Novas intervenções viárias vão promover melhorias no trânsito da capital

A Prefeitura de São Luís vai iniciar, nos próximos dias, novas intervenções no trânsito da região do São Cristóvão para promover melhorias na mobilidade urbana de uma das regiões da capital que apresenta intenso fluxo de veículos nos horários de pico. Para a execução dos serviços, o prefeito Edivaldo firmou, no início desta semana, acordo de Cooperação Técnica com o Grupo Educacional Pitágoras, na modalidade de Parceria Público-Privada (PPP), para garantir mais segurança a motoristas e pedestres que transitam pela área contemplada.

“Temos priorizado a execução de obras viárias em setores da capital que por décadas apresentaram transtornos demasiadamente danosos à circulação de veículos e pedestres. Já são dezenas de intervenções realizadas no trânsito da nossa cidade que, além de proporcionar um melhor aspecto urbanístico aos locais beneficiados, propiciam também mais segurança e maior fluidez, contribuindo com a redução dos congestionamentos gigantescos verificados anteriormente às obras. São benefícios cujos reflexos positivos já podem ser sentidos pela população”, afirmou o prefeito Edivaldo. Ele destacou ainda a importância de mais uma parceria celebrada para resolver problemas de mobilidade na capital.

A visão do prefeito é corroborada pelo taxista Cláudio Omar Aguiar de Sousa, 43 anos. Ele, que trabalha há quase uma década em um posto de táxi localizado no bairro, relata que há muito tempo todos sonhavam com uma intervenção desse porte na região. “Outra área eu não sou capaz de analisar, mas sou taxista e conheço muito bem o trânsito da minha cidade. Percebo o quanto melhorou nos últimos anos, principalmente nos locais em que antes enfrentávamos tantas dificuldades para circular, a exemplo da Forquilha, do retorno do aeroporto e do Anel Viário, por exemplo. O prefeito Edivaldo foi o único gestor que realmente se preocupou em dar solução aos problemas do trânsito de São Luís. E com essas intervenções que serão realizadas aqui no São Cristóvão, tenho certeza que vai melhorar bastante o tráfego nesta região”, disse o taxista.

INTERVENÇÕES – Com a parceria firmada com o Grupo Educacional Pitágoras – como contrapartida em decorrência do impacto no tráfego gerado pelo empreendimento no local – serão executadas, no São Cristóvão, modificações no traçado geométrico e reestruturação viária nas avenidas Guajajaras, Lourenço Vieira da Silva e Avenida 2, em pontos de grande estrangulamento do trânsito na área. A obra tem como finalidade promover mais fluidez ao tráfego de veículos nesse setor da cidade e facilitar a travessia de pedestres.

A intervenção está na fase de preparação, com as marcações dos locais a serem alterados. O projeto de reestruturação viária no São Cristóvão contempla a retirada da rotatória que fica no cruzamento das avenidas Guajajaras com a Lourenço Vieira da Silva, onde também será instalado um conjunto semafórico de dois tempos.

A alteração vai transformar em mão única o trecho entre o Terminal de Integração do São Cristóvão à Avenida Guajajaras. Dessa forma, quem vem dos bairros da região da Cidade Operária pela Avenida Lourenço Vieira da Silva, no sentido Av. Guajajaras, seguirá direto para a Forquilha, aeroporto ou avenida Santos Dumont pela Rua 25 (a mesma Dr Carlos Vasconcelos).

A obra inclui ainda a construção de um retorno de quadra, nas proximidades do Banco do Brasil. Conforme o projeto, quem atualmente vem da Forquilha no sentido Uema-Cidade Operária, transitará por uma alça de quadra que será criada pela Rua 11, atrás do Banco do Brasil; e quem vem da Forquilha, sentido Aeroporto, seguirá direto. Já quem vem do Aeroporto, no sentido Uema, entrará na Avenida 02 (Jardim São Cristóvão).

A alteração permitirá ainda que quem venha da Avenida Santos Dumont pela Rua 25 (Dr Carlos Vasconcelos), no sentido Guajajaras, terá de entrar pela Rua 30 (atrás do Banco do Brasil), saindo na Rua 10 para depois seguir pela Guajajaras. O cruzamento semafórico instalado do local será de dois tempos, fechando totalmente para um sentido e liberando para outro.

“Essa intervenção vai se somar a outras já realizadas no complexo viário da Forquilha, assim como também na Avenida Jerônimo de Albuquerque, entre o trecho da rotatória à igreja católica da Cohab, onde estão sendo construídas duas alças de retorno na própria avenida, para alargamento da faixa nos dois sentidos da via. Juntas, as intervenções se complementam e proporcionam mais qualidade ao trânsito dessa região da cidade”, ressaltou o secretário da SMTT.

As intervenções no trânsito integram o Plano Estratégico de Melhoria do Trânsito executado pela Prefeitura de São Luís, desde 2013. Além de melhorar a fluidez no tráfego de veículos nos locais trabalhados, as intervenções têm ainda como objetivo reduzir o número de acidentes nesses locais, como já pode ser verificado atualmente nos pontos da cidade que receberam obras de intervenção viária, a exemplo da Ponta do Farol, na descida para a Avenida Litorânea; do Anel Viário-Bacanga, Curva do Noventa (Vinhais), Avenida Carlos Cunha, nas proximidades do Shopping São Luís; na Avenida dos Franceses, próximo à Rodoviária; Avenida Vitorino Freire, na Areinha, entre outros pontos.

“Em muitos desses locais a incidência de acidentes era muito grande. Hoje, podemos afirmar seguramente que as ocorrências graves do gênero tiveram uma redução significativa, o que nos deixa muito felizes em saber que o trabalho realizado no trânsito da cidade tem atendido aos objetivos idealizados pelo prefeito Edivaldo, de promover mais segurança e qualidade de vida aos moradores”, frisou Canindé Barros.

O zelador Dérick Fernando Mendonça, 27 anos, trabalha em um prédio na Ponta do Farol, onde foi realizada uma intervenção viária para melhorar o trânsito que conduz à Avenida Litorânea. Lá, os acidentes eram constantes, principalmente nos finais de semana, quando aumenta o tráfego na área praiana. “Perdi a conta de quantos acidentes presenciei nesse local. Hoje, percebemos nitidamente que reduziram bastante após a realização dessa obra”, afirma Dérick.

O mototaxista Dhefferson Inácio, 23 anos, e o comerciário Francisco Marcelo Feitosa, 44 anos, que trabalham, respectivamente, no Anel Viário e na Curva do Noventa, dois setores da cidade que também receberam intervenções no trânsito, relatam as melhorias percebidas após a realização das obras nesses locais.

“A mudança realizada aqui no Anel Viário até a região do Bacanga ficou mil por cento melhor”, salientou Dhefferson. “Há ainda muitas alterações que podem ser feitas na região do Vinhais, mas essa intervenção executada aqui na Curva do Noventa já foi um grande avanço para o trânsito nesse trecho que antes era extremamente caótico”, completou Francisco Marcelo.

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *