O Injustiçado…

Rosarienses vejam que injustiças estão fazendo com o Secretario de Esporte Silvestre Telles, além de não tocar na taça do intermunicipal 2014, como se não bastasse os vereadores Pretos, Jardson (Rosário bem representada) e Magno, foram pedir a cabeça do mesmo para Senhora Prefeita.

Entretanto os mesmo edis em conluios com alguns oportunistas e mercenários, agora se dizem o pai da criança e que há tão pouco tempo não sabiam se quer onde era o Estádio Serejão, mais somos conscientes também que a inveja perpétua.

Esquecem o brilhante trabalho que o mesmo vem desempenhando a frente desta secretaria com toda dificuldade, exemplo: os jogos escolares rosariense 2013 e 2014, o bi campeonato dos jems 2013 e 2014, o sub 19, campeonato feminino, futebol de areia e o mais importante que é o recolhimento de tributos para os cofres do município, de onde inclusive sai os seus gordos salários.

Desembargadores eleitorais Daniel Leite e Eduardo Moreira tomam assento na Corte do TRE-MA

Os desembargadores eleitorais Eduardo José Leal Moreira e Daniel de Faria Jerônimo Leite são empossados pela Corte do TRE-MA.

O plenário do Tribunal Regional Eleitoral do Maranhão realizou nesta terça-feira, 27 de janeiro, sessão solene para recepcionar os desembargadores eleitorais Daniel de Faria Jerônimo Leite e Eduardo José Leal Moreira e entregar-lhes a Medalha Ministro Arthur Quadros Collares Moreira. Ambos foram empossados ad referendum no TRE-MA no dia 7 de janeiro de 2015.

A cerimônia, conduzida pelo presidente do órgão, desembargador José de Ribamar Froz Sobrinho, contou com a presença de magistrados, servidores, autoridades políticas, familiares e convidados dos empossados.

Pronunciando-se em nome dos membros do Regional, o desembargador eleitoral Clodomir Sebastião Reis desejou boas-vindas aos empossados, destacando que “a Justiça Eleitoral é o Tribunal da cidadania, cuja missão é a de bem aplicar a Constituição e as leis do país, objetivando a Democracia e o Estado de Direito. Portanto, não pode compartilhar com o abuso de poder, devendo respeitar a vontade da maioria para alcançar o equilíbrio de dois valores: legitimidade e maioria”.

Representando o Ministério Público Eleitoral, o procurador Régis Richael Primo da Silva ressaltou competências e virtudes de cada um dos dois novos desembargadores eleitorais.

Em seu discurso, Daniel Leite homenageou e agradeceu a confiança de familiares e magistrados, aproveitando a ocasião para abordar assuntos do Direito Eleitoral, se comprometendo a sempre defender a Democracia.

Já Eduardo Moreira frisou que “os sentimentos presentes na posse são os de alegria, agradecimento e responsabilidade”, lembrando sua trajetória e agradecendo ao estímulo recebido de seus colegas de magistratura, em especial os do Tribunal de Justiça do Estado do Maranhão, familiares e amigos.

Compuseram a mesa membros da Corte do TRE-MA, o diretor geral do tribunal, Gustavo Adriano Costa Campos, a desembargadora Anildes Cruz (presidente em exercício do TJMA), o deputado estadual Edilázio Júnior (representando o presidente da Assembleia Legislativa), o advogado Carlos Couto (vice-presidente da OAB-MA) e o secretário municipal Diogo Lima (Urbanismo e Habitação – representando no ato o prefeito de São Luís).

Youssef diz que pagou propina a ex-autoridade do Maranhão

Youssef disse que, em 2013, viajou a São Luís para levar uma parcela de R$ 1,4 milhão a ex-chefe da Casa Civil da ex-governadora Roseana Sarney.

Doleiro Alberto Youssef, preso na Operação Lava Jato Foto: Twitter
Doleiro Alberto Youssef, preso na Operação Lava Jato

Uol – O doleiro Alberto Youssef, preso na Operação Lava Jato, disse, em depoimento de delação premiada, que pagou propina a João Abreu, chefe da Casa Civil da ex-governadora Roseana Sarney. Conforme Youssef, a “comissão” tinha por objetivo favorecer a empreiteira UTC/Constran com a liberação de um precatório de R$ 110 milhões, referente a obras de pavimentação da BR-230 na década de 1980.

O doleiro afirmou que a UTC tinha interesse em receber rapidamente o precatório, que poderia levar anos para ser pago pelo governo. De acordo com o depoimento, ficou acertado que Abreu receberia R$ 3 milhões dos R$ 10 milhões pagos pela empresa, cujo pagamento foi dividido em 24 parcelas.

