Júnior Verde defende lei que regulamente ações do Corpo de Bombeiros

O deputado Júnior Verde (PRB) ocupou a tribuna da Assembleia Legislativa, nesta quarta-feira (18), para destacar a reunião da Comissão de Segurança Pública da Casa, realizada na manhã desta quarta-feira (18), com a participação dos deputados Antônio Pereira (DEM), Souza Neto (PTN) e Wellington do Curso (PPS).

Na condição de vice-presidente da Comissão, Júnior Verde informou que na reunião os deputados tiveram oportunidade de receber integrantes do Corpo de Bombeiros, e discutir a Lei de Organização Básica do Corpo de Bombeiro Militar no Estado do Maranhão.

Para Júnior Verde, a LBO uma espécie “certidão de nascimento” do Corpo de Bombeiros, mas ainda não foi sancionada porque está em tramitação em vários órgãos do Governo do Estado. Depois de analisada e sancionada, a lei volta à Assembleia.

Para Júnior Verde, a LBO é importante por vários aspectos, principalmente na transferência de recursos às unidades  descentralizadas que recebem do Corpo de Bombeiros, causando embaraços à gestão pública por conta da falta de legitimidade. 

RECURSOS FINANCEIROS 

O parlamentar citou como exemplo os municípios de Timon, Bacabal, Itapecuru e Pinheiro, que têm unidades do Corpo de Bombeiro não regulamentadas. “Precisamos dar efetividade à lei que permitirá gestão pública ao Corpo de Bombeiros”, afirmou. 

Júnior Verde pediu pressa na apreciação da LBO nas secretarias estaduais e na Procuradoria Geral do Estado (PGE). Segundo ele, a lei não gera despesa, pois apenas regulamenta a criação de vagas no quadro efetivo do Corpo de Bombeiro Militar do Maranhão.

Na avaliação de Júnior Verde, a LBO é essencial porque  permite que o próprio Corpo de Bombeiros busque recursos do Governo Federal.  O secretário de Previdência, Felipe Camarão, e a PGE já foram convidados a discutir a questão na Assembleia.

Sousa Neto cobra reconhecimento do governo sobre obras da gestão anterior

O deputado Sousa Neto (PTN), em aparte ao discurso do deputado Edilázio Junior (PV), na sessão da última terça-feira (17), criticou o posicionamento dos deputados da atual bancada governista, que no governo passado eram contrários ao empréstimo contraído pelo governo junto ao BNDES, e que agora elogiam as ações realizadas pelo governador Flávio Dino com recursos oriundos do referido empréstimo.

Sousa Neto relembrou o discurso que tinha feito anteriormente na tribuna, quando na oportunidade cobrou do governo atual que reconheça que as obras que estão sendo entregues foram iniciadas no governo passado.

“Na minha fala na tribuna pedi ao governador pelo menos a humildade de quando for inaugurar as obras fazer o mesmo que o governo anterior na inauguração do estádio Frei Epifânio D’Abadia, em 2010, quando eu era secretário de Estado de Esporte e Juventude, indicando que a obra havia sido iniciada pelo governo Jackson Lago e entregue pelo governo Roseana Sarney”, afirmou Sousa Neto.

Ainda em aparte, Sousa Neto também lembrou o discurso utilizado por Flávio Dino no início de sua gestão de que havia recebido um estado endividado, mas que acabou sendo desmentido em rede nacional após veiculação de reportagem no Bom Dia Brasil.

Sousa Neto destacou que o atual governador precisa reconhecer que  “toda essa onda em que ele vai surfar esse ano de inaugurações e obras foram realizadas e planejadas no governo passado, inclusive os hospitais macrorregionais que ainda estão por inaugurar nas cidades de Pinheiro, Caxias, Santa Inês e que precisam pelo menos que seja reconhecido que fazem parte do programa Saúde é Vida, implantado pelo governo Roseana e pelo então Secretário Ricardo Murad”.

Sérgio Frota defende mais incentivo financeiro ao futebol do Maranhão

O deputado Sérgio Frota (PSDB) ocupou a tribuna da Assembleia Legislativa nesta quarta-feira (18) para defender maiores incentivos financeiros para o futebol maranhense, principalmente por parte do governo do Estado que, segundo ele, é o principal responsável pela execução das políticas públicas de inclusão social.    

Sérgio Frota (PSDB)
Sérgio Frota (PSDB)

O parlamentar lembrou que está há 95 meses no comando do Sampaio Correa e desde 2008 luta pela valorização do nosso futebol.

Frota deixou a atividade empresarial para ser vereador. Em 2012, foi eleito deputado estadual porque não obteve na Câmara de São Luís força e respaldo para brigar pelo futebol maranhense.

Na oportunidade, Sérgio Frota reconheceu que desde 2012 o  Sampaio Correa leva o nome do Maranhão positivamente pelo Brasil e pelo mundo afora. “O Sampaio resgatou a autoestima do torcedor maranhense, que voltou a torcer por um clube do nosso estado”, disse.

Na avaliação de Sérgio Frota, mesmo tendo projetado o nome do Maranhão de forma positiva, o futebol não contou e não conta com o apoio da iniciativa privada, que ainda não atentou para o grande veículo de comunicação de publicidade que é o futebol.

VETO E INSOLVÊNCIA  

No pronunciamento, Sérgio Frota defendeu a emenda à lei de incentivo ao esporte, que aumentou de 0,4% para 0,5% a arrecadação do ICMS e a concessão de incentivo fiscal a todos os contribuintes que resolverem incentivar o esporte no Maranhão.

Para Sérgio Frota, quatro milhões de reais ajudam o futebol profissional maranhense por um ano, o que é muito pouco em relação ao que o governo destina, por exemplo, ao Carnaval e ao São João, que recebem todos os anos, para 30 dias, mais de R$ 50 milhões.

A Emenda à Lei de Incentivo ao Esporte, de autoria do ex-deputado e ex-secretário Joaquim Haickel, foi aprovada pela Assembleia, mas vetada pela ex-governadora Roseana Sarney.  “Hoje a situação do futebol maranhense é de insolvência”, lamenta. 

Vereadores reafirmam confiança e apoio no presidente Astro de Ogum

Vereadores reafirmam confiança e apoio no presidente Astro de Ogum
Parlamentares se reuniram com o presidente durante jantar no Olho D‘Água.

Durante o encontro, os  vereadores reafirmam a confiança no trabalho e na disposição do presidente. Astro de Ogum explicou o cenário da Câmara e pediu compreensão, união e o apoio dos colegas, que afirmaram está todos juntos em prol do Legislativo Municipal.

“Fico bastante lisonjeado em recebê-los, haja vista que a grande maioria atendeu o nosso chamado,  que tem como objetivo dividir com cada um dos senhores, as decisões administrativas implementadas”, ressaltou o presidente.

No encontro algumas deliberações foram tomadas, entre elas, a criação de comissões. A primeira, composta por cinco vereadores, irá a Brasília se reunir com a diretoria da Associação Brasileira de Câmaras Municipais – ABRACAN e terá como missão tratar assuntos de interesse do Legislativo Municipal na capital brasileira.

“Precisamos debater alguns temas pertinentes para a Câmara de São Luís,  incluindo, entre eles, a reforma política,  fixação de subsídios dos vereadores, limite de gastos com despesas de pessoal, vedação ao pagamento de verba de representação, base de cálculo para o repasse das câmaras, ausência de movimentação bancária nos pagamentos das câmaras, processos licitatórios, e outros assuntos relativos às prestações de contas”, informou Astro de Ogum.

Para tratar das vedações apresentadas durante o seminário promovido pelo Tribunal de Contas do Estado (TCE), no último dia 12, sobre práticas de gestão, uma comissão formada por 11 vereadores irá visitar o presidente do TCE, conselheiro Jorge Pavão, ainda está semana.

“Estamos preocupados com as informações que nos foram repassadas durante o seminário. Precisamos entender, por exemplo, qual o dispositivo legal faz com que o TCE vede o recebimento de 13º salário e verba indenizatória para as Câmaras Municipais, mas, em contra partida, os demais poderes legislativos, tanto na esfera estadual quanto federal, possam usufruir de tal benefício, já que a função de legislar é a mesma. Isso não fere o Princípio Constitucional da Isonomia?”, questionou o presidente.

Outras duas comissões também deverão ser criadas, uma para tratar sobre o novo Regimento Interno da Casa, que precisa se adequar a nova realidade da CM, hoje formada por 31 vereadore. A outra comissão será para tratar sobre o Projeto de Lei 230/2012, de autoria do presidente, que cria 400 placas de táxi em São Luís. A preparação para o lançamento do portal da Câmara e o ponta pé para a construção da nova sede, que acontecerá no próximo dia 24, também foram abordados.

“Este é um momento ímpar que estamos vivenciando. Essa forma compartilhada de administrar, inédita, permite com que possamos participar, de forma ativa, da administração daquela Casa”, afirmou o vereador Basileu.

Pensamento esse ratificado pelo vereador Honorato Fernandes. “É importante que façamos a avaliação dos dois meses de gestão, independente da cor das bandeiras partidárias. Todos nos precisamos, verdadeiramente, deixar nossa parcela de contribuição neste novo momento que a Câmara Municipal de São Luís está vivenciando”, finalizou Honorato.

Participaram do jantar os vereadores Pavão Filho, Pedro Lucas Fernandes, Ricardo Diniz, Basileu, Rose Sales, Josué Pinheiro, Barbosa Lages, Edmilson Jansem, Marquinhos, Estevão Aragão, Fábio Câmara, Pereirinha, José Joaquim, Osmar Filho, Ivaldo Rodrigues, Sebastião Albuquerque, Manoel Rego, Nato, Honorato, Luciana Mendes, Edimar, Chaguinha, Beto Castro. Estiveram ausentes os vereadores professor Lisboa, Barbara Soeiro, Gutemberg, Francisco Carvalho, Paulo Luiz e Roberto Rocha Júnior.

TCE emprega, sem concurso, mulher do próprio presidente

Antônio Martins – Órgão fiscalizador das contas do governo e das prefeituras, o Tribunal de Contas do Maranhão (TCE-MA) tem sido protagonista frequente de escândalos no estado. O principal personagem é justamente o atual presidente da Corte, o conselheiro João Jorge Jinkings Pavão.

Helena Maria Lobato Pavão, esposa do presidente do TCE, Jorge Pavão, deixou a prefeitura de Santa Helena, mas conseguiu uma sinecura no órgão comandado pelo marido.

Ontem, o blog publicou um post mostrando que, mesmo com irregularidades as contas anuais de gestão de responsabilidade da ex-prefeita Helena Maria Lobato Pavão, esposa do presidente Jorge Pavão, foram aprovadas pelo TCE. Hoje, obtivemos documentos que comprovam uma prática de nepotismo descarado naquele órgão. Conselheiro vitalício há quase 25 anos, Raimundo Nonato de Carvalho Lago Junior, mantém Helena Lobato, esposa do presidente Jorge Pavão como funcionária nomeada em seu gabinete.

VEJA TAMBÉM:
Esposa do presidente do TCE tem contas aprovadas com irregularidades
Presidente do TCE estaria atuando em ações do filho

Ninguém no gabinete confirmou ao blog se Helena efetivamente trabalha no órgão. Mesmo assim, os salários dela estão entre os mais altos entre os funcionários daquele tribunal. Conforme documentos obtidos com pelo blog, a esposa do presidente recebe mensalmente um salário quase de R$ 7 mil do TCE.

Folha do mês de Fevereiro deste ano comprova que os salários de Helena Pavão estão entre os mais altos entre os funcionários do TCE

“Eu não sei [se trabalha no gabinete]. Não gostaria de comentar sobre o assunto”, resumiu em poucas palavras um funcionário que pediu para não se identificar com medo de sofrer represarias.

Esposa do presidente do TCE tem um subsidio de R$ 2.218, mas o salário é ‘engordado’ com outros benefícios:  ATS, no valor de R$ 643,36; GACE, de R$ 4.000 e ‘auxilio alimentação’ no valor de R$ 575,00

QUEM É RAIMUNDO LAGO?
Raimundo Nonato de Carvalho Lago Junior foi indicado para o cargo em agosto de 1989. Ainda nos anos 90, ele presidiu a Corte de Contas nos biênios 1991/1992, 1997/1998 e 1999/2000. Antes de assumiu como conselheiro, Lago Júnior foi Médico na Secretaria de Saúde entre os anos de 1974 a 1989. De 1983 a 1987 exerceu mandato de deputado Estadual. Em seguida, foi Sub-Chefe do Gabinete Civil do Governo do Estado entre 1987 a 1989, de onde saiu para assumiu uma vaga no TCE.

