Em Brejo, pescadores e agricultores recebem barco motorizado e trator adquiridos com emendas de Hildo

O deputado federal Hildo Rocha entregou, neste fim de semana, um trator, para o Sindicato dos Trabalhadores na Agricultura Familiar e um barco motorizado para a Associação Comunitária Quilombola de Saco das Almas, entidades sediadas no município de Brejo. Os equipamentos foram comprados com recursos federais oriundos de emenda do deputado Hildo Rocha.

Participaram do ato: o prefeito Zé Farias; o vice Gó (José Renato Araújo); os secretários municipais Adriano Barroso (Pesca); Ildenô Moraes (Agricultura); Júnior Moraes (Cultura) e Narcísio (Sinfra).

Também estavam presentes: Alcione Simões Araújo (presidente do Sintraf); Izalmir Santos (secretário de Administração Financeira do Sintraf); Rosete Costa Freire (presidente da Associação de Moradores do Povoado Estreito) e Chico Clemente (líder de comunidades quilombolas).

Hildo Rocha ressaltou agora o trabalho dos agricultores beneficiados ficará mais produtivo. “Agora, parte do trabalho será realizado com mais rapidez, maior eficiência. Com o barco motorizado os pescadores poderão se deslocar com mais segurança, maior rapidez e sem ter que fazer esforço remando canoas. Portanto, temos a felicidade de trazer esses dois equipamentos importantes para a melhoria da qualidade de vida de comunidades residentes na zona rural de Brejo”, destacou Hildo Rocha.

Reivindicações

Falando em nome de trabalhadores e trabalhadoras rurais do povoado Árvores Verdes, o líder quilombola Chico Clemente solicitou o apoio do deputado Hildo Rocha para viabilizar a aquisição de tanques de pesca; kits de irrigação e casas do Programa Nacional de Habitação Rural (PNHR).

“Vamos conseguir os kits. Chico Clemente já havia feito esse pedido e eu destinei recursos provenientes de emendas parlamentares para compra de kits de irrigação. Além disso, ano que o governo federal já assegurou recursos que serão aplicados em obras de infraestrutura em diversos municípios maranhenses. Assim, teremos condições de ajudar os moradores dos povoados com a construção de estradas vicinais”, declarou Hildo Rocha.

Zé Inácio pede a secretaria de segurança que investigue ataque a sede estadual do PT

O Deputado Zé Inácio subiu à tribuna da Assembleia Legislativa nesta segunda-feira (06) para pedir que a Secretaria de Segurança Pública do Estado tome providências a respeito do ataque de vândalos a sede estadual do Partido dos Trabalhadores (PT), ocorrido na madrugada do último dia 02 deste mês. Na faixada do prédio podiam ser vistas pichações em apoio e defesa ao Deputado Jair Bolsonaro.

Zé Inácio caracterizou o ato como “uma ação antidemocrática, uma ação criminosa, uma ação fascista, uma ação que nós que defendemos a democracia, só temos que repudiar atos criminosos dessa natureza que vão contra a liberdade de opinião. “.

O parlamentar disse ainda que os vândalos que atacaram a sede do PT são disseminadores de ódio, da intolerância e do preconceito no país, são saudosistas do regime militar que não aceitam a livre manifestação de pensamento.

O deputado disse que atos como esse não intimidarão o PT, “atos como esse não nos intimidam, pelo contrário, só reafirmam a nossa posição de ter a cada dia mais firmeza de defender as bandeiras de luta que o PT sempre defendeu para que o nosso país não conviva mais com retrocessos, como foi na época do Regime Militar, dos retrocessos e do perigo que significam candidaturas aventureiras para comandar o Brasil. Atos como esses caracterizam de forma muito clara o que significam os riscos que nós possamos ter com candidaturas aventureiras, tipo essa do Jair Bolsonaro. “.

Zé Inácio finalizou com uma crítica a União da Direita Maranhense (UDM), que apoia a candidatura de Jair Bolsonaro para presidência do Brasil. “Eles disseminam muito mais ódio do que esperança, e nós não disseminamos ódio, disseminamos esperança de ter um estado cada vez melhor e um país cada vez melhor para todos os brasileiros. “, disse.

