Eleito deputado estadual, Wellington do Curso parabeniza servidores públicos e reafirma seu compromisso com os profissionais

Como deputado estadual, eleito pelo voto consciente, Wellington do Curso, neste dia do servidor público, externou sua gratidão, respeito e os parabéns a todos os funcionários públicos, estes que em suas atividades cotidianas, quase sempre de forma anônima, dedicam suas vidas de trabalho às funções do município, estado ou país com amor e dedicação, em respeito expresso no diálogo, na transparência, no incentivo à qualificação e ao profissionalismo.

Na oportunidade, Wellington destacou também, como deputado eleito, o compromisso que manterá com a classe profissional.

“Parabéns a estes que atendem às pessoas, encaminham suas solicitações e providenciam a prestação dos direitos garantidos em lei no tocante à saúde segurança, previdência e defesa: os funcionários públicos. Por amor ao Maranhão, reafirmo ainda o meu compromisso, como deputado eleito, com os servidores públicos do Estado através da realização de concursos, ampliação de vagas e valorização desses profissionais, fatores esses pelos quais lutarei incansavelmente durante o mandato”, destacou Wellington do Curso.

Estudante de direito do Ceuma leva descarga elétrica em bebedouro

Luis Pablo – A equipe médica Universidade do Uniceuna do bairro do Renascença atendeu uma universitária que levou uma descarga elétrica ao tomar água no bebedouro, na manhã desta terça-feira (28).

Ela e estudante do primeiro período do curso de direito. O acidente aconteceu por volta das 11h, nas dependências do Uniceuma.

De acordo informações, a vítima chegou a desmaiar devido a descarga elétrica recebida. A jovem recebeu os primeiros atendimentos no local.

Vários alunos do Uniceuma vem reclamando da falta de conservação dos bebedouros há tempos, mas a instituição nunca tomou uma providência.

“Made in Maranhão”: A sobrevivência do grupo Sarney

Direto da redação

Góes e Sarney

Dentro de poucos dias, o Estado do Maranhão se tornará um dos maiores exportadores de “políticos” em busca de emprego.

Após a derrota de Lobão Filho (PMDB), candidato do grupo Sarney ao Governo do Maranhão, o atual senador pelo Amapá, José Sarney (PMDB) garantiu a sobrevida de seus familiares e afilhados políticos.

O seu candidato a governador no Estado do Amapá, Waldez Góes (PDT) garantiu sua eleição na noite desse domingo (26) contra o atual governador do Estado, Camilo Capiberibe (PSB). A vitória de Waldez é o prêmio de consolação ao senador peemedebista, que viu seu grupo político enfrentar uma derrota histórica no Maranhão.

Waldez Góes é um aluno aplicado de José Sarney. Em 2010, foi um dos 17 presos na Operação “Mãos Limpas” da Polícia Federal, que investigou desvio de dinheiro público no Estado.

A vitória de Waldez foi muito comemorada pelo senador José Sarney. Agora, especula que, atuais e ex-secretários do governo maranhense podem ter Macapá como destino, além de vários prestadores de serviço, que mantinham contratos no governo Roseana Sarney.

Esperamos que tenham passagens só de ida.

Rafael Leitoa vai assumir mandato de deputado

Rafaelleitoa12300O resultado das articulações pela composição da Assembleia Legislativa começam a resultar em fatos concretos. Nesta terça-feira (28) o governador eleito Flávio Dino anunciou o nome do deputado estadual Neto Evangelista (PSDB) para a Secretaria de Desenvolvimento Social.

É o primeiro parlamentar eleito a integrar a equipe do governo Flávio Dino. Neto terá que se licenciar do mandato e em seu lugar assume Rafael Leitoa (PDT), primeiro suplente da coligação e que obteve 25.077 votos. Rafael é primo de Luciano Leitoa, prefeito de Timon.

A manobra era dada como certa para que o representante de Timon não ficasse sem mandato. Houve especulação de que a articulação envolveria Sérgio Frota (presidente do Sampaio e recém-eleito deputado) que seria indicado para a secretaria de Esportes. 

Neto Evangelista será o secretário de Desenvolvimento Social

O deputado Neto Evangelista (PSDB) foi anunciado há pouco como próximo secretário de Desenvolvimento Social do Maranhão. A informação foi dada pelo governador eleito, Flávio Dino (PCdoB), por meio das redes sociais.