Jorge Pavão, Edmar Cutrim e Raimundo Nonato Lago
Jorge Pavão, Edmar Cutrim e Raimundo Nonato Lago

 

NEPOTISMO REINCIDENTE
Não é a primeira vez que o presidente João Jorge Jinkings Pavão tem um de seus familiares nomeados no Tribunal. Quando foi presidente da Corte de Contas no biênio 2003/2004, Pavão conseguiu empregar o herdeiro João Jorge Jinkings Pavão Filho, como funcionário do órgão.

Quando foi presidente da Corte de Contas no biênio 2003/2004, João Jorge Jinkings Pavão conseguiu empregar o herdeiro João Jorge Jinkings Pavão Filho, como funcionário do órgão

Em abril de 2004, por exemplo, João Pavão Filho foi aprovado na Ordem dos Advogados do Brasil e, começou a atuar como advogado, chegando, inclusive, a transformar o próprio órgão público como uma espécie de escritório privado. Nesse período, ele chegou a informar à OAB como contato comercial, o endereço do próprio TCE, conforme os dados de inscrição.

Descaradamente, filho de Jorge Pavão, informou à OAB que escritório funcionava no TCE

Mas além de usar a estrutura pública do tribunal, o filho do presidente da Corte de Contas maranhense, também começou a faturar alto em contratos com prefeituras que tem gestores com processos no TCE. O negócio é tão rentável que o tio Luiz Raimundo Teixeira Lobato [cunhado de Jorge Pavão], também usa a influência do marido da irmã para faturar milhões de prefeituras cujos gestores são fichas-sujas. Nos próximos dias, o blog vai trazer os detalhes desse esquema que movimenta milhões dos cofres públicos. Aguardem!

Wellington Leite lidera equipe técnica do Governo durante visita a Vargem Grande

Uma equipe técnica do governo do estado realizaram algumas ações no ultimo domingo (15) em Vargem Grande. A equipe liderada pelo Superintendente da Secretaria Estadual de Articulação Política Wellington Leite (PSDB) e composta por Josléa Rodrigues, secretária adjunta de Esporte e Antonia Rangel, diretora da Unidade de Atividade Meio (UGAM) cumpriu uma extensa agenda.

Festejos de São Raimundo e São Sebastião

Acompanhado do vereador Toninho Abreu (PP) e da equipe do governo do estado, Wellington Leite participou de uma reunião na casa paroquial com o Pe. Antonio Carlos e na oportunidade foi tratado do projeto que foi apresentado ao governo do estado que visa fortalecer os festejos de São Raimundo dos Mulundus e de São Sebastião, através das secretarias de Cultura, Turismo e Comunicação.

O padre Antonio Carlos disse que é motivo de felicidade ver um filho de Vargem Grande se interessar pelas ações em favor da cultura e religiosidade: “Olhar alguém que é tão jovem e que quer resgatar essa cultura nos nos sentimos lisonjeados e agradecidos a Deus , não tenha dúvida de que investindo no turismo aqui em Vargem Grande também está fazendo crescer o município e o Estado do Maranhão na questão do turismo. Conversando com o Wellington eu até citei o festejo do Juazeiro que nasceu pequeno com 15 famílias e o Padre Cícero fez crescer para o que conhecemos hoje”.

Para Wellington Leite, a oportunidade de ajudar Vargem Grande é agora: “Nós temos agora um Governador comprometido como o fortalecimento do Estado, me sinto lisonjeado em participar dessa equipe e isso vai nos permitir o acesso para ajudarmos Vargem Grande em todos os setores. Nossa função é requerer ações e acompanhar os pleitos da nossa cidade e das cidades da região. Hoje trouxemos a equipe da Sedel para conhecer as praças esportivas e contribuir com a doação de quites esportivos e conversamos com o padre Antonio sobre o nosso pedido para que os festejos de São Raimundo e de Sao Sebastião sejam incluídos de forma definitiva no calendário de atividades culturais do Estado do Maranhão”.

Almoço

Na sede da Apae, Wellington Leite e a comitiva do governo do estado participaram de um concorrido almoço que reuniu lideranças comunitárias, amigos e correligionários.