A presidência estadual do PT no Maranhão já registrou o ocorrido junto a polícia militar.

Coronel homenageia sargentos que prenderam assassino de Alanna Ludmila

Na manhã de sábado (04), um veículo van que faz viagens para o interior do Estado, estava se deslocando de São Luis para a cidade de Pirapemas distante aproximadamente 186 km da capital. Parecia mais um dia normal de viagem para o motorista do veículo e passageiros. Dentro do transporte estavam, à paisana, dois sargentos da PM, Cesár e Burgos que iam para um compromisso particular. 

Segundo os militares, nas proximidades da sede da PRF, um homem solicitou parada para a Van. O sargento Burgos que atualmente está na reserva da corporação reconheceu imediatamente Robert Serejo Oliveira, principal suspeito de assassinar a criança Alanna Ludmila, no bairro do Maiobão.  A criança estava sumida desde o dia 1º de novembro e seu corpo foi encontrado na manhã da sexta-feira, dia 3, enterrado no quintal da própria casa. 

 “Logo que ele (Robert) entrou na Van o reconheci imediatamente. Esperamos chegar na Barreira da Estiva (posto da PM) o momento ideal para dar a voz de prisão, pois contaríamos com o apoio do policiamento do posto”, explicou o sargento Burgos.

Ao se aproximar do posto da Estiva, os PMs deram voz de prisão ao suspeito que negou ser Robert Serejo. Os sargentos Burgos e César e o comandante do 6º BPM, major Marcelo, foram homenageados, na manhã desta segunda-feira (06), pelo comandante Geral da PM, coronel PM Frederico Pereira.

“Todo sistema de segurança do nosso Estado estava mobilizado para capturar Robert Serejo. Nossos  policiais estavam atentos e, imediatamente, reconheceram o suspeito e agiram no momento certo, evitando uma aglomeração e reação por parte da população”, destacou o comandante geral.

Polícia não descarta participação de outra pessoa em morte de Alanna Ludmila

LEIA TAMBÉM: 

Mãe e padrasto são suspeitos da morte de Alanna Ludmila

Corpo da menina é encontrado sem vida ao lado da sua casa

Padrasto suspeito de sequestrar e matar a menina continua foragido 

Justiça decreta prisão do ex-padrasto de Alanna Ludmila 

Alanna Ludimilla foi estuprada antes de ser morta 

“Alanna Ludimilla foi enterrada viva”, diz delegada 

“Mães, escutem seus filhos”, apela Jefferson Portela 

Esclarecimentos sobre exames pericias de Alanna Ludmila

A Polícia Civil do Maranhão segue com as investigações sobre o estupro e assassinato de Alanna Ludmilla, de 10 anos. O ex-padrasto da vítima, Robert Serejo de 31 anos, confessou os crimes e negou que tenha tido a participação de outra pessoa na ocultação do corpo. De acordo com os investigadores, só após a conclusão do inquérito policial é que a participação ou não de outra pessoa será confirmada.

Durante coletiva de imprensa, no último sábado, as autoridades policiais fizeram questão de frisar que a mãe da menina não teve nenhuma participação no crime. A divulgação desta informação falsa em redes sociais causou transtorno maior ainda à família.

O caso começou a ser investigado pela delegacia do Maiobão, bairro de Paço do Lumiar, Região Metropolitana de São Luís, onde o crime aconteceu. Depois, passou para Superintendência de Homicídio e Proteção à Pessoa (SHPP). A princípio, todos os delegados estiveram envolvidos nos depoimentos, mas a delegada Viviane Azambuja agora preside as investigações.

“Ele (Robert) diz que fez sozinho. A priori, ele é o único acusado, mas ainda estamos investigando e qualquer possibilidade de ter mais um pessoa, vamos identificar no decorrer das investigações”, declarou a delegada, que informou ainda que o acusado responderá por feminicídio, estupro de vulnerável e ocultação de cadáver.

Outros dados importantes para a conclusão do inquérito virão dos laudos periciais, que devem ser apresentados ainda esta semana aos policiais civis. Dois institutos estão trabalhando com amostras de material, o Instituto Laboratorial de Análises Forenses (Ilaf) e o Instituto de Genética Forense (IGF).

“Poderá ser materializada prova por meio do exame pericial caso tenha tido ajuda de alguém. Porém, como o local foi extremamente violado, muitas provas foram perdidas”, disse a perita criminal Érica Oliveira.

Em audiência com Michel Temer, Hildo Rocha recebe a garantia de conclusão da duplicação da BR-135

A duplicação da BR-135 até a cidade de Bacabeira está assegurada, segundo afirmou o presidente Michel Temer durante audiência que ele concedeu ao deputado federal Hildo Rocha, na semana passada. “Tratamos sobre diversos assuntos, mas, o tema principal foi a duplicação da BR-135. Falei sobre a evolução da obra que agora está num ritmo muito bom. Isso nos leva a acreditar que a segunda pista estará toda pavimentada até o final do próximo mês”, destacou o deputado.

 Duplicação até Miranda do Norte

Hildo Rocha pediu ao presidente Michel Temer que estabeleça como prioridade a continuação do projeto que prevê a duplicação da BR-135 até o município de Miranda do Norte. “A continuação do projeto é de grande importância para a economia do Maranhão. Todas as cidades localizadas ao longo da BR terão possibilidades de atrair empreendimentos, e assim gerar empregos. Além disso, vai melhorar o fluxo dos transportes de mercadorias para importação e exportação, diminuirá os custos, e dará mais segurança no transito”, disse Hildo Rocha.

Dificuldades superadas

De acordo com o parlamentar, o governo anterior não pagou as construtoras que foram obrigadas a paralisar a obra por um longo tempo. “O atraso no pagamento ocasionou lentidão. O problema só foi solucionado após a posse do atual presidente da República. A bancada federal também ajudou a solucionar o problema, pois destinamos R$ 160 milhões de reais em emendas impositivas para que houvesse dotação orçamentaria suficiente para concluir a obra até Bacabeira.  A outra parte da emenda está sendo usada para fazer boa parte dos dois trechos seguintes: Bacabeira/Entroncamento e Entroncamento/ Miranda do Norte” explicou Hildo Rocha.

Água Para Todos

O deputado destacou a liberação de recursos que irão beneficiar milhares de famílias com a implantação de sistemas de abastecimento de água e construção de pequenas barragens. “Agradeci ao presidente pela liberação de dez milhões de reais para o Programa Água Para Todos no Maranhão. O programa estava praticamente parado. Graças a essa ação, milhares de famílias estão tendo acesso aos benefícios previstos no programa”, destacou Hildo Rocha.

Programa fortalecido

O deputado disse que solicitou, e o presidente se comprometeu em liberar, mais dez milhões de reais logo no início do próximo ano. “Esses recursos irão contribuir para o fortalecimento do programa beneficiando assim milhares de famílias que passarão a ter direito a agua de qualidade e outros benefícios como construção de pequenas barragens que irão contribuir para melhorar a vida de produtores rurais familiares”, destacou o parlamentar.

 Conquistas importantes

Segundo Hildo Rocha o presidente Michel Temer tem sido bastante atencioso com o Maranhão. Para confirmar, o parlamentar elencou dez realizações importantes do governo federal no estado: conclusão da Ampliação do Aeroporto de São Luís; viabilização da duplicação da BR-135 até a cidade de Miranda do Norte; pavimentação de cem quilômetros da BR-226 entre Presidente Dutra e Timon; reativação do Programa Água Para Todos; continuação do investimento financeiro na nova adutora do Italuis; conclusão de dezenas de empreendimentos de habitações populares; restauração da BR-226 entre Presidente Dutra e Porto Franco; liberação de recursos orçamentários para a modernização e requalificação da Rua Grande (e adjacências) e das praças João Lisboa e Deodoro; implantação do Instituto Tecnológico da Aeronáutica no Maranhão,   e reinicio das obras de duplicação da BR-010 na área urbana da cidade de Imperatriz.