Youssef disse que, em 2013, viajou a São Luís, em avião fretado, para levar uma parcela de R$ 1,4 milhão ao ex-chefe da Casa Civil, mas foi preso pela Polícia Federal antes de entregar o dinheiro. Segundo ele, a outra  parte foi levada por Adarico Negromonte e Rafael Ângulo, presos na Lava Jato por transportarem dinheiro a mando do doleiro.

No depoimento, Alberto Youssef afirmou que não sabe se João Abreu chegou a consultar a então governadora Roseana Sarney sobre o acordo. À Polícia Federal, o doleiro também declarou que não sabe se outras pessoas estariam envolvidas no acordo.

Em mensagem de texto interceptada pela PF com autorização judicial, os diretores da UTC Walmir Pinheiro e Augusto Cesar Ribeiro comemoraram com Youssef o fechamento do acordo para o pagamento das parcelas.

“Augusto e Primo (Youssef). Parabéns pela concretização do acordo com o gov. MA. Sei perfeitamente quanto foi duro fechar esta operação. Foram quase 6 meses de idas e vindas. Com o recebimento da 1ª parcela, agora é torcer para que o MA honre com as demais parcelas. Grande Abraço”.

Em seguida, Youssef respondeu: ” Walmir, obrigado, mas todos merecem parabéns. Sem a ajuda de todos envolvidos não seria possivel esse acordo. Vamos seguir cuidado até que termine com sucesso. Abraço.”

Atendendo pedido da Secretaria de Transparência e Controle do Estado do Maranhão, o juiz federal Sérgio Moro, responsável pela investigação da Lava Jato, autorizou que o depoimento fosse compartilhado

A Agência Brasil entrou em contato com a UTC e aguarda retorno. João de Abreu afirma que não houve pagamento de nenhuma vantagem  e que o acordo, também celebrado com representantes do Ministério Público e do Poder Judiciário, trouxe economia de R$ 28,9 milhões ao estado. 

Josimar de Maranhãozinho visita Presidente Sarney para agradecer os votos obtidos no município

10457961_1526764854252345_7346228080682995193_n

Com 1.775 votos obtidos em Presidente Sarney, o deputado estadual eleito Josimar de Maranhãozinho visitou, neste sábado (24), o município ao lado da esposa e prefeita de Centro do Guilherme, Detinha, para agradecer a expressiva votação obtida no município.

“Tive uma votação expressiva em Presidente Sarney, e não poderíamos deixar de agradecer a todos pelo apoio, ressaltando a responsabilidade que temos e que vamos honrar cada voto”, destacou o deputado.

Na oportunidade ainda, o deputado foi recebido por várias lideranças políticas, entre elas, o empresário e líder político Jurandir, onde aproveitaram para participar das comemorações em agradecimento aos votos que contou com churrasco e música ao vivo. Uma multidão compareceu ao local para recepcionar o deputado eleito.

Para Jurandir, a visita do deputado Josimar ao município após as eleições,  só confirma o perfil e do comprometimento dele com o povo de Presidente Sarney, destacou o líder político. (Maycon Alves)

Sindicato aprova fim da terceirização no sistema penitenciário

A iniciativa do governador Flávio Dino de acabar com as terceirizações e realizar a contratação temporária e direta de 1,3 mil profissionais para atuarem no sistema penitenciário foi bem recebida pela direção do Sindicato dos Servidores do Sistema Penitenciário do Estado do Maranhão (Sindspem-MA). O presidente do Sindspem, Antonio Benigno Portela, denunciou que o antigo modelo administrativo onerava os cofres públicos e quase extinguiu a função do agente penitenciário no Maranhão.

“O sistema penitenciário se tornou refém da terceirização; há dois anos lutamos contra essa prática do governo anterior que só trouxe malefícios à população e a nossa categoria”, afirmou o líder sindical. Ele ressaltou que a prática da terceirização foi beneficiada ao longo dos anos com a falta de concurso público.

A decisão de mudar a forma de contratação de trabalhadores para o sistema penitenciário foi determinada pelo governador Flávio Dino por meio de medida provisória. O seletivo será aberto com 800 vagas para vigilantes penitenciários e 500 vagas para agentes. Eles substituirão os funcionários terceirizados até a realização de concurso público. A remuneração do vigilante penitenciário será de R$ 1,5 mil e do agente penitenciário de R$ 3,9 mil.

O secretário de Justiça e de Administração Penitenciária (Sejap), Murilo de Oliveira, explicou que o seletivo para a contratação temporária e o concurso público são medidas que garantirão a legalidade das funções e economia aos cofres públicos.

“O gasto anual com os 1,3 mil profissionais totalizará R$ 42 milhões, o que corresponde a uma economia de quase R$ 22 milhões aos cofres públicos se comparados com os gastos estabelecidos na gestão anterior que alcançaram a cifra dos R$ 64 milhões. O seletivo é uma medida provisória até que seja concluída a etapa total do concurso e com toda certeza, estas mudanças trarão resultados positivos e faremos um bom trabalho com a chegada de novos profissionais”, garantiu o secretário.

