, 08 e na Avenida 02, no bairro da Coheb Sacavem. Nestas vias públicas, as chuvas já levaram toda a cobertura asfáltica, tornando difícil a locomoção das pessoas e o tráfego de veículos.