“Mães, escutem seus filhos”, apela Jefferson Portela

Durante a coletiva de imprensa neste sábado, 4, que apresentou Robert Serejo Oliveira como autor do crime contra Alanna Ludmila, o secretário de Segurança Pública do Maranhão, delegado Jefferson Portela, apelou à população: “Temos que acabar com essa hipocrisia no Brasil. Não é natural que a pessoa se ponha em fuga, sem ter nada com o crime”.

O secretário fazia referência às manifestações de civis no Facebook, antes da apreensão do criminoso, alegando que este ainda não poderia ser tratado como agente do crime. Durante as justificativas de defesa na rede social, os militares do Maranhão trabalhavam nas investigações e busca do acusado, com provas técnicas colhidas e mandado de prisão a ser cumprido.

Para Jefferson, é inadmissível que a suposta defesa da democracia e do direito individual passe por cima de tudo. “Está na hora do Brasil rever isso. Diante de culpa definida, não se pode criar como artificio jurídico presunção de inocência. Isso leva a uma coisa maligna, chamada impunidade”, reforçou o secretário.

Ao finalizar o apelo para que a população, em conjunto com as polícias, seja mais participativa na erradicação da violência, Jefferson alertou: “Mães, escutem seus filhos. Tenham mais cuidado com as crianças dentro de casa. Quem está envolvido em abuso sexual é pai, padrasto, irmão, tio, parentes e vizinhos. Não é um crime de natureza para estranhos. É um crime de gente de proximidade”.

Wellington do Curso defende mais oportunidades para estudantes maranhenses

Na manhã da última terça-feira (31), o deputado estadual Wellington do Curso (PP) esteve presente no auditório do Campus da Universidade Federal do Maranhão (UFMA) de Imperatriz, para participar da solenidade de assinatura da resolução que dispõe sobre o Ingresso Qualificado de estudantes do Maranhão que garante acréscimo de 20% nas notas do Enem. O ato foi assinado pela reitora da UFMA, Nair Portela, após ter sido aprovada por unanimidade pelo Conselho de Ensino e Pesquisa da UFMA (Consepe) e pelo Conselho Universitário (Consun).

Na ocasião, o deputado Wellington, que sempre se posicionou favorável ao projeto da bonificação na Assembleia Legislativa, e esteve presente durante a luta e os debates para a provação da bonificação, defendeu ainda mais oportunidades para os estudantes maranhenses.

“Essa resolução permite que os alunos das escolas do Maranhão tenham as chances de ingresso com a bonificação de 20% nas notas do Enem. Não se trata de excluir estudantes de outros estados. Não é isso! Trata-se, tão somente, de priorizar os nossos estudantes. Essa é apenas uma das medidas que temos defendido a fim de conceder mais oportunidades para maranhenses. As pessoas costumam ver o jovem como o futuro do Maranhão, quando, na realidade, é necessário que façamos o investimento no hoje para, só assim, termos o retorno no amanhã. Educação e geração de emprego são os nossos pontos de defesa. Como educador tenho pautado o mandato em defesa dos professores, estudantes e de uma educação pública de qualidade. Inclusive, temos um projeto chamado de ‘OLHO NAS ESCOLA’ e temos fiscalizado escolas públicas estaduais e municipais”, disse o professor e deputado Wellington do Curso.

Comoção e dor marcam sepultamento de Alanna Ludmila

De mãos dadas e rezando um Pai Nosso. Foi assim que familiares, parentes e amigos sepultaram a criança Alanna Ludimilla Borges Pereira, de 10 anos, no Jardim da Paz, localizado de Ribamar, na manhã deste sábado (04). Durante toda a madrugada o corpo da menina foi velado na escola municipal, onde ela estudava, em Paço do Lumiar. Na chegada ao cemitério, dezenas de pessoas esperavam o cortejo, a maioria dos presentes não conhecia a família, mas ficou comovida com a história e o desfecho.