“Aproveito este momento para agradecer o carinho e a receptividade de cada um de vocês, para nós é muito importante contar com amigos e companheiros, quero também dizer que a nossa líder maior que é a minha mãe não veio a este evento por que hoje ela tratará com nosso Deputado Fábio Macedo e com pessoas do governo sobre assuntos de interesse de Vargem Grande e do nosso grupo, afirmou Leite”.

Copa Inverno

A Copa Inverno é um torneio de futebol de várzea que é realizada no povoado Casa Branca. A copa é disputada por times da sede e da zona rural, inclusive de áreas quilombolas, de Vargem Grande.

Por intermédio de Wellington Leite, o governo do estado colaborou com a Copa Inverno e no domingo antes da realização da final a Secretária Adjunta Josléa Rodrigues e toda a equipe técnica reuniu com a comunidade, ouviu as reclamações e falou sobre a filosofia do Governo Flávio Dino em fortalecer a prática do esporte. Também foi feita a distribuição de equipagens e bolas para os times da zona rural.

“É interesse do Governador, através da secretaria de Esporte comandada pelo secretário Marcio Jardim, de fortalecer essa prática dos torneios em campos de várzea. Estamos mapeando os locais dessa prática nos municípios para depois adotarmos ações de incremento dessa prática que terminar por realmente congregar as famílias das localidades”, disse Josléa Rodrigues. Com informações Thales Castro. 

Wellington participa de reunião da Comissão de Saúde

O deputado Wellington do Curso (PPS) participou na tarde desta terça-feira (17), de uma reunião extraordinária da Comissão de Saúde da Assembleia Legislativa, presidida pelo deputado Stênio Rezende (PRTB). 

A reunião aconteceu na Sala de Comissões da Alema e contou com a presença do Secretário de Saúde do Estado, Marcos Pacheco, que prestou esclarecimentos sobre os planos de execução da Pasta e a ação do Governo à frente da secretaria.

Preocupado em proporcionar soluções e provocar debates de políticas públicas em relação ao setor, o parlamentar solicitou alguns esclarecimentos apontados por ele como de extrema importância para a saúde pública do Maranhão. Um deles foi a questão da “politização” na saúde, além de cobrar também o prazo para a apresentação dos relatórios dos seus primeiros meses de gestão.

“Nós, enquanto políticos, temos a oportunidade de fazer mais pela população que depende da saúde pública. Precisamos fazer uma ‘reforma’ de consciência, mantendo os princípios. Gostaria de perguntar ao excelentíssimo secretário, por quem tenho um grande carinho e respeito, quais critérios estão sendo adotados para a contratação em determinados cargos relacionados à secretaria e, se possível, peço ao senhor Marcos Pacheco que esclareça sobre o controle das UPAS, que atualmente são ‘administradas’ em favorecimento político”, ressaltou. 

Ao final da audiência, os deputados destacaram o desempenho do secretário por haver respondido a todas as perguntas e por ter se comprometido em melhorar a qualidade da saúde maranhense.

Em Matinha, vereadores da “Bancada do Peixe” triplicam patrimônio em quatro anos

Antônio Martins – Dois vereadores da chamada “Bancada do Peixe”, na Câmara Municipal de Matinha, triplicaram o patrimônio pessoal nos últimos quatro anos, segundo as declarações de bens entregues ao Tribunal Regional Eleitoral do Maranhão (TRE-MA) para registrar suas candidaturas à reeleição em 2012.

unnamed (2)

Em 2008, Florismar declarou um patrimônio de R$ 33 mil

Em quatro anos, o patrimônio de Florismar evoluiu inexplicavelmente para R$ 186 mil

Florismar Gomes Silva, (PDT) e Austragesílio dos Santos, o Burné(PHS) são ligados à pesca. Os dois figuraram na lista dos vereadores mais votados nas eleições de 2012 no município. O patrimônio de Florismar que comanda o Sindicato dos Pescadores evoluiu inexplicavelmente em quatro anos: subiu de R$ 33 mil em 2008, para R$ 186 mil em 2012.

Pesca se transformou num negocio lucrativo para eleger vereadores e deputados. Em Matinha, dois ‘pescadores’ ficaram entre os mais votados para a Câmara.