No Maranhão, existem 476 agentes penitenciários para aproximadamente seis mil presos, isto é, 12 detentos para cada servidor. O Departamento Penitenciário Nacional (Depen) e a Organização das Nações Unidas (ONU) indicam que a média ideal é um agente para cada cinco presos.

Problemas na terceirização

Os dirigentes sindicais apontam vários problemas na terceirização. O presidente do Sindspemcita o exemplo da empresa VTI Serviços que recebia R$ 5 mil para cada monitor e pagava um salário de R$ 1 mil aos trabalhadores. “Era uma espécie de atravessadora, quando o contrato poderia ser direto e os custos bem menores”, sugeriu.

As funções internas ficaram restritas, como revistas de presos e de familiares, mesmo capacitados, esses profissionais foram substituídos por monitores terceirizados. Hoje, a atribuição deles é escolta prisional externa.

Astro de Ogum responsabiliza Eliziane Gama por intervenção no Parque Folclórico da Vila Palmeira

Depois do Convento das Mercês, o Governo do Estado decidiu intervir também no Parque Folclórico da Vila Palmeira, que desde 2000 é administrador pela Federação do Folclore do Maranhão, presidida pelo vereador Astro de Ogum, que também é presidente da Câmara Municipal de São Luís. O vereador atribuiu a intervenção à deputada estadual Eliziane Gama (PPS), eleita deputada federal, que pretende destinar o espaço para realização de eventos evangélicos e não apenas para festas de carnaval e São João. Eliziane teria sido a responsável pela indicação da jornalista Ester Marques para a Secretaria da Cultura.

De acordo com a assessoria de Astro de Ogum, a secretária indicou um interventor, “que não conhece nada do assunto”, destituindo o administrador Paulo de Aruanda, que preside a Federação do Folclore do Maranhão. Ainda de acordo com a assessoria de Astro de Ogum, “o Parque do Folclore da Vila Palmeira esteve abandonado até o ano 2000, quando o presidente da Câmara Municipal de São Luís, então presidente da Federação, assumiu o comando e o transformou num local de lazer completamente estruturado e seguro”.

A intervenção está provocando revolta entre a classe da cultura popular, já que a Federação agrega 585 entidades de todo o Estado. (Blog do Aquiles Emir)

Conheça o Plano ‘Mais IDH’

O governador do Maranhão, Flávio Dino, instalou no último dia 08 de Janeiro,  o Comitê Gestor do Plano de Ações Mais IDH. O Plano é o principal Programa do atual governo para combater a extrema pobreza e as desigualdades sociais no Estado. O Comitê Gestor, formado por 11 secretarias e órgãos de Estado,   será responsável por promover as políticas públicas articuladas em setores como: combate ao analfabetismo e a precarização das escolas públicas, fornecimento de água, habitação, geração de emprego e renda e produção na agricultura familiar.

As propostas do Plano de Ações Mais IDH serão coordenadas pela Secretaria de Estado de Direitos Humanos e Participação Popular (Sedihpop) e chegarão aos 30 municípios de menor Índice de Desenvolvimento Humano Municipal (IDHM).

“Vamos desenvolver o Maranhão e combater a pobreza que atinge grande parte da população. Vamos mostrar que é possível fazer tudo isso com um governo focado em melhorar a vida dos que mais precisam”, afirmou Flávio Dino  na reunião que  instituiu o comitê.

Reuniões com prefeitos e sociedade estabelecerão as prioridades

Nesta segunda-feira (26) , o governador Flávio Dino se reunirá no Palácio dos Leões  com os 30 prefeitos dos municípios incluídos no Programa Mais IDH para começar a discutir quais as ações prioritárias do governo para melhorar a qualidade de vida nas cidades.

Flávio Dino também se reunirá com representantes dos Sindicatos de Trabalhadores Rurais e da Sociedade Civil para estabelecer diálogos sobre as ações do plano.

Além do Governador Flávio Dino, dos prefeitos e de representantes de sindicatos e da sociedade civil, os membros participarão também do encontro, os membros do Comitê Gestor do Mais IDH formado pelas secretarias de Desenvolvimento Social, Articulação Política e Assuntos Federativos, Saúde, Educação, Agricultura Familiar, Trabalho e Econômica Solidária, Cidades e Desenvolvimento Urbano, Igualdade Racial, além da Companhia de Saneamento Ambiental do Maranhão (Caema) e do Instituto Maranhense de Estudos Socioeconômicos e Cartográficos (Imesc)

Juventude do PDT participou de retiro socialista em Timon

A Juventude Socialista do PDT de Timon realizou, no último fim de semana, em um sítio no município de Timon, a sua primeira edição do Retiro Socialista. O projeto, que tem como propósito a formação política dos jovens militantes da legenda, reuniu, cerca de 100 timonenses, e convidados de vários municípios do Maranhão.

