Fábio Braga repercute a morte e a trajetória política do ex-prefeito Almir Mesquita

“Hoje venho a esta tribuna para lamentar a morte de Almir Mesquita, ex-prefeito de Nina Rodrigues e mesmo com pesar, não poderia deixar de fazer um relato da sua luta política pela cidade, em razão da admiração e da relação de amizade dele e da sua família com a minha família na região de Vargem Grande e de Nina Rodrigues” disse o deputado Fábio Braga abrindo sua fala.

E voltou aos anos sessenta para contar que “antes do desmembramento da cidade de Nina Rodrigues, ainda Vila da Manga, ocorrido no final de 1961, ela pertencia ao município de Vargem Grande e esta, na época, era governada pelo filho do coronel Zé Firmino, que tinha como vice-prefeito João de Araújo Braga, meu avô, filho do distrito Vila da Manga, portanto, mesmo antes de se emancipar de Vargem Grande, o vice-prefeito já era filho do então distrito e hoje cidade de Nina Rodrigues” – relembrou o deputado mostrando a relação histórica e política entre os dois municípios.

Prosseguindo a narrativa, o deputado mostrou didaticamente que nesses 56 anos de emancipação, a trajetória política e a administrativa de Nina Rodrigues sempre esteve muito ligada a Vargem Grande e por via de consequência as famílias dos Bragas, dos Mesquitas, dos Macedos, dos Corrêas e dos Rodrigues, e citou membros dessas famílias que participaram do processo de desenvolvimento de Nina Rodrigues e que ainda hoje dão sua contribuição, a exemplo do seu avô João de Araújo Braga, do pai de Almir Mesquita, de Raimundo Corrêa, de Antônio Pereira Castro, do seu tio José Mercedes Braga, de Benedito de Araújo Braga e sua vice, Dona Cícera, na  época esposa de Almir Mesquita, de Ivaldo Cruz, de Madalena Braga, de Jones Braga, de Ariston Mesquita, de Iara Quaresma Rodrigues e do seu filho, o atual prefeito Rodrigues da Iara, esses mais recentemente.

Na verdade, toda a narrativa de Fábio Braga foi para ressaltar a grandeza de caráter, e capacidade de trabalho de Almir Mesquita, também conhecido como Almir Macedo, mas, também, para mostrar a grande amizade existente entre sua família e a dele que juntas ou separadas, lutaram toda uma vida para o engrandecimento do povo e das cidades de Nina Rodrigues e de Vargem Grande, pois elas se separaram institucionalmente em dezembro de 1961, mas que, 56 anos depois, continuam juntas como nunca, enfrentando os mesmos problemas e desafios e batalhando pelos mesmos objetivos sociais, econômicos, culturais e ambientais.

O parlamentar concluiu sua homenagem dizendo “lamento aqui profundamente a morte do ex-prefeito Almir Mesquita e relato esses fatos para manter viva sua memória entre nós e mostrar gratidão do povo da minha terra e dos meus familiares aos seus entes queridos, como filhos, noras, genros, irmãos, enfim, a todos aqueles que choram uma perda tão irreparável, porque Almir era uma pessoa rara, portanto, fica aqui o lamento meu e de todos que o conheciam e que de certa forma tiveram o privilégio de privar da sua amizade, como eu” – finalizou.

Anuário confirma fracasso do governo Dino na segurança pública

O deputado federal Hildo Rocha repercutiu na tribuna da Câmara estatísticas do Anuário Brasileiro da segurança Anuário Brasileiro de Segurança Pública, estudo que compila e analisa dados de registros policiais sobre criminalidade, informações sobre o sistema prisional e gastos com segurança pública dos estados brasileiros. De acordo com o levantamento referente ao ano de 2016, o Maranhão foi a unidade da federação que menos investiu na segurança pública, em termos proporcionais.

“O Maranhão investiu apenas R$ 199,58 por habitante enquanto que o estado de Roraima investiu R$ 692,00, quase 300% mais. O Ceará, que ficou em penúltimo lugar no ranking investiu, ano passado, R$ 212,00, ou seja, ainda ganhou do Maranhão”, destacou Hildo Rocha.