Nesse período, Austragesílio dos Santos, que dá as cartas na Colônia Z 43, registrou um crescimento patrimonial quase igual ao do colega de plenário. Em 2008, Burné declarou à Justiça Eleitoral que possuía bens no valor de R$ 50 mil. Quatro anos depois, seu patrimônio já estava avaliado em R$ 103 mil. Mas, como será que o patrimônio deles evoluiu durante os quatro últimos anos? Ainda esta semana o blog vai trazer os detalhes que envolvem, inclusive, o pagamento de seguro-defeso.

Em 2008, Burné declarou à Justiça Eleitoral que possuía bens no valor de R$ 50 mil.

Quatro anos depois, o patrimônio de Burné já estava avaliado em R$ 103 mil

Um dado interessante nas declarações dois dos vereadores é a ausência de bens que ajudam qualquer pescador no exercício de sua profissão: barco ou canoa. Tanto Flroismar quanto Austragesílio declararam ser pescador, mas não informaram sequer uma ferramenta [vara, rede, canoa…] que auxiliam em suas jornadas de trabalhos. Ambos não foram localizados pelo BLOG para comentar as denúncias.

Os dois ‘vereadores-pescadores’ chegaram a compor uma comissão do IBGE para discutir temas relacionados ao Censo de 2010. Eles representaram suas entidades de pesca.

INVESTIGAÇÕES
No inicio deste mês, seis pessoas foram presas suspeitas de fraudar o Seguro Defeso da cidade de Viana, município que fica próximo a Matinha. De acordo com a Polícia Civil, responsável pela operação que prendeu os suspeitos e que denominada de “Peixe Grande”, o desvio com a fraude pode representar cerca de R$ 5 milhões apenas no ano de 2014. Entre os suspeitos presos de desviar verbas do benefício, está Antônio Coelho Azevedo, conhecido como “Antônio de Inês” que foi candidato a vice-prefeito nas eleições de 2012 no município.

Além de Antônio de Inês, foram presos ainda Antônio Marinho, Inês Pinheiro, Moacir Júnior Amorim, Luís Alberto Mendes Aires e a presidente do Sindicato dos Pescadores de Viana, Adriana Pinheiro Azevedo.

De acordo com informações do delegado Ney Anderson, responsável pela operação, as investigações teriam sido iniciadas no meio do ano passado. A ação realizada ontem teve como objetivo cumprir mandados prisão contra oito pessoas e ainda sete mandados de busca e apreensão. Entretanto, ainda segundo o delegado, apenas seis mandados de prisão foram cumpridos pela polícia.

Ney Anderson explicou ainda que, de acordo com as investigações, a ação criminosa ocorreu dentro do Sindicato dos Pescadores, onde os criminosos teriam se instalado e estariam enriquecendo ilicitamente a custo do Seguro Defeso, que deveria ser pago aos pescadores. Após receber o benefício, os pescadores eram obrigados a repassar metade das parcelas para os integrantes da organização criminosa, sob ameaça de terem o seguro cancelado.

Ainda de acordo com o delegado, para garantir que os pescadores repassassem metade do valor das parcelas para eles, os criminosos retiam as carteiras dos associados. Dificultando o recebimento do benefício, eles tinham como se apropriar dos valores. Ney Anderson revela, que a ameaça e apropriação de metade das parcelas do seguro defeso, não era a única forma de fraudar o benefício. Em alguns casos, segundo o delegado, a organização criminosa facilitava que pessoas que não eram pescadores, recebesse o seguro, em troca de receberem metade do valor.

Foi apreendida vários documentos, 50 carteiras de pescadores, computadores, celulares, veículos, dois revólvers, além de R$ 16 mil.

ENDURECENDO AS REGRAS 
Foi por causa deste tipo de fraude que, a partir de agora, os pescadores não poderão receber o seguro-defeso se já forem beneficiários de outros programas sociais, como o Bolsa Família. Eles também precisarão ter pelo menos três anos de registro como pescador artesanal. Terão de comprovar comercialização de pescador ou pagamento de contribuição previdenciária por pelo menos 12 meses. A concessão do salário mínimo do benefício será avalia por um Comitê Gestor do Seguro-Defeso.