Com o desafio de diminuir as desigualdades sociais no Estado, o novo secretário será responsável pela gestão de políticas públicas relacionadas ao combate à pobreza e inserção produtiva das famílias maranhenses. O trabalho será feio com interlocução com o setor empresarial e a sociedade civil.

Conheça o perfil do próximo gestor da pasta:

Formado em Direito, Neto Evangelista é deputado estadual reeleito (dois mandatos) e servidor do Poder Judiciário aprovado em seletivo por três anos. Faz parte da Mesa Diretora da Assembleia Legislativa do Maranhão como 2º vice-presidente.

Com militância em movimento estudantil, Neto Evangelista foi um dos deputados mais novos do país. Ao ocupar a presidência interina da Assembleia Legislativa em 2012, foi o mais novo presidente de Poder Legislativo das Américas, com 23 anos.

Ted Lago: Itaqui, mais eficiente, vai impulsionar a economia do MA

 O administrador de empresas Eduardo Lago, ou Ted Lago, como é conhecido, assumirá a presidência da Empresa Maranhense de Administração Portuária (Emap). Ted Lago, formado com pós-graduação em Planejamento e Finanças (PUC-RJ) e em Gestão e Processos Industriais na Deomens Schule (Munique – Alemanha), atualmente é o presidente do Conselho Deliberativo do ICE-MA.

1 – A Emap é fundamental para o desenvolvimento do Maranhão, mas atende muito pouco à população. Qual será a diretriz da Emap sob nova direção?
Estamos dando os primeiros passos na transição. Sem dúvidas, o porto do Itaqui é um vetor importante para o desenvolvimento do Maranhão, como um diferencial de atração de novos investimentos. O papel da Emap é dar condições para o recebimento de bens e insumos e o escoamento de produtos primários ou industrializados. Ela não faz isso sozinha. O faz através de uma série de stakeholders, ou “atores”, digamos assim, que exercem no Porto do Itaqui, suas atividades. Operadores portuários, agências marítimas, empresas de navegação, trabalhadores através do Órgão Gestor de Mão de Obras (OGMO), Tradings, e os clientes que vendem e compram as mercadorias que chegam e partem pelo porto. Todos eles são geradores de empregos. Creio que a população se beneficiará quanto mais empregos forem gerados no Maranhão, pelo fato do Porto do Itaqui ter dado condições de oportunidade de negócios e investimento.

2 – É pela Emap que passam as grandes riquezas do Brasil e este foi um dos temas de campanha de Flávio Dino. Fazer com que nossas riquezas se transformem em melhoria para a população. O que o senhor pretende fazer para que o seu trabalho na Emap tenha também esse viés social?
O primeiro passo é buscar tornar o porto mais eficiente, ouvindo e dialogando com todos aqueles que atuam nele, citados na resposta anterior, e atuar nos gargalos. São eles que estão no dia a dia da atividade fim, entendem os problemas e dificuldades encontradas na operação. Com essas melhorias, atrairemos novos clientes, consolidando o Porto do Itaqui como ponto preferencial de escoamento da produção do corredor centro norte, que inclui os estados do Maranhão, Piauí, Tocantins, Goiás, Mato Grosso, e outros. Atuando em parceria com secretarias como Indústria e Comércio, Agricultura e Pecuária, integrando o pequeno produtor rural, a agricultura familiar e o agronegócio para suprir aquela que será a grande demanda do mundo, alimentos, na forma de proteína animal, vegetal e grãos, de forma primária ou industrializada.

O desenvolvimento econômico trará o desenvolvimento social. A Emap terá seus resultados também avaliados pelo grau de satisfação dos seus clientes e integrará aos seus indicadores de resultados, a melhoria dos indicadores sócio-econômicos do Maranhão.

3 – Quais são os entraves para o crescimento da Emap hoje?
Infraestrutura. O Porto do Itaqui opera próximo do seu limite físico de capacidade de movimentação de cargas. Uma prova disso é a quantidade de navios que aguardam ao largo do litoral para atracar em seus berços. Alguns chegam a ficar por mais de 30 dias a um custo médio de US$ 25-30 mil/dia. Berços, retroporto, galpões e armazéns. Apesar da malha ferroviária do nosso estado, o modal rodoviário ainda tem um peso importante na logística da região.