Estatística

Segundo o deputado, o estudo aponta que de 2015 para 2016 houve um aumento de 14% nos crimes de lesão corporal dolosa; crimes resultantes em lesão corporal 40%; roubos e furtos de veículos aumento 22%; homicídios 5%. “Entre as capitais, São Luis foi a que registrou o maior crescimento de crimes de estupro (9%). Até suicídios aumentou. Em 2015 foram registrados 114 casos enquanto que em 2016 as ocorrências subiram para 159, um aumento de 29%”, enfatizou.

Falta de estrutura

Rocha disse que além do crescimento dos índices de violência, a falta de investimentos dificulta o trabalho do aparelho de segurança pública do estado. “Os policiais estão mal equipados, faltam armas adequadas, munições e veículos. Até o combustível é oferecido na quantidade abaixo do necessário para que os policiais possam trabalhar com eficiência. As delegacias estão em péssimas condições; por falta de pagamentos de aluguéis a delegacia de Peritoró foi despejada. Tudo isso em função do governo medíocre que temos no Maranhão”, asseverou o parlamentar.

O deputado disse que os números do Anuário Nacional de Segurança Pública confirmam o desprezo do governador Flávio Dino pela segurança pública. “Não tem compromisso com a população, não investe na segurança pública, não governa, fica o tempo todo nas redes sociais buscando culpados pelo fracasso da sua administração. A situação só não está pior porque felizmente o sistema de segurança público do Maranhão é formado por excelentes profissionais”, alegou Hildo Rocha.

Vilson Dias participa do primeiro dia da Expo Indústria

O candidato a presidência do Crea/Ma, Vilson Dias esteve na noite desta quarta-feira (08), na Expo Indústria Maranhão,  no Multi Center Sebrae.

Vilson Dias aproveitou para fazer visita a vários stands, entre eles, o stand virtual da Concreto Engenharia e o Standvirtual da UEMA.

O engenheiro e empresário  Vilson Dias destaca a importância de exposições como essa em nosso estado, que incentivam setores da indústria, comércio a apresentarem seus produtos para o conhecimento do público e da sociedade.

“A Fiema e o Governo do Estado estão de parabéns pela iniciativa de ações como essa que gera economia em torno da indústria e do comércio no Maranhão, e projetando uma melhoria neste mercado que foi totalmente afetado pela crise”, ressaltou.

A Expo Indústria é uma realização do Sistema FIEMA (SESI, SENAI, IEL e FIEMA), com correalização do Governo do Estado e do Sebrae.

Centro Tático Aéreo inicia 11ª turma do Curso de Operações Aéreas – COA

O Centro Tático Aéreo – CTA, unidade aeropolicial integrante do Sistema de Segurança Pública do Estado do Maranhão, realiza mais um dos seus cursos de formação de tripulantes operacionais, Curso de Operações Aéreas – COA. O Curso de Operações Aéreas – COA, em sua 11ª edição, será coordenado pelo major Onildo Sampaio, com objetivo de formar tripulantes operacionais para compor as tripulações das aeronaves utilizadas pelo Centro.

Durante os 50 dias de curso, serão repassadas técnicas especiais de operação com aeronaves de asa rotativa (helicópteros) e asa fixa (aviões) nos padrões aplicados pelos profissionais que já estão em atividade na unidade. Cada aluno ao final do curso estará apto a compor tripulação de aeronaves em missões policiais e de defesa civil, bem como em toda a variedade de atividades realizadas pelo CTA no âmbito da Segurança Pública.

A turma conta com policiais militares do Maranhão, do Acre, de Goiás e Paraíba. Além de policiais civis do Maranhão, do Paraná, bombeiros militares de outros Estados e um agente penitenciário do Maranhão. Em uma das fases do curso serão realizadas operações reais no interior do Estado de erradicação de plantio de maconha. O CTA é uma unidade que é integrada por policiais militares, policiais civis e bombeiros militares.

Jefferson Portela desiste de candidatura

O secretário de Segurança Pública, Jefferson Portela desistiu de disputar a eleição para o legislativo. Ele pretendia disputar uma vaga de deputado federal.