Waldir Maranhão convida Hilton Gonçalo para se filiar no PP

Visando as eleições municipais de 2016, o presidente estadual do Partido Progressistas no Maranhão, Waldir Maranhão (PP), fez um convite formal para que Hilton Gonçalo venha se filiar na legenda. O encontro ocorreu na sede do Diretório Estadual do PP em São Luís (MA).

Durante a conversa, Waldir Maranhão que é vice-presidente da Câmara Federal, revelou o desejo de ter o seu partido concorrendo à prefeitura de São Luís e que busca nomes para entrar na corrida eleitoral. O deputado federal aproveitou a oportunidade para afirmar que Hilton Gonçalo seria o nome ideal para o PP. “O Hilton é um político jovem, saiu com maior índice de aprovação entre os prefeitos maranhenses da gestão 2008-2012 e é um visionário. O nosso estado e principalmente a capital precisa de homens como ele”, afirmou.

O ex-prefeito de Santa Rita ficou muito feliz com o convite e agradeceu: “me honra ser convidado para fazer parte do PP, um partido que vem passando por um momento turbulento, mas é um dos maiores do país. Tem uma grande representatividade”.

No entanto Hilton Gonçalo ainda não decidiu qual partido irá se filiar e se irá disputar as eleições municipais de 2016. Até o momento, o médico recebeu convites de filiação do PPL, PSDB, PMN, PV e outros.

Governo visita e avalia projetos da área rural de Timon

“Conheci uma realidade positiva que comprova que é possível desenvolver a agricultura familiar no Maranhão”. Essa foi a avaliação do secretário de Estado de Agricultura Familiar, Adelmo Soares, após visitar projetos agrícolas, na sexta-feira (13), em áreas de assentamentos viabilizados pelo Crédito Fundiário, na zona rural de Timon, a cerca de 370 km de São Luís.

Um dos projetos visitados fica no assentamento Buritizinho, onde 25 famílias cultivam maracujá, cheiro verde, quiabo, melancia, feijão e milho, em uma área irrigada de 12 km de extensão. A produção tem destino certo: o Programa de Aquisição de Alimentos (PAA) e Programa Nacional de Alimentação Escolar (PNAE), criados pelo Governo Federal para garantir o acesso à alimentação.

O PAA, criado em 2003, compra os produtos dos agricultores para atender pessoas em situação de risco nutricional como indígenas, quilombolas e acampados. No PNAE, a produção dos agricultores é destinada à merenda escolar das redes públicas.

A agricultora Ana Célia, do assentamento Buritizinho, ressalta que tem rendimentos mensais superiores a um salário mínimo, mas tem a esperança de melhorar a produção e ampliar a comercialização, com os novos incentivos na agricultura familiar.

No povoado Cohebe II, o secretário Adelmo Soares visitou a pequena fábrica da Cajuína Humaitá, que produz, artesanalmente, mil unidades por dia. O produtor Manoel Mendes espera melhorar as instalações físicas da fábrica e ampliar a produção para duas mil unidades. Segundo ele, a cajuína é vendida para todo o Brasil e outros países.

Sementes selecionadas

Outro projeto visitado pelo secretário e sua equipe foi no sítio São Judas Tadeu, onde Adelmo Soares conheceu o trabalho de 25 anos do servidor aposentado da Embrapa, Ivo Pinto, que produz sementes de milho e do feijão-caupi (BRS Aracê e BRS Guariba). “O Aracê eu trouxe dos Estados Unidos. É de excelente qualidade, mas ainda não está no mercado. Brevemente, será lançado com perspectiva de grande produção”, explica o produtor;

Leite é vida

Um projeto de produção de leite caprino, na Comunidade Mata Passos, também recebeu a visita do secretário Adelmo Soares. O projeto faz parte do programa Leite é Vida e ajuda no combate à fome e à desnutrição infantil. Foi retomado pela prefeitura de Timon, beneficiando 25 famílias de produtores. Cada uma recebeu três cabras matrizes e um bode reprodutor de puro sangue para iniciar a pequena criação, além de capacitação sobre o manejo reprodutivo e produtivo das cabras.

Adelmo Soares gostou dos projetos visitados e encorajou os trabalhadores a manter suas produções, apostando em mais assistência no campo, uma das metas do Governo do Estado para melhorar a qualidade de vida das comunidades rurais.