Estradas, vias de acesso, pátio de estacionamento já não atendem a demanda atual e esse problema tende a crescer. Somente no período inicial de operação do TEGRAM, terminal de grãos do Maranhão, o volume adicional de carretas pode chegar a 600 veículos para o transporte da safra até os armazéns. Precisamos nos preparar para essa nova fase que se inicia.

4 – O que é possível fazer para mudar este quadro? E quais serão as consequências para a economia e para a sociedade maranhense?
Investimentos em área de retroporto, aumento planejado de berços de atracação, pátios de estacionamento e manobras, melhorias dos acessos rodoviários, otimização do modal ferroviário e investimentos por parte dos operadores portuários, são algumas das necessidades a curto, médio e longo prazo. Como consequência, o Porto do Itaqui começa a perder competitividade com outros portos da região como Vila do Conde, no Pará, Pecém no Ceará, Suape, em Pernambuco e até mesmo para Itajaí em Santa Catarina. Creio que podemos reverter esse quadro com o aumento da produtividade, e investimentos com recursos federais e estaduais, além de parcerias com o setor privado.

Flávio Dino anuncia Chefe de Cerimonial do Governo do Estado

telmaFlávio Dino anunciou mais um nome de sua equipe de governo. A cerimonialista Telma Moura de Oliveira será a Chefe de Cerimonial do Governo a partir do dia 1º de janeiro de 2015.

Flávio Dino anunciou mais um nome de sua equipe de governo. A cerimonialista Telma Moura de Oliveira será a Chefe de Cerimonial do Governo a partir do dia 1º de janeiro de 2015, sob a administração de Flávio Dino.

Conheça o perfil da próxima chefe de cerimonial:

TELMA MOURA DE OLIVEIRA – Chefe de Cerimonial

Com experiência em vários ramos da comunicação, Telma Moura é formada em Comunicação Social – Relações Públicas há 20 anos. Dedicou maior parte de sua atividade profissional a conduzir a Chefia de Cerimonial em órgãos públicos. Desde 2006, ocupa a chefia de cerimonial da Prefeitura de Caxias – MA.

Com experiência em redação de jornal impresso, rádio e televisão, Telma Moura é maranhense e pós-graduada em Assessoria de Imprensa e também foi responsável pela condução da assessoria de comunicação da Gerência Regional de Caxias, órgão representante do Governo Estadual.

Humberto Coutinho é condenado por fraude pelo TCU

O Tribunal de Contas da União (TCU) condenou, no último dia 15, o ex-prefeito de Caxias e deputado estadual eleito Humberto Coutinho (PDT), favorito do governador eleito Flávio Dino (PCdoB) para presidir a Assembleia Legislativa a partir do próximo ano, ao ressarcimento de débito e ao pagamento de multa por causa de irregularidades em uma obra do Programa de Urbanização, Regularização e Integração de Assentamentos Precários, executada entre 2006 e 2007 no município, com recursos do Ministério das Cidades.

Foram condenados ainda o ex-secretário municipal de Infraestrutura Vinicius Leitão Machado, três ex-integrantes da Comissão Permanente de Licitação CPL) e a empreiteira Barros Construções e Empreendimentos Ltda, responsável pelos serviços.

O TCU havia realizado auditoria em contrato de repasse de recursos federais pelo Ministério das Cidades à Prefeitura de Caxias para construção habitacional, regularização fundiária e ampliação de rede de distribuição de água no município. O tribunal encontrou indícios de fraude na documentação comprobatória de despesas (documento não fiscal, falso ou falsificado) e indícios de pagamento de serviços não executados. Além disso, não foi dada publicidade a contrato e foram encontrados indícios de procedimentos fraudulentos na condução de licitações. O montante desviado supera a casa de R$ 2 milhões, conforme descrito abaixo:

O ministro-relator do processo, José Múcio, comentou que “não havendo documentos esclarecendo a boa e regular aplicação do montante repassado, não se tem, por consequência, como estabelecer o nexo causal entre a execução das obras com os valores federais repassados”.

O TCU concluiu que as justificativas apresentadas pelos responsáveis não afastaram as irregularidades. Em função disso, o tribunal julgou irregulares as contas dos gestores, os condenou ao ressarcimento do débito e ao pagamento de multa e declarou a inidoneidade das empresas envolvidas.

A condenação de Humberto Coutinho é munição com alto poder destrutivo, que pode detonar o plano do futuro governo de alçá-lo ao comando do Poder Legislativo. (Daniel Matos)