Nas redes sociais, o secretário disse nesta quarta-feira (8) que não será candidato e que continuará combatendo o crime.

“Comunico a todos que não serei candidato a quaisquer cargos nas eleições de 2018. Continuarei, como estive nos últimos 19 anos, combatendo o crime em todas as suas formas. Deixo aqui meus agradecimentos aos que manifestaram apoio, mas seguirei com o trabalho na SSP/MA. Que Deus ilumine a quarta-feira de todos nós”, afirmou.

Aprovado projeto de lei que cria escola de conselhos, de iniciativa de Júnior Verde

O deputado estadual Júnior Verde comemorou a aprovação, nesta terça (07), por unanimidade na Assembleia Legislativa, do Projeto de Lei n° 276/17, que cria a Escola dos Conselhos na estrutura do Governo do Estado. De autoria do Executivo, o PL é oriundo da Indicação n° 422/2016, de autoria do parlamentar.

“Mais uma vitória, fruto de uma luta que valeu a pena. Quanto mais formação e capacitação, mais os conselheiros terão informações para deliberarem sobre as suas atribuições e funções de forma mais eficiente”, festejou Júnior Verde, que tem se dedicado a fortalecer e ampliar os Conselhos Tutelares, e agora busca meios de melhorar suas condições de trabalho.

A Escola dos Conselhos vai funcionar no âmbito da Secretaria de Estado dos Direitos Humanos e Participação Popular, tendo como objetivo a oferta de um espaço permanente para a formação e capacitação dos conselheiros tutelares e de direitos de todo o Maranhão. Cidadãos da sociedade civil também poderão usufruir dos cursos.

Apesar de desempenharem relevantes funções, os conselheiros enfrentam sérios problemas como a falta de infraestrutura e pouca valorização por parte do poder público. Mesmo assim, conseguem atuar na proteção dos direitos humanos e da cidadania, em especial das crianças e dos adolescentes com garantias violadas.

“A Escola vai possibilitar a esses atores dos sistemas de garantia dos direitos a formação necessária ao fiel desempenho de suas funções, capacitando continuamente esses sujeitos na busca de uma constante qualificação para o desempenho de tão nobre função”, completou o parlamentar.

Os Conselhos de Direito são órgãos de caráter deliberativo, formulador e normatizador das políticas públicas. Os Conselhos Tutelares, por sua vez, zelam pelo cumprimento dos direitos da criança e do adolescente.

A Indicação que resultou no PL de autoria do Executivo é fruto de várias audiências realizadas com membros da Associação de Conselheiros Tutelares do Estado do Maranhão (ACECTMA). Este ano, Júnior Verde também teve aprovada a Proposta de Emenda Constitucional (PEC) que garante a cada 100 mil habitantes a criação de uma unidade do Conselho Tutelar, numa iniciativa inédita do Maranhão.

Juscelino Filho consegue curso superior de enfermagem para Santa Inês e região

Após solicitação do deputado federal Juscelino Filho (DEM), foi liberada pela ministra substituta da Educação, Maria Helena Guimarães Castro, as portarias que credenciam a Faculdade Santa Luzia (FSL), em Santa Inês, para ministrar o curso de bacharel em Enfermagem, de acordo com as normas do Ministério da Educação (MEC).

De acordo com Juscelino Filho, outras regiões também serão beneficiadas com o novo curso superior: “Além de Santa Inês, toda a região do Vale do Pindaré será beneficiada. Temos trabalhado muito para melhorar a qualidade do ensino aplicado no nosso estado e os resultados serão colhidos em breve. É como eu sempre digo: só mudando a educação poderemos melhorar o futuro. Ainda temos muito trabalho pela frente”, ressaltou o parlamentar.

O diretor – fundador da faculdade, Luis Martins Machado, também falou da importância do curso para a região e fez seus agradecimentos ao deputado: “Diante do êxito obtido na luta, agradecemos ao deputado Juscelino Filho pelo empenho desde o início do processo de constituição da faculdade, até a conclusão com a publicação das portarias de credenciamento da IES (nº 1166, de 15/09/17) e a de autorização do curso de Bacharel em Enfermagem (nº 1004, de 22/09/17). Nossos agradecimentos”, finalizou.