Liderados pela organização da JS PDT Timon, os jovens participaram, durante os três dias do evento, de palestras e discussões sobre temas como, a história do partido, trabalhismo e o papel da juventude no contexto político e social. A programação, também contemplou atividades culturais e a participação especial do Líder Político o Pedetista Chico Leitoa.

Para os organizadores o resultado do evento foi muito positivo, além da capacitação política e troca de experiências, durante o Retiro pudemos avaliar a participação e contribuição da juventude ao partido, e vimos, com nitidez, um forte engajamento político dos nossos jovens.

Anajatuba: TJ nega liminar e mantém ação penal contra Hélder Aragão

helderGilberto Léda – O desembargador Jamil de Miranda Gedeon, do Tribunal de Justiça (TJ) do Maranhão negou, pedido de liminar emhabeas corpus e manteve a tramitação de ação penal contra o prefeito de Anajatuba, Hélder Aragão (PMDB).

O peemedebista foi denunciado pelo Ministério Público após o desencadeamento da Operação Geist.  De acordo com o promotor de justiça Marco Aurélio Rodrigues, coordenador do Grupo de Atuação Especial no Combate às Organizações Criminosas (Gaeco), os valores de contratos com suspeita de irregularidades na Prefeitura somam mais de R$ 30 milhões.

Alegando ilegalidade da ação do MP – que contou com o apoio da Controladoria Geral da União (CGU), da Polícia Civil e da Polícia Federal -, a defesa do prefeito tentava trancar a ação penal, sustentando que as investigações do GECOC teriam ferido a Constituição Federal e a Estadual, e que os trabalhos deveriam ter sido supervisionados pelo TJ, em virtude do suposto envolvimento de um prefeito.

O mérito do habeas corpus agora será analisado pelo Pleno do TJ.

Jonas assina contrato por quatro anos com o Fla: “Felicidade é muito grande”

Por GloboEsporte.com

Agora é oficial. O Flamengo colocou um ponto final na novela que se arrastava desde os últimos dias de 2014 e anunciou na noite desta segunda-feira a contratação do volante Jonas, de 23 anos, destaque do Sampaio Corrêa na última Série B do Campeonato Brasileiro – segundo o Rubro-Negro, ele foi o dono do maior número de desarmes da competição. E o clube divulgou fotos do jogador, que está no Rio de Janeiro e já realizou exames médicos, com a nova camisa e assinando o contrato que tem duração de quatro temporadas. Ele será apresentado na quarta-feira, após o treino da manhã no Ninho do Urubu.

Jonas, Flamengo (Foto: Twitter)

Depois de ser dado como certo no Corinthians, Jonas chegou até mesmo a falar como atleta do Timão, mas brigas políticas por conta da eleição presidencial no clube travaram o acordo e permitiram que o Flamengo entrasse forte na jogada. O nome agradou o técnico Vanderlei Luxemburgo, e a diretoria rubro-negra avançou nas conversas com o empresário do atleta, Eduardo Maluf, e internamente já dava a contratação como certa. De família flamenguista, o jogador nascido no Piauí comemorou o acerto e prometeu empenho para buscar seu espaço.

– Estou muito feliz. Graças a Deus e com muito esforço e trabalho consigo o que almejei: jogar em um time como o Flamengo. A felicidade é muito grande, até porque minha família toda é flamenguista. Agora poderei vestir a camisa rubro-negra com minha família torcendo junto. Vou dar meu melhor. Raça, força de vontade. Comer grama mesmo, dar a vida em campo para que a gente consiga os resultados positivos – afirmou.

O desfecho da negociação já havia sido antecipado na manhã desta segunda-feira, pelo presidente do Sampaio Corrêa, Sérgio Frota. Ele explicou que o clube maranhense vendeu 70% dos direitos do jogador a um grupo de investidores por um milhão de reais e manteve outros 15%. Os empresários negociaram a parte deles diretamente com o Flamengo.

– O Sampaio vendeu 70% do direito do Jonas por um milhão de reais. Ainda falta uma parcela de 300 mil. E vamos ver o que acontece com esses 15% que ainda temos. Acredito no potencial do Jonas. Se não acontecer nenhuma anormalidade acredito que é um bom investimento – disse Frota.

Jonas é o sexto reforço anunciado pelo Flamengo para 2015. Antes, o Rubro-Negro já havia contratado o atacante Marcelo Cirino, o meia Arthur Maia, o zagueiro Bressan e os laterais Thallyson e Pará. O clube também negocia com o meia Cícero, do Fluminense, e busca um camisa 10 no mercado.