LEIA TAMBÉM: 

Mãe e padrasto são suspeitos da morte de Alanna Ludmila

Corpo da menina é encontrado sem vida ao lado da sua casa

Padrasto suspeito de sequestrar e matar a menina continua foragido 

Justiça decreta prisão do ex-padrasto de Alanna Ludmila 

Alanna Ludimilla foi estuprada antes de ser morta 

“Alanna Ludimilla foi enterrada viva”, diz delegada

APAE lança campanha oficial do Natal Solidário 2017

A APAE de São Luís , lança nesta terça-feira (07), às 9h, a Campanha Natal Solidário 2017. O evento que será realizado na sede da Instituição, tem o objetivo de arrecadar recursos para a manutenção das atividades da escola Eney Santana, mantida pela Instituição, que atualmente atende cerca de 248 crianças, adolescentes além dos familiares.

Para esta edição, além do trabalho de estímulo e busca de novos doadores e mantenedores, a APAE também vai lançar todo o material desenvolvido especialmente para a campanha deste ano. De acordo com o presidente da APAE São Luis, Sebastião Vanderlaan de Almeida Rolim, foram criados produtos específicos e cada um leva o trabalho desenvolvido com as crianças ao longo do ano e que deverão propagar o trabalho sério realizado durante o ano.

“Não é apenas a captação de recursos e sim um grande serviço que vem sendo prestado há mais de 45 anos pela APAE de São Luís. Na campanha deste ano vamos estampar em todas as peças, desenhos feitos pelas crianças como forma de mostrar o avanço delas no trabalho desenvolvido pela instituição”, detalhou Rolim chamando atenção para as dificuldades em razão do difícil ano vivido pela instituição.

Cinco peças também deverão compor a campanha. Além do boleto que seguirá via mala direta, os doadores também poderão colaborar comprando canecas natalinas que trarão ilustrados os desenhos confeccionados pelas crianças, além de camisas em duas estampas, e squeezes.

A coordenadora geral da escola, Pauliana Figueiredo, explica que são as doações realizadas durante a Campanha de Natal que dão sustentação a manutenção das atividades da escola em funcionamento além dos projetos em andamento referentes a reabilitação das crianças.

“Fazemos um trabalho que envolve não apenas a oferta de educação, mais ainda a reabilitação, prevenção, assistência social, saúde, cultura e música, um conjunto de oferta que tem mudado o destino de centenas de crianças assistidas pela APAE”, completou.

As doações já podem inclusive ser realizadas via depósito ou transferência bancária (Caixa Econômica Federal – Ag. 0027/ C/C: 609-4Banco do Brasil – Ag: 0020-5/ C/C: 162.848-8Banco Itaú – Ag: 7127/ C/C: 0365). Outra opção para o doador será a loja física da campanha que passa a funcionar a partir do dia 11 de novembro, no segundo piso do Shopping da Ilha, localizado no bairro do Ipase.

Alanna Ludimilla foi estuprada antes de ser morta

Alanna Ludimilla Borges Pereira, de 10 anos, foi estuprada e enterrada de cabeça para baixo com os pés fora da terra no quintal da própria casa. Esta foi a cena descrita por fontes de polícia que estiveram no local onde o corpo foi encontrado. O crime não tem chocado somente os moradores do Maiobão, em Paço do Lumiar, mas sim de todo o estado. A cada nova informação confirmada pela polícia surgem detalhes ainda mais macabros sobre o caso. Segundo, o delegado da superintendência de homicídios, Arthur Benazzi, ele ressaltou que a criança, morreu por asfixia e após abuso sexual.

LEIA TAMBÉM: 

Mãe e padrasto são suspeitos da morte de Alanna Ludmila

Corpo da menina é encontrado sem vida ao lado da sua casa

Padrasto suspeito de sequestrar e matar a menina continua foragido 

Justiça decreta prisão do ex-padrasto de Alanna Ludmila