A Faculdade Santa Luzia, antiga Escola Técnica de Comércio Santa Luzia, iniciou suas atividades em 1992 e oferece diversos cursos profissionalizantes: cursos técnicos de administração, educação geral e magistério para 1ª a 4ª série, todos reconhecidos pelo Conselho Estadual de Educação (CEE-MA), além de técnico e auxiliar de enfermagem, segurança do trabalho, contabilidade e especialização em enfermagem do trabalho, técnico em estética, petróleo e gás e análises clínicas. Hoje, a instituição é classificada como uma das melhores escolas em profissionalização e qualificação em saúde do Maranhão. Novos projetos para cursos superiores estão em andamento.

Produtores de eventos querem barrar policiais armados em casas de shows

Policiais armados em casas de shows da capital maranhense está gerando uma grande polêmica. Muitos casos desta mesma situação já foram registrados no estado do Maranhão.

Policiais têm direito a entrada franca em shows? Não! Nenhum policial tem o direito de ter acesso gratuito. Isso só pode ocorrer se houver a concordância e condescendência do proprietário, que pode também negar e proibir que policiais entrem sem pagar em seu estabelecimento.

Então vamos lá…

Inúmeras confusões dentro de casas de shows, a maioria é com policiais armados. Casos como esses têm sido cada vez mais frequentes em São Luís.

Daí vem a pergunta: Como essas pessoas conseguem entrar armadas em casas de shows? O que elas pretendem para estarem armadas durante uma festa? É preciso rever essas situações e reforçar as abordagens nas entradas das festas. Outra coisa que não poderia ser permitida é a entrada de policiais armados em eventos, mas ainda acontece.

Diversos produtores culturais do estado estão revoltados com atitudes de alguns policiais maranhenses. “A polícia militar é a maior parceira de qualquer evento, aonde quer que seja. Não somos contra a polícia militar, nós somos contra o uso indevido do armamento dentro de festa privada. Hoje nossa sugestão é controlar o armamento ou extinguir o uso dentro de casa de shows”, segundo um produtor que não quis se identificar.

Justiça mantém prisão de acusado de matar Alanna Ludmilla

A juíza Janaína de Carvalho, da Central de Inquéritos e Custódia da Comarca da Ilha de São Luís, realizou, na manhã desta terça-feira (8), audiência de custódia do preso Robert Serejo Oliveira, acusado de matar a menina Alanna Ludmilla, enteada dele, no conjunto Maiobão, município de Paço do Luminar, no dia 1 de novembro de 2017. A magistrada manteve a prisão temporária, pelos próprios fundamentos da sentença da juíza Lícia Cristina Ferraz de Oliveira, que decretou a prisão, durante o plantão criminal. Por se tratar de crime hediondo, a temporária tem duração de 30 dias, a contar da data da prisão que ocorreu no último sábado, dia 4 de novembro.

Vilson Dias participa de lançamento de livro sobre cultivo da mandioca

Na tarde desta segunda-feira  (06), o candidato a presidência do Crea/Ma, participou do lançamento do livro “ A realidade da Mandioca no Maranhão”, do engenheiro agrônomo e pesquisador Antônio Carlos Durans.

Vilson Dias destacou a importância da realização de pesquisas que incentivam a agricultura familiar.  “Pesquisas como essas feitas pelo pesquisador Durans, ajuda tanto estudantes quanto produtores no manejo desta cultura. Isso é muito importante para dar continuidade da produção agrícola do produto em nosso Estado”, justifica Vilson Dias.

O livro “ A realidade da Mandioca no Maranhão”, retrata a dedicação do autor em contribuir com o Maranhão no sentido de disponibilizar um conjunto de dados técnicos que servirão de base para estudantes e profissionais da agronomia ligados à cadeia produtiva da mandioca.

Já o autor do livro, Antônio Carlos Durans, engenheiro,  pesquisador e uma das autoridades em mandioca no Maranhão, destaca que sua pesquisa servirá como instrumento de consulta para elaboração de políticas públicas voltadas para a atividade.

O evento aconteceu na Sede da Associação dos Engenheiros Agrônomos do Maranhão  (AEAMA).